Celular

09/03/2016 07h00 - Atualizado em 09/03/2016 07h00

Entenda o design modular do LG G5 e conheça seus acessórios

Elson de Souza
por
Para o TechTudo

A LG inovou durante o MWC 2016 com o lançamento do LG G5. O celular se tornou o primeiro smartphone com design modular produzido por uma grande marca e com previsão de chegar a lojas do mundo inteiro. Com corpo de metal, o telefone tem a parte inferior removível - para trocar a bateria ou adicionar funções extras.

LG inova e lança LG G5 com bateria modular e três câmeras no MWC 2016

O esquema modular permite aos celulares receber peças adicionais, para garantir melhor desempenho. Junto do novo aparelho, a empresa coreana aproveitou para lançar acessórios que dão "superpoderes" ao LG. Quer entender como o design modular funciona? A gente te explica aqui no TechTudo.

LG G5 tem design modular que permite a expansão de funções do aparelho (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)LG G5 tem design modular que permite a expansão de funções do aparelho (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

-O que é o design modular?

Ao comprar um smartphone, estamos acostumados a enxergá-los como um produto finalizado. Por exemplo, um Galaxy S7 terá sempre as mesmas características - com possibilidade de mudança no espaço interno com um cartão de memória. Com isso, se o cliente quiser uma câmera melhor, terá que comprar outro celular.

Um telefone modular, porém, acaba com essa ideia de produto fechado, permitindo modificações mais imediatas no smartphone. A proposta é que o usuário substitua peças de acordo com a necessidade, sem ter que comprar outro modelo. Esse é um cenário próximo do que ocorre com os PCs, que possibilitam trocar componentes devido a problemas técnicos ou em busca de maior desempenho. 

Apesar da surpresa, a LG não é a única fabricante a desenvolver a tecnologia. Outras empresas têm projetos de celulares modulares há algum tempo. O holandês Fairphone e o finlandês PuzzlePhone, por exemplo, são iniciativas de duas pequenas companhias. O Fairphone, inclusive, já está à venda por 525 euros (R$ 2,3 mil, na cotação atual).

Entre os grandes nomes, o Google desenvolve um telefone totalmente modular batizado de Project Ara, cujas trocas vão do processador à câmera. No entanto, o teste com o modelo foi adiado e ainda não há previsão de lançamento. Com isso, o LG G5 é o primeiro passo comercial de uma fabricante de peso nesse sentido.

Falha nos contatos magnéticos pode ser a responsável pelo atraso no lançamento do Project Ara (Foto: Divulgação/Project Ara) (Foto: Falha nos contatos magnéticos pode ser a responsável pelo atraso no lançamento do Project Ara (Foto: Divulgação/Project Ara))Project Ara: Google desenvolve projeto de celular modular (Foto: Divulgação/Project Ara)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Como o design modular funciona no G5?

Na parte inferior há um pequeno botão físico com o qual é possível destravar e soltar uma parte do telefone, juntamente com a bateria. Os dois componentes podem ser substituídos: a bateria vazia por outra com a carga cheia; e a peça inteira por um módulo com funções específicas, como controlador da câmera digital ou som em alta definição.

Módulos e bateria do LG G5 trazem setas que indicam onde o encaixe deve ocorrer (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Módulos e bateria do LG G5 trazem setas que indicam onde o encaixe deve ocorrer (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

A grande vantagem para o consumidor é que ele não precisará decidir entre variantes do telefone, algo que a Samsung já fez com o Galaxy S4 Zoom, focado em fotografia. Basta comprar o smartphone básico e adicionar a função desejada através dos módulos. As trocas, aliás, são ilimitadas e um mesmo aparelho pode ter mais de um acessório ao mesmo tempo.

Os módulos do LG G5 precisam sempre estar acompanhados da bateria do telefone, já que a carga, obviamente, não pode deixar de ser inserida. Para ajudar o usuário, há setas indicativas no local em que o encaixe deve ser feito. 



Bateria adicional de 2.800 mAh

Bateria do G5 pode ser desencaixada e trocada por outra em segundos (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Bateria do G5 pode ser desencaixada e trocada por outra em segundos (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

Quando a bateria do Galaxy S6 ou do iPhone 6S acaba, as opções são duas: carregar o celular na tomada ou andar com um carregador portátil. Os donos do LG G5, no entanto, vão poder andar com uma bateria extra na bolsa para possíveis trocas. Essa é uma prática interessante que caiu em desuso no últimos anos, graças à adoção de smartphones com design mais fino. 

Quais os prós e contras da bateria removível do LG G5? Comente no Fórum do TechTudo.

LG Cam Plus

Demonstrado durante o MWC, o Cam Plus traz a experiência de câmera digitais para os usuários mais exigentes. Para isso, o módulo conta com diversos botões dedicados, seja para a captura de imagens, vídeos, zoom giratório, além de LED indicador. Há ainda a adição de funções avançadas como travamento de exposição e Auto Focus. Por fim, o acessório adiciona uma carga extra de 1.200 mAh e facilita a pegada do LG G5 ao torná-lo mais ergonômico para tirar fotos durante muito tempo. 

LG G5 com Cam Plus 2 (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)LG Cam Plus adiciona botões e funções específicas para tirar fotos (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

LG Hi-Fi Plus com B&O Play

LG Hi-Fi Plus pode aumentar qualidade sonora do telefone ou funcionar como DAC externo (Foto: Reprodução/LG)LG Hi-Fi Plus pode aumentar qualidade sonora do telefone ou funcionar como DAC externo (Foto: Reprodução/LG)

O LG G5 já chega de fábrica com alto-falantes potentes, mas o Hi-Fi Plus é um módulo que pretende melhorar ainda mais essa característica. Ao encaixá-lo na parte inferior, o módulo passa a funcionar como um conversor DAC com sons mais apurados e reais do que o encontrado no telefone. Além de funcionar com o novo top da LG, o Hi-Fi Plus pode ser usado como um DAC externo para qualquer celular ou computador.

Ainda é só o começo

O design modular permitirá que a LG faça melhorias para o LG G5 mesmo com o celular já lançado, bastando apenas construir novos módulos. Entre as ideias que podem ser aproveitadas no futuro estão o projetor de tela e slides, scanner 3D, HD externo, tela auxiliar de e-ink e diversas outras. Por enquanto, a fabricante ainda não revelou se o LG G5 vai ser compatível com peças de terceiros ou se vai manter exclusividade com os próprios produtos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Abner
    2017-01-26T10:40:40

    Ué ..... fiquei meio confuso, esse lançamento foi apenas para mostrar que pode trocar bateria e adicionar alguma peça a mais.... então poderia fazer a matéria em cima das peças adicionais e nao da bateria, se eu quiser trocar de bateria desligo o cel e coloco outra normalmente..... tenho um G3 e duas baterias, não a novidade nisso.

  • Bruninho Guimaraes
    2016-03-09T14:46:50  

    Que bosta...vou de s7 mesmo...já vem com tudo que preciso...e se precisarele orar oq já eh otimo...compro o s8 qdo sair...ideia tosca

    recentes

    populares

    • Bruninho Guimaraes
      2016-03-09T14:46:50  

      ai que menina revoltada

    recentes

    populares

    • Bruninho Guimaraes
      2016-03-09T14:46:50  

      kkkkkkkkkkk

  • Sandro Santos
    2016-05-21T08:33:53

    Estao reinventando a roda. Kkkk. A única coisa que essa matéria me mostrou é que posso tirar a bateria e reaproveitá-la em outro corpo.

  • Ana Oliveira
    2016-03-10T20:17:36

    Vazou o preço do LG G5 na Fast Shop, tava R$ 6.543,20, mas já tiraram da pagina.

  • Bereba
    2016-03-10T07:12:15  

    Nenhuma novidade, os celulares eram asssim. Vc podia trocar a bateria com problemas, ou vc podia trocar a bateria por outra de maior capacidade ou podia trocar por outra com vibra-call, que não era nativo de alguns celulares. Eles só estão reivantando o que já existia no passado.

    recentes

    populares

    • Bereba
      2016-03-10T07:12:15  

      No passado só podíamos trocar a bateria, pois não existia mais nada a ser trocado....

  • Rafael Soares
    2016-03-09T13:45:04

    Curti sim.