Internet

15/11/2014 06h00 - Atualizado em 15/11/2014 06h00

Phofish: rede social reúne histórias de pescador

Carol Danelli
por
Da Redação

Contando, ninguém acredita! Afinal, quem nunca ouviu uma história que achou absurda e falou: "Aaaah! Isso só pode ser história de pescador!". O amigo em questão sempre esquecia de tirar a foto para provar. E quando lembrava, exibia como se fosse um troféu, não é mesmo? Foi justamente pensando nisso que quatro amigos do Mato Grosso Sul, amantes da pescaria, criaram uma rede social para provar que nem tudo é história de pescador: a Phofish

Lista traz dicas de como juntar todas as suas redes sociais em um lugar só

O costume de achar que essas histórias são apenas falácias vem de longo tempo e já apareceram várias vezes na mídia. Peixes gigantes, com chifres, ou violentos, costumam render notícias para a imprensa. Assaf, advogado de 34 anos, Elton, advogado de 36, Jaime, empresário de 35 e Rodrigo, empresário de 35, resolveram centralizar todas essas histórias em um só lugar e o que seria mais ideal do que uma rede social? A Phofish revela local, espécie do peixe e autor das maiores façanha. 

Elton, Rodrigo, Assaf e Jaime, os criadores da Phofish (Foto: Divulgação/Phofish)Elton, Rodrigo, Assaf e Jaime, os criadores da Phofish (Foto: Divulgação/Phofish)

Os quatro pescam juntos desde a adolescência pelos rios de Mato Grosso do Sul. Segundo Assaf, idealizador da Phofish, pescador gosta de se gabar, contar vantagem, dizer que o peixe dele é maior, mais pesado, que a briga com o peixe durou horas e por aí vai. "O peixe fisgado e salientado sempre pelo pescador que o fisgou, passa a ser um Troféu na sua galeria imaginária, onde na maioria das vezes é contestada por não haver prova da façanha", garante o advogado.

A Phofish é uma galeria virtual onde o pescador pode exibir seus troféus. E a história duvidosa que ontem era narrada para um grupo seleto de amigos, hoje pode ser compartilhada com o mundo.

A rede social está no ar há pouco mais de três meses e já tem mais de 1.700 usuários, sendo 70% de fora do Brasil. De acordo com o idealizador, as principais origens são Brasil, EUA, Canadá, Itália, Austrália e Argentina. Outros países: México, Tailândia, Reino Unido, Japão, França, Panamá, Venezuela, entre outros.

Apesar de ter colocado o nome em inglês já no intuito de crescimento do empreendimento, o criador não imaginava tal repercussão. No Instagram, a página da rede social já tem mais de 10 mil seguidores e em novembro será lançado o aplicativo para iOS e Android.

Não consigo curtir fotos no instagram. Como resolver? Veja no Fórum do TechTudo.

O site está em inglês e em português. O usuário pode criar uma conta fazendo login no Facebook ou, então, com seu próprio e-mail. O site tem um visual clean e é fácil de mexer. É possível fazer upload de imagem direto do seu computador e vídeo do YouTube, SoundCloud e Vimeo. Assim que fizer o login já pode sair contando para todo o mundo suas histórias de pescador.

Por falar em histórias, confira abaixo as 10 melhores já contadas no Phofish.

Conheça as 10 melhores histórias da Phofish (Foto: Arte/TechTudo)Conheça as 10 melhores histórias da Phofish (Foto: Arte/TechTudo)

1. Gustavo Mattos e "A carpa amarela": Fui pescar no pesqueiro Nipon aqui em Campo Grande, MS e me falaram pra usar salsicha frita pra pescar no tanque de pesque e solte. Depois que uma manhã inteira de tentativas e quando foi no meio da tarde, vi que a ponta da vara ficara tremendo. Achei que era peixe pequeno, mas mesmo assim resolvi dar uma fisgada e acabou vindo esta baita carpa com pesou certa de 9,5kg. Pensa numa briga boa pra tirar ela deste tanque.

Gustavo Mattos e a Carpa Amarela (Foto: Divulgação/Phofish)Gustavo Mattos e a Carpa Amarela (Foto: Divulgação/Phofish)

2. Deko Lima e o "Tucuna do Paranazão": Pescaria com o guia macaxeira, da pousada Mãe d'água, em março de 2014. Estava de férias em Alvares Machado, SP, e estiquei para Presidente Epitácio para uma pescaria de Tucunare com isca viva (lambari), foi show!

Deko Lima e o Tucuna do Paranazão (Foto: Divulgação/Phofish)Deko Lima e o Tucuna do Paranazão (Foto: Divulgação/Phofish)

3. Fernando Fisher e o "Rei do rio": Este posso dizer com todas as letras que realmente é o rei do rio, onde com toda sua voracidade e maestria ataca tudo que passa ao lado defendendo muitas vezes o território ou se alimentando. Após a fisgada, uma briga no fundo com muitas cabeçadas denunciavam o gigante, e depois de um certo tempo um lindo pulo a 10 metros do barco, me deixando de perna bamba e coração na boca!

Fernando Fisher e o Reio do Rio (Foto: Divulgação/Phofish)Fernando Fisher e o Reio do Rio (Foto: Divulgação/Phofish)



4. Milton Salomão em "Surubim (Fenômeno)": Deu um trabalhão para tirar das águas do Rio Pardo - MS. Após muita briga eu venci o duelo. Na balança deu 60 Kg bruto. Este peixe até hoje é o recorde de captura na região onde foi pescado.Quem sabe um dia ele será batido.

Este surubim foi o recorde do rio (Foto: Divulgação/Phofish)Este surubim foi o recorde do rio (Foto: Divulgação/Phofish)

5. Kristen Drado em "Matando o Robalo": Tenho tentado pescar um robalo há muito tempo. Tenho praticado bastante e também aprendendo o que eles comem, como usar a isca certa. Perdi um monte deles, mas com paciência e habilidade, finalmente consegui uma grande fêmea. Foi incrível. Devolvê-lo ao mar foi mais incrível ainda.

O Robalo foi devolvido ao mar depois de ser pescado (Foto: Divulgação/Phofish)O Robalo foi devolvido ao mar depois de ser pescado (Foto: Divulgação/Phofish)

6. Felipe Peppa e o "Dourado Argentino": Na vara, atacou três vezes a isca antes de acertar a mordida em minha papa black, deixando-a destruída.

Felipe Peppa e o Dourado Argentino (Foto: Divulgação/Phofish)Felipe Peppa e o Dourado Argentino (Foto: Divulgação/Phofish)

7. Juliano Marques em "O terceiro dourado do dia": Paramos para almoçar e enquanto o piloteiro acendia o fogo, fui bater dourado com isca branca (pialzinho). O resultado: em menos de uma hora entraram quatro desse calibre. A cada fisgada tinha que entrar no barco e buscar os brutos. Afinal, com uma linha 35mm mono, o risco de perder era grande.

Três desses, Juliano? Só pode ser história de pescador mesmo (Foto: Divulgação/Phofish)Três desses, Juliano? Só pode ser história de pescador mesmo (Foto: Divulgação/Phofish)

8. Breanna Jones e o "Torneio ganho com Golfinho": Esse golfinho de 16 Kg nos deu o 2º lugar na Maratona do Distrito de Fl Keys, Campeonato Golfinho. E o primeiro lugar na divisão das mulheres :)

Com este peixe, Brenna levou o 1º lugar em uma competição americana de pesca (Foto: Divulgação/Phofish)Com este peixe, Brenna levou o 1º lugar em uma competição americana de pesca (Foto: Divulgação/Phofish)

9. Drew Naeckel e "A libertação do Bonefish de 3kg": Minha história no Keys geralmente se resume a "vimos uma boa quantidade de peixe, mas assustamos todos até que pegamos um". Neste dia chegamos pertos e tivemos boas chances e uma grande quantidade de peixes que não pareciam estar com apenas vontade de comer. Cerca de seis horas depois, estávamos quase desistindo. Subimos no barco e quando estávamos no caminho de volta vi um "rasgo" na água. Meu amigo Scott ligado imediatamente, enquanto lutava para superar a minha emoção e puxou um caranguejo fora das bocas dos dois peixes. Eu lancei a minha metade caranguejo esmagado mais duas vezes e em ambas as entregas estava cumprimentando com caudas no ar! Eu não seria capaz de me olhar no espelho se não tivéssemos conseguido qualquer coisa, desde essa oportunidade. Nunca desista. 

O imenso bonefish foi devolvido ao mar (Foto: Divulgação/Phofish)O imenso bonefish foi devolvido ao mar (Foto: Divulgação/Phofish)

10. Fede Trejo em "UltraLigth Pesca - Tararira com a Tech Crank": Apenas quando eu pensei que não ia pegar nada mudou alguma coisa, eu mudei para tocar esta pequena manivela para baixo (há pouca água no lugar) e puum, ataque e briga!!! Por um tempo foi assim, com o freio solto até que felizmente começou a nadar para mim e eu pudesse pegar.

Fede Trejo não imaginava conseguir pegar essa Tararira (Foto: Divulgação/Phofish)Fede Trejo não imaginava conseguir pegar essa Tararira (Foto: Divulgação/Phofish)

*Os desenvolvedores pregam a pesca esportiva, que preserva o meio ambiente.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares