Sistemas Operacionais

16/07/2016 07h00 - Atualizado em 16/07/2016 10h03

FISL 17: programador alemão ensina como libertar seu Android de apps Google

Giordano Tronco
por
do FISL 17

O alemão Torsten Grote é programador e ativista do software livre. Uma de suas grandes preocupações é a falta de controle que as pessoas têm sobre seus próprios aparelhos celulares. Junto com a Free Software Foundation Europe, Grote lançou a campanha “Free Your Android” (Liberte Seu Android) para ensinar às pessoas como utilizar seus celulares Google de forma segura e livre.

Tudo sobre o FISL

O TechTudo aproveitou a passagem de Grote pela 17ª edição do FISL — Fórum Internacional Software Livre, evento de tecnologia livre que vai de 13 a 16 de julho em Porto Alegre — para bater um papo com o programador e pegar umas dicas de como “libertar celulares"; confira.

Torsten Grote no FISL17 (Foto: Giordano Tronco)Torsten Grote no FISL17 (Foto: Giordano Tronco/TechTudo)

TechTudo: Como surgiu o “Liberte seu Android”?

Torsten Grote: Eu sou um ativista do software livre há muito tempo. No começo dos smartphones, não havia muitas opções livres. Eu comprei o meu primeiro celular Android em 2011 e, tanto naquela época como hoje em dia, há aplicativos [nativos] que vêm com o Android e você não consegue deletar. Eu não gosto disso, e fui atrás do que poderia ser feito a respeito.

TT: E como você fez para libertar o seu Android?

Torsten Grote: O núcleo do Android OS é software livre. Por isso, é possível modificá-lo. Tem pessoas que desenvolveram modificações do sistema operacional, como o CyanogenMod, que é o que eu uso. Para instalá-lo, você precisa remover o sistema operacional do seu celular e então colocar esse outro no lugar. Assim, dá pra escolher se você quer os aplicativos do Google ou não.

TT: Como se faz para atualizar um Android modificado? 

Torsten Grote: Um sistema operacional sem atualizações é bem perigoso, podem aparecer brechas de segurança que não são fechadas. Com o CyanogenMod há uma comunidade atualizando constantemente o software. Você pode programar as atualizações.

TT: E funciona em qualquer celular?

Torsten Grote: Não. No Brasil, alguns smartphones não suportam. Os modelos de celular mais baratos e os modelos para dois chips não suportam. São celulares desenvolvidos para o público brasileiro, e não são compatíveis com outros sistemas operacionais. Mas todos [os celulares] da Motorola são compatíveis, porque são celulares iguais em todos os lugares do mundo.

Torsten Grote (Foto: Divulgação/Camila Cunha - FISL)Torsten Grote (Foto: Divulgação/Camila Cunha - FISL)

TT: E nos casos onde não é possível instalar outro sistema operacional?

Torsten Grote: Mesmo que você tenha um celular com Android original, você não precisa usar os aplicativos do Google. A outra parte de libertar o meu Android é que eu não tenho aplicativos do Google Play Store. Eu uso o F-Droid, um catálogo de aplicativos de código aberto, que não capturam informação para publicidade ou qualquer outro fim. Você tem que baixar o F-Droid do site, porque ele não existe na Google Play.

Eu não tenho o Google Play Store e sobrevivo 
Torsten Grote

TT: Qual a vantagem de usar esses aplicativos livres?

Torsten Grote: Muitos aplicativos espionam você. Eles sabem o que você faz, quanto tempo você fica olhando para uma tela específica, onde você clica, e usam essa informação para otimizar o aplicativo. O F-Droid não espiona, e é tudo de graça. O Google atualiza os aplicativos instalados no seu celular sem você saber. Eu não gosto disso, me assusta.

TT: Você pode falar sobre alguns aplicativos livres que substituem proprietários?

Torsten Grote: Claro. Em vez do Google Maps, eu utilizo o OsmAnd, que tem a vantagem de funcionar sem Internet, só com o GPS. São os próprios usuários que o atualizam, então há países onde os mapas são até mais completos que os do Google Maps. Em vez do Gmail, eu uso o K-9 Mail. Eu uso o Twidere em vez do aplicativo oficial do Twitter, que também permite baixar os tuítes para ler offline. Todos estão disponíveis no F-Droid. Eu não tenho o Google Play Store e sobrevivo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • José Marcos
    2016-07-17T10:08:23  

    Fala sério, quem não gosta de dar uma espiandinha, de vez em quando!!!!!!

    recentes

    populares

    • José Marcos
      2016-07-17T10:08:23  

      O que é isso?

  • Andre
    2016-07-21T16:05:08

    Baraio...... grande matéria (rsrsrs)...... trocar a rom original por uma modificada..... baixar apps de uma loja não oficial..... aí depois dou razão a quem diz que o Android tem falha de segurança e trava muito......

  • Willians Pretinho
    2016-07-17T15:22:11  

    O Google vive de propraganda e etc, se se livrar totalmente ela abandona o sistema ai eu quero ver, acho engracado ela cria e as pessoas querem se livrar de seus aplicativos k, entao cria um sistema operacional e aplicativos pra ele

    recentes

    populares

    • Willians Pretinho
      2016-07-17T15:22:11  

      Se o google sair outra empresa toma o lugar dela, com aplicativos até melhores.

    recentes

    populares

    • Willians Pretinho
      2016-07-17T15:22:11  

      Isso nao e justo, ai a outra cria e vcs boicotam, fazem a msm coisa

  • Fabio Silva
    2016-07-17T07:17:27

    A gigante da internet também é a giganteda espionagem

  • Raphael Juliana
    2016-07-17T08:24:23

    Logo começa uma espionagem através desses outros similares.