Internet

07/08/2015 11h10 - Atualizado em 07/08/2015 11h10

Google vai acabar com golpe que sugere plugin com vírus para ver vídeo

João Kurtz
por
Para o TechTudo

O Chrome tem sido alvo de diversos ataques devido à instalação de extensões maliciosas e vírus. Mas, agora, o Google decidiu acabar de vez com o problema. No dia 3 de setembro, o navegador vai bloquear a instalação inline de plugins, que é feita a partir das páginas oficiais de desenvolvedores.

Como importar favoritos do Google Chrome para o Microsoft Edge

Avisos são usados para fazer com que usuários instalem extensões falsas (Foto: Reprodução/Google)Avisos são usados para fazer com que usuários instalem extensões falsas (Foto: Reprodução/Google)

O recurso foi implementado no navegador em 2011 e era uma forma dos usuários poderem instalar recursos diretamente. Entretanto, ele passou a ser usado em vários golpes, prejudicando os usuários do Chrome .

A tática era usada de várias formas. Uma das mais comuns consistia em uma página que dizia ter postado um vídeo com um player falso de vídeo que informa que aquele conteúdo não pode ser exibido. Para corrigir o problema, a página fornece o link a um plugin feito para o browser.

O plugin não é necessariamente maligno e pode estar usando a estratégia apenas para aumentar o número de usuários artificialmente.

Atualização do Windows 10 funciona em computador com software pirata? Comente no Fórum do TechTudo. 

Na prática, o recurso não deve ser desinstalado completamente - apenas para extensões que tenham usado práticas abusivas. Quando você clicar em um link de instalação do plugin, o usuário será levado para a página de download na Chrome Store e poderá decidir se quer ou não usá-lo no browser.

De acordo com o Google, o número de plugins afetados deve ser menor do que 0,02%. A gigante de buscas, porém, realça que esta é uma ação importante para manter a segurança não só dos usuários, mas também de desenvolvedores de aplicativos.

Via Google e Venture Beat

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares