Internet

11/05/2015 13h44 - Atualizado em 11/05/2015 13h44

Facebook testa ferramenta de busca de sites dentro do próprio aplicativo

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

O Facebook está testando um motor de buscas que permite pesquisar artigos na web dentro do próprio aplicativo móvel. A ferramenta, intitulada “Add a link”, foi percebida por alguns usuários do app para iOS e confirmada pela rede social. Ainda em fase de testes e liberada apenas nos Estados Unidos, a novidade torna dispensável recorrer ao Google para procurar notícias para incluir nas atualizações de status.

Falha no Facebook impede usuários de compartilhar links e oculta posts

Add a link, novo recurso do Facebook, permite busca de artigos dentro do app (Foto: Reprodução/TechCrunch)"Add a link", novo recurso do Facebook, permite busca de artigos dentro do app (Foto: Reprodução/TechCrunch)

O novo ícone fica junto aos botões de adicionar fotos e pessoas. Ao tocar no símbolo do link, o aplicativo abre o campo de busca para digitar a palavra-chave. Os artigos correspondentes à pesquisa aparecem listados com a pré-visualização do site de origem, facilitando a localização do conteúdo desejado.

Aparentemente, o buscador destaca sites recentemente postados e compartilhados por muitas pessoas. Ele também classifica os resultados de acordo com o que o usuário estaria mais propenso a compartilhar, considerando as interações com o veículo. Entre outras coisas, isso significa que o motor do Facebook trabalha com dados que o Google não tem.

Qual a sua rede social favorita? Comente no Fórum do TechTudo.

O objetivo é incentivar mais postagem de links no feed de notícias. Isso aumentaria ainda mais a importância do Facebook junto aos veículos de comunicação. Hoje, 25% de todos os cliques oriundos de redes sociais vem do site de Mark Zuckerberg – em comparação, o Twitter tem 0,88%.

Estatísticas de cliques por redes sociais (Foto: Reprodução/TechCrunch)Estatísticas de cliques por redes sociais (Foto: Reprodução/TechCrunch)

Considerando as estatísticas, a tendência é que revistas e portais dependam ainda mais do Facebook para aumentar o alcance de visualizações, o que as obrigaria a investir mais em anúncios e posts patrocinados. Além disso, o feed de notícias ficará cheio de conteúdos que a rede saberá melhor do que se tratam, veiculando propagandas de maneira ainda mais otimizada.

O recurso também casa bem com supostos planos do Facebook de absorver o conteúdo de revistas online e passar a exibi-los no feed de forma nativa. A intenção, reportada pelo New York Times, praticamente eliminaria os cliques para fora do site de relacionamentos. Como troca, o Facebook repassaria parte da receita de publicidade aos portais de notícia.

Via TechCrunch, NYT e AdWeek

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares