29/10/2014 08h00 - Atualizado em 29/10/2014 08h00

Cientistas desenvolvem gerador elétrico 2D, superfino e flexível

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

Pesquisadores desenvolveram um material 2D capaz de gerar energia elétrica. Feito de dissulfeto de molibdênio, a película gera pequenos pulsos elétricos quando é esticada ou comprimida, em um efeito chamado de piezoeletricidade. Os criadores, cientistas da Universidade de Columbia e do Instituto de Tecnologia da Geórgia, consideram o gerador como de duas dimensões em função da espessura quase que inexistente.

Microsoft lança caixa de som portátil com preço barato e bateria de 15h

Cientistas conseguem extrair energia elétrica de material superfino, com apenas duas dimensões (Foto: Reprodução/Futurity.org)Cientistas conseguem extrair energia elétrica de material superfino com apenas 2D (Foto: Reprodução)

A tecnologia impressiona porque é a primeira vez que se consegue extrair energia elétrica de um material com espessura tão pequena. O material pode ser a base para criar geradores elétricos leves, flexíveis e elásticos, ideais para serem usados em tecnologias vestíveis, como relógios e pulseiras.

“O material é composto apenas de uma única camada de átomos. Ele poderia fazer parte de dispositivos integrados à roupa, abastecer sensores ou dispositivos médicos, ou fornecer energia suficiente para carregar o celular no bolso”, explica o professor da Universidade de Columbia e um dos líderes do projeto, James Hone.

A geração de energia a partir de uma camada em duas dimensões já havia sido prevista teoricamente, mas só agora foi possível encontrar uma molécula – o dissulfeto de molibdênio – capaz de ser aplicada. A pesquisa está em estágio inicial, portanto não há como prever quando a tecnologia estará disponível para uso comercial.

Bateria externa ou carregador universal diminuem a vida útil da bateria original? Opine no Fórum do TechTudo.

Segundo os cientistas, no futuro, o gerador permitirá criar de sistemas inteiros para captação de energia mecânica a partir do ambiente, o que ajudará a diminuir o uso de combustíveis fósseis e outras fontes de energia prejudiciais ao meio ambiente.

Via futurity.org e ExameInformatica

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Rafael Santos
    2014-10-29T11:10:29

    curtam minha página e concorram a um carro

  • Geraldo Gomes
    2014-10-29T15:54:37

    Tem muito potencial por exemplo explorar a energia da ondas e marés, pequenas eólicas, pequenas hidrelétricas e até ao andarmos carregarmos nossos celulares.