Jogos de ação

22/10/2014 15h02 - Atualizado em 05/05/2015 19h16

'Chroma Squad será lançado para PS4 e também Xbox One', revela criador

Pedro Zambarda
por
Para o TechTudo

Os desenvolvedores do Behold Studios, empresa de Brasília, sofreram uma ameaça de processo em julho deste ano por conta do lançamento do jogo independente Chroma Squad. O game coloca você no comando de um esquadrão super sentai, colorido, muito parecido com heróis da série de televisão Power Rangers. A SABAN, detentora dos direitos autorais dos rangers nos Estados Unidos, notificou o estúdio brasileiro. Para comentar esta polêmica e a participação do Chroma Squad na Brasil Game Show neste ano, a coluna Geração Gamer entrevistou Alberto Souza (26), o Betu, responsável pela arte do jogo. Confira.

Dodge This: brasileiros criam o primeiro jogo para o Samsung Gear VR

Betu, o entrevistado, e Saulo Camarotti do Behold Studios, criadores de Chorma Squad. (Foto: Emanuel Schimidt/TechTudo)Betu, o entrevistado, e Saulo Camarotti do Behold Studios, criadores de Chorma Squad. (Foto: Emanuel Schimidt/TechTudo)

O que foi o processo? Qual é a história deles?

No dia 18 de julho de 2014, começaram a circular rumores na internet de que a SABAN estaria processando os brasileiros do Behold Studios por conta da similaridades entre o esquadrão dos games e os super sentais (expressão japonesa que significa “guerreiros coloridos”, em tradução livre).

Betu finalmente nos explicou o que aconteceu: “De fato existiu uma notificação e, digamos assim, uma ameaça. Mas não fomos processados pela SABAN e estamos discutindo como desvincular a imagem dos Power Rangers do nosso game. Uma das coisas que já estamos fazendo é alterar a vestimenta dos heróis”.

Chroma Squad sofreu ameaça de processo (Foto: Divulgação)Chroma Squad sofreu ameaça de processo (Foto: Divulgação)

Excluindo este problema, o Chroma Squad é um jogo brasileiro retrô de sucesso. Surgiu em 22 de junho de 2013 em um projeto de crowdfunding no Kickstarter, encerrada em 21 de agosto. Os desenvolvedores precisavam arrecadar US$ 55 mil (R$ 134 mil) e atingiram mais de US$ 97 mil (R$ 236 mil). O jogo foi lançado em versão beta PC, Mac e Linux via Steam. Os criadores querem levar o projeto para consoles.

“Vamos levar para PlayStation 4, PS Vita e Xbox One em 2015. Acredito que também lançaremos o Chroma Squad para PS3″, completou Betu. As versões em teste para o PS4 levaram o Behold Studios para o estande da Sony na BGS 2014, um dos mais movimentados na maior feira brasileira de jogos que reuniu mais de 250 mil pessoas em São Paulo.

Betu: Acredito que também lançaremos o Chroma Squad para PS3 (Foto: Divulgação)Betu: "Acredito que também lançaremos o Chroma Squad para PS3" (Foto: Divulgação)

Como foi a participação do Chroma Squad na BGS?

“Ir para a BGS foi uma experiência ímpar. Para mim é emocionante estar com a Sony, porque eu sempre joguei no PlayStation. Agora nós estamos lançando um game em um dos meus consoles favoritos. Posso dizer que é um sonho se realizando”, afirmou Betu. A apresentação ocorreu no dia 8 de outubro, quinta-feira, fechada exclusivamente para a imprensa.

Betu explicou como foi a dinâmica do estúdio brasileiro na BGS: “Estiveram no palco Saulo Camarotti e o Marcos Venturelli, para falar um pouco sobre o jogo. Saulo jogava Chorma Squad no telão, enquanto o próprio Marcos explicava”. O Behold Studios estava junto com games internacionais de ponta, como The Order: 1886, Driveclub e Little Big Planet 3.

Chroma Squad no palco do estande da Sony, durante a BGS 2014 (Foto: Divulgação)Chroma Squad no palco do estande da Sony, durante a BGS 2014 (Foto: Divulgação)

O diretor de arte disse que a recepção do público ao Chroma Squad foi boa. O colunista esteve na BGS e a fila do jogo era menor do que os mais conhecidos, mas muitas pessoas foram conhecer o game brasileiro nos dias mais lotados e receberam ajuda dos próprios desenvolvedores ou de funcionários da Sony para saber como funcionava para jogar.

“Recebemos alguns feedbacks de algumas pessoas que passaram a conhecer o jogo lá na BGS e eles adoraram. Mas também ouvimos comentários da equipe da própria Sony que cuidava do local e, aparentemente, eles gostaram também”, disse Betu. O diretor esteve presente todos os dias da feira? “Não fui todos os dias, apenas estive presente do primeiro dia até sexta-feira. Só senti realmente falta da Riot e da Blizzard na BGS” completou.

Além de cada super sentai, é possível controlar um robô gigante contra monstros em Chroma Squad (Foto: Divulgação)Além de cada super sentai, é possível controlar um robô gigante contra monstros em Chroma Squad (Foto: Divulgação)

O Chroma Squad esteve no estande da Sony com outros jogos brasileiros como Ninjin e To Leave. Fora de lá, no fundo da BGS, estava a área do chamado “Pavilhão Indie”, que foi revelado pelo TechTudo e trouxe os jogos Aritana e a Pena de Hárpia, Toren, Shine e trailer de futuros games nacionais como Get Over Here. “O pavilhão poderia ser maior, porque tinha muito espaço disponível naquela região. Acho que, para um começo, foi bom, e espero que no próximo ano seja melhor”, afirmou Betu.

Como foi criar o game?

Alberto “Betu” Souza adora jogos como Final Fantasy VII, Dark Souls e a série The Legend of Zelda, independente do console ou da plataforma. Sobre o atual estádio de Chroma Squad, ele é bem claro: “O jogo ainda não está pronto, portanto, não consigo te fornecer o tempo total do projeto. No entanto, temos um ano de trabalho em Chroma Squad, com 9 pessoas envolvidas no projeto”.

Personagens de Chroma Squad em ação, enfrentando inimigos e monstros (Foto: Divulgação)Personagens de Chroma Squad em ação, enfrentando inimigos e monstros (Foto: Divulgação)

Saulo Camarotti é o diretor-executivo do Behold Studios, ao lado do artista Betu e do designer Marcos Venturelli, ex-Critical Studio. “Difícil dizer qual foi o maior desafio em Chroma Squad, mas a Behold em si cresceu muito neste projeto. Um dos maiores desafios foi construir o jogo conectado com a nossa campanha de crowdfunding no Kickstater, gerenciamento uma comunidade ao redor do game. Mas não sei ao certo apontar qual foi nosso maior obstáculo”, finalizou.

Qual é melhor jogo para Facebook? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Rodrigo Vanderlei
    2015-02-19T12:10:17

    Prometeram essa desgraça inicialmente para o início de 2014 (foi 100% fundeado no meio de 2013), já tamos quase em março de 2015 e nada de lançarem, só a beta...

  • Andre Benia
    2014-10-22T16:09:05

    Betu deu uma palestra na minha turma em uma aula na UnB. Fiquei muito impressionado com a palestra! Desejo tudo de bom para ele!