Internet

27/02/2015 10h42 - Atualizado em 27/02/2015 10h42

Nove dicas para fazer a declaração do IRPF 2015 em segurança; veja lista

Barbara Mannara
por
Para o TechTudo

Muitos cibercriminosos aproveitam a época da Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física para aplicar golpes online. Isso porque, acontece por causa do grande número de acessos em um único site e a transferência de dados pessoais importantes. Para se proteger, a Symantec, agência de segurança online, oferece nove dicas para fazer a declaração IRPF 2015 com segurança.

Brasil é o quarto no ranking global com mais PCs que comandam botnets

IRPF 2015 pode ser entregue via Internet e apps (Foto: Reprodução/Receita Federal)IRPF 2015 pode ser entregue via Internet e aplicativos em celulares e tablets (Foto: Reprodução/Receita Federal)

O envio da Declaração IRPF tem início no dia 2 de março de 2015, data alvo para a aplicação de golpes phishing, instalação de malwares ou outros recursos com funções maliciosas para roubar ou interceptar essas informações.

Nesta versão, a Receita Federal liberou inclusive o uso de aplicativos móveis para o envio da declaração, para deixar o processo ainda mais prático. Mas algumas prevenções devem ser tomadas.

1) Certifique-se de navegar na página correta da Receita Federal

Muitos cibercriminosos forjam sites semelhantes ao da Receita Federal, para roubar dados e instalar malwares. Na dúvida, evite acessar links redirecionados, recebidos em e-mails ou mensagens, por exemplo. Prefira acessar o site diretamente pelo endereço oficial (receita.fazenda.gov.br).

2) Não faça download do aplicativo em sites suspeitos 

Sempre baixe os aplicativos e programas para fazer a Declaração do IRPF pelo TechTudo ou pelo site oficial ou de fonte da Receita Federal, nas lojas de apps Google Play, para Android, e App Store, para iOS. Nada de páginas ou recursos genéricos: eles provavelmente estão com intenções maliciosas.

3) Faça uma cópia de segurança da declaração

É sempre bom manter uma cópia da sua declaração salva, caso seu computador seja hackeado. Dessa forma, você evita a dor de cabeça de ter que recomeçar o processo, caso algo dê errado. 

4) Para senhas, utilize letras, números e caracteres especiais

Quanto mais complexa for sua senha de acesso mais difícil será para um cibercriminoso desvendá-la. Por isso, prefira adicionar letras em maiúsculo e minúsculo, caracteres especiais e números para deixar a senha mais segura. Isso vale para qualquer tipo de acesso, seja na hora de baixar o app pelo dispositivo móvel ou para fazer cadastros.

5) Confira sempre extratos do banco e do cartão de crédito para se certificar que suas contas não estão tendo movimentações indevidas

Muitas pessoas esquecem de bater os pagamentos quando recebem a conta do cartão de crédito, ou de conferir os gastos na conta-corrente. Isso pode ser um grande problema, caso seus dados financeiros sejam clonados ou roubados para utilização indevida.

Qual é o melhor antivírus grátis? Comente no Fórum do TechTudo.

Por isso, é importante prestar atenção na sua movimentação bancária e nos gastos do cartão de crédito para não pagar acidentalmente compras que você não fez - e alertar o banco nesses casos. 

6) Instale e mantenha atualizado um software de segurança completo

Manter um antivírus instalado e atualizado é importante no computador e até mesmo no celular. Isso dificulta a ação dos cibercriminosos na instalação de vírus ou roubo de dados, mantendo seu dispositivo ou PC mais seguros. Para ajudar, veja algumas opções de antivírus gratuitos para Windows e versões para proteger o seu Android.

7) Nunca clique em links suspeitos nos e-mails, SMS ou em páginas da internet, mesmo no seu celular

Sempre prefira o link oficial da Receita Federal para fazer sua declaração e principalmente não clique em links desconhecidos. A dica vale para usuários de computadores ou smartphones. Seja no e-mail, mensagens ou até SMS, evite abrir a página mesmo se tiver sido enviada por um amigo. Desconfie também se pedir informações pessoais ou dados, e apague recados deste tipo se não tiver solicitado previamente.

8) Coloque uma senha no seu telefone assim como um software que permita apagar remotamente dados, caso o dispositivo seja roubado ou perdido

Manter uma senha de segurança para caso de roubo do celular pode ajudar bastante na hora de apagar os dados remotamente, e evitar o uso indevido de informações do usuário. Afinal, quase todos mantém dados pessoais e acabam até acessando recursos financeiros pelo smartphone e computador. Alguns antivírus tem essa função de bloqueio remoto e limpeza completa de informações do aparelho.

9) Mantenha o Sistema Operacional e os softwares do computador atualizados, instalando os patches de segurança e atualizações mais recentes.

Uma das prevenções principais é manter o sistema operacional do seu computador ou celular sempre atualizados. Essa medida ajuda a não deixar brechas para a invasão de malwares e a corrigir possíveis erros na plataforma, para aumentar a segurança.

Pronto! Com essas dicas, você está preparado para fazer sua Declaração de Imposto de Renda da forma mais segura possível - e não se esqueça, o prazo começa na próxima segunda-feira (02). 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares