Celular

10/08/2015 16h56 - Atualizado em 10/08/2015 16h56

Android One terá nova geração com preços abaixo de US$ 50

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

O Google não desistiu do programa Android One. O projeto, que pretende criar smartphones  com preços acessíveis em mercados emergentes, terá uma nova geração na Índia. A ideia é corrigir os problemas que prejudicaram a primeira versão da iniciativa, aumentando a disponibilidade dos produtos e, claro, diminuindo os preços. A informação foi revelada por um executivo do Google ao Financial Times. 

O que é Android One? Entenda o projeto do Google de smarts baratos

Google acredita ter corrigido defeitos da primeira versão do projeto Android One, que reestreia em breve na Índia (Foto: Reprodução/Google)Google acredita ter corrigido defeitos da primeira versão do projeto Android One, que reestreia em breve na Índia (Foto: Reprodução/Google)

Valor máximo: R$175 

A intenção é manter a Índia como lar da iniciativa e lançar o programa novamente por lá, dessa vez oferecendo aparelhos que não ultrapassem o preço de US$ 50 (R$ 175, em conversão direta). O país superpopuloso é o foco do programa porque, na estimativa do Google, em 10 anos, ele será o lar de mais de 1 bilhão de pessoas conectadas.

Para Rajan Anandan, diretor do Google na Índia, o que comprometeu o lançamento da primeira versão do projeto foram os custos. Isso porque, a primeira geração de celulares custava até R$350 e por isso deixava de fora da iniciativa alguns importantes grupos econômicos. 

O que é Android One?

O Android One é um projeto do Google para criar smartphones Android baratos em países emergentes. Para isso, a companhia fornece modelos referenciais de construção de hardware para fabricantes locais. Isso significa que as empresas telefônicas recebem o projeto pronto, com especificações definidas e testes já realizados, o que diminui o custo de produção e garante um preço final menor. 

Qual o melhor smartphone em custo-benefício? Veja no Fórum do TechTudo. 

A primeira geração do projeto Android One teve alguns problemas relacionados com a disponibilidade de componentes e os preços. Em virtude da escassez de produtos no mercado, os valores acabaram subindo a patamares que tornaram a iniciativa inviável para os consumidores que buscam aparelhos mais baratos. 

Via Financial Times e Engadget

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares