Navegadores

29/02/2016 11h23 - Atualizado em 29/02/2016 14h25

Baidu Browser e outros apps vazam dados dos usuários, diz pesquisa

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

O envio de dados pessoais de usuários dos diversos aplicativos do Baidu foram interceptados, com certa facilidade, por uma empresa de segurança canadense. A Citizen Lab detectou que, entre os programas afetados, estão os navegadores para celulares e Windows 10, outros aplicativos da desenvolvedora chinesa e até apps de terceiros, criados com as ferramentas de desenvolvimento para Android do Baidu.

Baidu ou Google? Veja qual buscador é melhor e mais fácil de usar

Os dados enviados pelos aplicativos como o Baidu Browser ao Baidu envolvem localização do usuário, bem como detalhes mais sensíveis, como informações referentes a pesquisas realizadas na Internet e sites visitados. Respondendo às questões dos especialistas, o Baidu confirmou apenas que coleta esses dados e faz uso deles comercialmente.

Baidu admite coletar dados sobre seus usuários (Foto: Reprodução/Baidu)Baidu admite coletar dados sobre seus usuários (Foto: Reprodução/Baidu)

Os problemas mais graves foram encontrados nos navegadores. No caso do Windows, o app informa o Baidu sobre todos os sites visitados pelo usuário, números de série de componentes do computador e até o endereço MAC da máquina. Entretanto, a falha mais grave é a de que o aplicativo tolera a execução de patches sem assinatura digital: na prática, isso significa que um vírus, disfarçado de atualização, pode ser executado inadvertidamente pelos usuários, causando danos graves.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Apesar de admitir que faz uso comercial de todo o tipo de informação pessoal que coleta, o Baidu prometeu que, até maio, todos os aplicativos afetados pela criptografia de baixa qualidade serão atualizados para empregar proteções mais robustas.

Na prática, isso significa que o Baidu reconhece que coleta dados sobre seus usuários e que se compromete a torna-los mais difíceis de serem obtidos por invasores, mas não vai parar de transformar privacidade em mercadoria.

A Citizen Lab afirma ter entrado em contato com o Baidu em novembro de 2015, alertando sobre os problemas. Segundo os especialistas, depois de algumas conversas, o Baidu se comprometeu a eliminar todos as falhas de segurança relativas ao baixo nível de criptografia até 14 de fevereiro.

O que acha do Baidu? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo. 

Entretanto, ainda de acordo com o levantamento dos canadenses, pouco foi feito para eliminar os problemas, já que dados pessoais dos usuários ainda podem ser interceptados sem muito esforço, mesmo em versões atualizadas dos navegadores da empresa chinesa. No caso da versão Android do browser, até o IMEI do smartphone continua facilmente acessível a partir de interceptação de dados do navegador.

Como o Baidu confirmou que obtém e vende esse tipo de informação a respeito dos seus usuários, a melhor saída para quem não quer arriscar ter seus dados comercializados é reconsiderar o uso dos apps dos chineses.

Via Tech Week Europe, Citizen Lab 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Lorenzo Kullman
    2016-03-07T09:44:10

    O que esperava de um aplicativo feito por uma empresa que opera sob a chancela de uma ditadura monopartidária?

  • Geraldo Gomes
    2016-02-29T18:32:49

    Baidu e tudo que vem junto é uma praga.

  • Thulio Santos
    2016-02-29T14:27:09

    Que novidade kkkkkkk