Redes sociais

05/12/2014 12h19 - Atualizado em 05/12/2014 22h00

'Estamos melhorando a experiência do usuário', diz Facebook sobre YouTube

Melissa Cruz Cossetti
por
Da redação

O YouTube teve seu player "bloqueado" do feed de notícias do Facebook. Ao publicar um vídeo do Google, a rede social exibe um link incorporado, apenas com a miniatura. Porém, não é mais possível clicar no "play" e assistir ao conteúdo sem sair da rede social. O Facebook garante que abrir uma segunda aba para ver o vídeo em seu player original vai melhorar a experiência do usuário. Já o Google não comenta a decisão que, segundo o Facebook, afeta outros sites de vídeos online como o Vimeo.

*Atenção: confira ao final do texto a nota de correção do Facebook. A rede social explica que divulgou informação equivocada.

Lina Bo Bardi, arquiteta do MASP, recebe homenagem em Doodle do Google

Tela do YouTube (Foto: Reprodução)YouTube (Foto: Pond5)

O Facebook explica que atualmente todos os links externos de notícias, blogs, jogos, lojas virtuais e outros conteúdos foram padronizados e são exibidos no que a rede social chama de Canvas Frame. Ou seja, uma moldura em que o conteúdo é carregado, em uma nova aba, fora do feed de notícias do site.

"O que vamos fazer com o vídeo, agora, é padronizar a exibição no Canvas", explica Camila Fusco, diretora de Comunicação do Facebook no Brasil. Ainda de acordo com a rede social, os vídeos rodam melhor na plataforma nativa onde eles foram hospedados, em seus sites e sistemas de origem. "Estamos apenas melhorando a experiência dos nossos usuários com vídeo", afirma Fusco. 

O que muda?

Na prática, o acesso a vídeos de sites externos publicados na rede social será semelhante ao de links de notícias. Seja no smartphone, no tablet ou em navegadores desktops, a experiência vai mudar:

1) Celulares e Tablets, sem aplicativo do YouTube:

Caso o usuário não tenha o aplicativo do YouTube, ao clicar no filme, o conteúdo vai abrir e carregar no Canvas.

2) Celulares e Tablets, com aplicativo do YouTube:

Caso o usuário já tenha o aplicativo do YouTube instalado no smartphone o tablet, ao clicar no vídeo, ele abre e carrega dentro do aplicativo oficial.

3) Facebook em navegador desktop:

Caso o usuário esteja acessando por meio de um navegador desktop, como Google Chrome, Mozilla Firefox e outros, ao clicar em vídeo, ele será redirecionado para a página original do YouTube.

O Facebook afirma ainda que esse procedimento não é exclusivo para o YouTube e afeta também outros sites de vídeos externos, que também funcionarão de maneira semelhante todos os links externos e incorporados. A mudança, que iniciou nesta semana, é gradual e chegará a todos os usuários em breve. A rede social garante ainda que isso não afeta a contagem de visualizações.

Google não comenta

Representantes do Google no Brasil disseram que a gigante de Internet não vai comentar e que a decisão partiu do próprio Facebook. De acordo com a rede social, a mudança afetará todos os sites externos de vídeo. Entretanto, vídeos do Vimeo ainda rodam no feed nesta sexta-feira (5). Já vídeos publicados originalmente no Facebook seguem com player no feed de notícias.

O que é o Canvas?

O Canvas é um quadro/frame em que os desenvolvedores incorporam aplicativos ou jogos diretamente no Facebook.com. Segundo o artigo sobre o Canvas no Facebook Developers (developers.facebook.com), "o Canvas Frame é simplesmente uma tela em branco dentro do Facebook na qual é possível executar um aplicativo ... Isso resulta em um conteúdo exibido dentro do Facebook cromo padrão". Entretanto, o modo de exibição no Canvas estará disponível apenas nos celulares.

Facebook volta atrás

Mais tarde, nesta mesma sexta-feira (5), o Facebook voltou atrás e divulgou uma nota de correção da informação que, segundo a própria rede social, foi divulgada oficialmente, porém, de maneira equivocada. Leia na íntegra a nota que desmente a mudança enviada pela rede social:

Mais tarde, nesta mesma sexta-feira (5), o Facebook voltou atrás e divulgou uma nota de correção da informação que, segundo a própria rede social, foi divulgada oficialmente de maneira equivocada. Leia na íntegra a nota que desmente a mudança enviada pela rede social:

"Facebook mantém a experiência de visualização de vídeos na plataforma

O Facebook tem como compromisso sempre oferecer a melhor experiência para o usuário. Neste ano, um foco importante de investimento foi em melhorias na visualização de vídeos compartilhados na plataforma. Todos os dias 31 milhões de brasileiros veem ao menos 1 vídeo dentro do Facebook. Por isso, gostaríamos de reforçar que não estamos limitando ou restringindo a exibição de vídeos de nenhum player externo. Ou seja, na prática, nada muda.

Desde a última quarta-feira, porém, alguns usuários observaram uma alteração relacionada a exibição direta de vídeos externos dentro do Facebook, mas a questão já está sendo corrigida.

Isso significa que, quando o usuário navega a partir de um desktop, poderá visualizar os vídeos externos normalmente em seus players no Feed de Notícias. Já para quem acessa pelo celular, a visualização acontecerá no canvas do Facebook ou na plataforma nativa, onde esse vídeo está hospedado. Esse formato de visualização em dispositivos móveis não é diferente do que acontece com qualquer outro conteúdo externo, como notícias, por exemplo.

"As pessoas têm uma experiência muito melhor quando assistem a um vídeo em sua plataforma de origem”, diz Camila Fusco, diretora de comunicação do Facebook no Brasil. "Ainda assim, a publicação e compartilhamento de vídeos de players externos continua igual, não há nenhuma mudança”

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Vinicius Carvalho
    2014-12-05T15:15:20  

    Esta informação é falsa. Acabei de compartilhar "Whiskey In The Jar" do Thin Lizzy!

    recentes

    populares

    • Vinicius Carvalho
      2014-12-05T15:15:20  

      Talvez eles ainda estejam em fase de atualização do novo sistema