E-reader

09/09/2015 14h05 - Atualizado em 10/09/2015 12h08

iPhone 6S com câmera 4K e iPad Pro: conheça os lançamentos da Apple

Thássius Veloso
por
Da redação

O iPhone 6S e iPhone 6S Plus foram revelados nesta quarta-feira (9) com uma nova tecnologia de display: o 3D Touch. Por meio do sensor de pressão, o smartphone é capaz de entender a intensidade dos toques – similar ao Force Touch que já existe nos MacBooks, os notebooks da Apple.

Reveja a cobertura em tempo real do evento em San Francisco

Em um evento nos Estados Unidos, a fabricante revelou ainda o iPad Pro – com tela de 12,9 polegadas e canetinha stylus. A Apple TV também passou por renovação e o Apple Watch teve detalhadas as novas funcionalidades do sistema watchOS.

Veja a seguir todos os detalhes dos lançamentos da Apple.

iPhone 6S e iPhone 6S Plus

Os sucessores do iPhone 6 e iPhone 6 Plus continuam parecidos. O iPhone 6S tem tela de 4,7 polegadas Retina Display com resolução de 1334 x 750 pixels (densidade de 326 pixels por polegada). Já o iPhone 6S Plus tem tela 5,5 polegadas com resolução Full HD de 1920 x 1080 pixels (densidade de 401 pixels por polegadas).

iPhone 6S (Foto: Divulgação/Apple)iPhone 6S branco/rosa e iPhone 6S Plus branco/dourado (Foto: Divulgação/Apple)

Eles pesam entre 143 e 192 gramas e têm opções de armazenamento interno de 16 GB, 64 GB e 128 GB. 

O 3D Touch – uma das principais novidades do dia – funciona na tela inicial do iOS 9. Ao tocar no ícone da câmera, por exemplo, um submenu é aberto com as opções de tirar uma foto com a câmera principal ou fazer uma selfie com a câmera frontal. O recurso também estará presente em aplicativos compatíveis.

iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)iPhone 6S com Force Touch (Foto: Reprodução/Apple)


Os iPhones da geração 2015 contam com uma nova câmera principal, que pulou de 8 megapixels para 12 megapixels. São 50% mais pixels do que no iPhone 6 e iPhone 6 Plus, segundo o vice-presidente de marketing Phil Schiller. Já a câmera frontal (para selfies) tem 5 megapixels.

Schiller assegurou que as fotos têm cores mais vivas e menos ruído em ambientes pouco iluminados. Durante o evento foi exibida uma foto em panorama com 63 megapixels. Para chegar a este resultado, os smartphones receberam um sensor de imagens maior.

Os vídeos, por sua vez, são capturados em 4K.

iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)iPhone 6 e iPhone 6S tem sensor de digitais (Foto: Reprodução/Apple)

Entre as novidades apresentadas hoje ainda está o Wi-Fi e a rede 4G LTE mais velozes e um revestimento em vidro “mais forte”. O sensor de digitais Touch ID foi melhorado, chegando à segunda geração com reconhecimento mais ágil da identidade do usuário.

Os celulares da Apple serão vendidos em uma nova cor: o rosado (ou ouro rosê, como setores da imprensa especializada estão chamando). Os acabamentos em dourado, prata, cinza espacial e preto também estão mantidos.

Com os anúncios de hoje, a linha de produtos da Apple para celulares passa a seguir os seguintes preços sugeridos:

– iPhone 6S: a partir de US$ 199;

– iPhone 6S Plus: a partir de US$ 299;

– iPhone 6: a partir de US$ 99;

– iPhone 6 Plus: a partir de US$ 199;

– iPhone 5S: gratuito.

Vale lembrar que os valores são para o mercado americano, quando o consumidor assina um contrato de fidelidade com alguma operadora local.

iPhone 6S (Foto: Reprodução/Apple)iPhone 6S e 6S Plus têm design que segue a mesma linha do iPhone 6 e 6 Plus (Foto: Reprodução/Apple)

iPhone e muito mais: os lançamentos da Apple que mudaram o mundo

As encomendas do iPhone 6S e iPhone 6S Plus começam em 12 de setembro. A data de lançamento oficial (com a entrega dos produtos) será em 25 de setembro nos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e China, entre outros países. Até o fim do ano, os produtos chegarão a 130 nações, de acordo com a Apple.

A companhia não citou o preço e disponibilidade para Brasil durante o keynote.

O sistema iOS 9 poderá ser baixado a partir de 16 de setembro.

iPad Pro com tela de 12,9" e Apple Pencil

“Nós nos perguntamos como poderíamos levar o iPad ainda mais adiante.” Com essas palavras, Tim Cook apresentou o iPad Pro com 12,9 polegadas (são 5,6 milhões de pixels na tela Retina Display). Segundo ele, é a maior renovação do tablet desde ele foi lançado.

iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)iPad Pro comporta teclado virtual em tamanho natural (Foto: Reprodução/Apple)



iPad Pro tem tela de 12,9” e canetinha stylus Apple Pencil

Os filmes são mais “cinemáticos” e os jogos, “mais imersivos”. Ele é mutitouch, como já é de costume nos produtos da empresa, e conta com um teclado virtual “em tamanho natural”.

O processador Apple A9X continua lendo a arquitetura de 64 bits. Ele é 1,8 vez mais veloz do que o chip anterior, o A8X. Pelas contas da Apple, o poder de processamento do iPad cresceu 22 vezes desde que o primeiro tablet foi anunciado.

O iPad Pro pesa 721 gramas e tem espessura de 6,9 mm – pouco maior do que o iPad Air. A promessa é de 10 horas de autonomia de bateria, para que os consumidores possam usá-los durante o dia inteiro. Há ainda quatro alto-falantes posicionados em cada extremidade, para que a qualidade de áudio seja a maior.

iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)Apple Pencil é a canetinha stylus que acompanha o iPad Pro (Foto: Reprodução/Apple)

Para utilizá-lo com mais praticidade, a Apple revelou uma canetinha do tipo stylus similar à S-Pen que a Samsung vende junto com os celulares da linha Note – incluindo o Galaxy Note 4. A Apple Pencil possui sensores de pressão.

Completando os recursos do tablet, o iPad Pro conta com um novo tipo de conector na lateral. Ele tem três pinos e possibilita transmissão de dados e de energia, além de servir como ponto de contato magnético. A modificação foi necessária para a adição do Smart Keyboard, “teclado inteligente” similar ao do Microsoft Surface.

O iPad Pro será vendido em três modelos:

– Wi-Fi e 32 GB por US$ 799

– Wi-Fi e 128 GB por US$ 949

– Wi-Fi, telefonia celular e 128 GB por  US$ 1.079

Os consumidores terão à disposição três acabamentos: preto, dourado e cinza espacial.

Os acessórios também serão vendidos à parte:

– Apple Pencil por US$ 99

– Smart Keyboard por US$ 169

Apple TV

iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)

A nova geração da Apple TV passou por um redesign de seu visual e ganhou suporte à assistente pessoal Siri. Na prática, os espectadores poderão falar com a TV na hora de escolher um programa televisivo ou seriado. O papel de parede ficou interativo e acompanha o momento do dia – pela manhã, imagens mais animadas; e à noite, paisagens mais bucólicas.

“Nós acreditamos que o futuro da TV está nos apps”, disse Tim Cook. Por isso mesmo, ele anunciou uma App Store específica para o set-top box. Desenvolvedores de aplicativos poderão usar ferramentas da própria Apple para criar software para o tvOS, o sistema da Apple TV.

Apple Watch e watchOS 2

Conforme já era esperado, o Apple Watch ganhou dois novos acabamentos: dourado e rosa (ou ouro rosê, como alguns órgãos de imprensa vêm chamando). Os modelos terão os mesmos preços dos produtos atuais. A Apple também anunciou uma versão em vermelho do Watch, como parte da iniciativa filantrópica “Red Product”. Eles começaram a ser vendidos nesta quarta-feira (9).

iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)Apple Watch com acabamento vermelho (Foto: Reprodução/Apple)


“É incrível ver todo o poder que você tem no seu próprio pulso”, disse Tim Cook.

Sistema que roda no Apple Watch, o watchOS receberá atualizações com novos visuais para a primeira tela e também dados de trânsito em tempo real. De acordo com a Apple, existem 10 mil apps compatíveis com o relógio inteligente para download. A aposta da empresa passa a ser os aplicativos “universais” – um mesmo arquivo que funciona tanto no iPhone quanto no smartwatch.

iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)Facebook Messenger no Apple Watch (Foto: Reprodução/Apple)


Um dos apps demonstrados no evento foi o iTranslate. Ele utiliza o microfone do próprio celular para traduzir frases e apresentar o significado na tela do relógio. O Facebook Messenger, popular mensageiro mantido pelo Facebook, também ganhou uma versão para o relógio.

iPhone Apple (Foto: Reprodução/Apple)Apple Watch com tira em couro, produzida pela Hermès (Foto: Reprodução/Apple)

Para dar um toque “premium” ao relógio, a Apple anunciou uma parceria com a empresa de itens de moda Hermès. Os smartwatches terão uma tira de couro que dá duas voltas no pulso e a tela inicial conta com o padrão visual característico da marca. Os modelos serão vendidos em algumas lojas da Apple a partir de outubro.

OS X El Capitan com data de lançamento

A Apple dedicou parte do keynote para falar sobre a próxima atualização do OS X, chamada de OS X El Capitan. O sistema vai chegar aos Macs em 30 de setembro. Entre as novidades estão o visual mais refinado e a nova tipografia do sistema, em homenagem à cidade de San Francisco.

Nova versão do OS X pode ser baixada a partir do dia 30 de setembro (Foto: Reprodução/Apple) (Foto: Nova versão do OS X pode ser baixada a partir do dia 30 de setembro (Foto: Reprodução/Apple))Nova versão do OS X pode ser baixada a partir do dia 30 de setembro (Foto: Reprodução/Apple)


De olho na segurança, o El Capitan ganhou um novo sistema desenhado para impedir que alguns apps modifiquem pastas, processos e arquivos, mesmo que possuam as permissões de usuário.