Sistemas Operacionais

07/01/2016 17h21 - Atualizado em 07/01/2016 19h47

Microsoft manda recado para usuários Windows 7: 'por conta e risco'

João Kurtz
por
Para o TechTudo

O chefe de marketing da Microsoft, Chris Capossela, alertou os usuários do Windows 7 de que eles devem continuar usando o software “por sua própria conta e risco”. Isto acontece por que a versão antiga é menos segura e oferece menor compatibilidade com aplicativos e hardwares novos, que foram otimizados para edições mais modernas do sistema operacional.

Como forçar o download e a instalação do Windows 10 no seu computador

O alerta foi dado ainda no dia 23 de dezembro de 2015, quando ele recomendou que os usuários migrassem para o Windows 10. A repercussão, no entanto, dominou os assuntos mais comentados na Internet neste início de 2016, logo após a Microsoft anunciar que o Windows 10 chegou a 200 milhões de PCs após uma ajudinha nas vendas durante a Black Friday, com novos computadores nas casas.

Windows 7 não é seguro o suficiente, segundo chefe de marketing da Microsoft (Foto: Reprodução/Microsoft)Windows 7 não é seguro o suficiente, segundo chefe de marketing da Microsoft (Foto: Reprodução/Microsoft)

A declaração foi feita no podcast Windows Weekly, especializado em notícias referentes ao sistema operacional, após seu apresentador, Paul Thurrott, comentar que diferentes usuários estavam se sentido intimidados pelo botão de atualização do Windows 10 em versões antigas, sem saber se ela era obrigatória ou se poderiam continuar com sua edição atual.

Atualização do Windows 10 funciona em computadores com software pirata? Veja no Fórum do TechTudo. 

Segundo Capossela, a segurança e a compatibilidade com novos modelos de hardware seriam as duas vantagens do Windows 10 em relação aos antecessores, e deveriam ser suficientes para incentivar os usuários a atualizarem seus computadores.

“Nós nos preocupamos quando as pessoas usam um sistema operacional que tem dez anos de idade, que pode dar problemas com a próxima impressora ou jogo que eles comprarem, que não funcionam em máquinas antigas”, justifica.

Sabemos que existem usuários que precisam de um empurrão 
Chris Capossela, Microsoft

Fragmentação do Windows

O executivo também revelou que uma das prioridades da Microsoft é acabar com a fragmentação do Windows, que faz com que vários computadores em todo o mundo continuem usando as versões antigas.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tech no Android ou iPhone

“Nós achamos que toda máquina capaz de usar o Windows 10 deveria fazê-lo e estamos fazendo o possível para que as pessoas migrem para a nova versão. Nós estamos procurando o balanço correto, mas sabemos que existem usuários que precisam de um empurrão”, afirma.

Via Windows Weekly e Forbes