Smartwatches

05/10/2016 06h00 - Atualizado em 05/10/2016 11h36

Cinco anos sem Steve Jobs: reveja os lançamentos da Apple no período

Gabriel Ribeiro
por
Para o TechTudo

Há exatos cinco anos, o mundo da tecnologia perdeu um dos seus maiores ícones: Steve Jobs, um dos fundadores da Apple. Ele esteve por trás de uma das maiores ascensões empresariais da História e ajudou a construir um legado com produtos que mudaram a forma como as pessoas lidam com os seus dispositivos de tecnologia, como o iPod, o iPhone e o iTunes.

O atual CEO, Tim Cook, assumiu a missão de tocar a empresa após a morte do seu principal líder. O temor era de que a Apple perderia a sua essência. E, de fato, muita coisa mudou. Relembre alguns dos principais aparelhos e serviços lançados pela Apple nestes anos sem Jobs.

Testamos o iPhone 7, o celular da Apple com botão Home renovado

Fundador da Apple morreu em 5 de outubro de 2011 (Foto: Divulgação/Apple)Fundador da Apple morreu em 5 de outubro de 2011 (Foto: Divulgação/Apple)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

iPhones em diferentes tamanhos

Steve Jobs era conhecido por sua personalidade forte – não hesitava em bater de frente com os próprios funcionários e o conselho administrativo da empresa. E, claro, também com os analistas de mercado. Enquanto algumas marcas (em especial a Samsung), com certo sucesso, já lançavam smartphones com tela acima de 5 polegadas, a Apple se manteve firme em oferecer um modelo único anualmente, com somente uma opção de tamanho de tela – inicialmente de 3,5 polegadas, e depois 4,0 polegadas.

Três anos após a morte dele, foi apresentado o iPhone 6 Plus. O modelo que colocou a marca da maçã no mercado de smartphones com telas maiores – no qual se mantém até hoje, com o iPhone 7 Plus – traz uma tela de 5,5''.

iPhone 6 Plus, da Apple, conta com super memória (Foto: Lucas Mendes/TechTudo) (Foto: iPhone 6 Plus, da Apple, conta com super memória (Foto: Lucas Mendes/TechTudo))iPhone 6 Plus foi o primeiro celular da Apple com tela de 5,5'' (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)


iPhones mais baratos

O iPhone sempre se manteve na categoria de smartphones premium. Porém, após a morte de Jobs, a Apple apostou em um aparelho voltado para mercados emergentes, mais baratinhos. O iPhone 5C foi lançado em 2013 e trouxe algumas  características diferentes das adotadas pela empresa até então. Como a carcaça toda em plástico e cores mais vivas, como azul e rosa. Nos EUA o aparelho podia ser comprado por US$ 100 (aproximadamente R$ 325, pelo câmbio de hoje) em um plano com a operadora. No Brasil, o dispositivo foi lançado por R$ 1.999.

Em 2016, a Apple também deu seguimento aos iPhones mais em conta. A empresa lançou o iPhone SE, um modelo que trouxe um design antigo – do iPhone 5S – e preço mais modesto. O smartphone foi lançado nos EUA por US$ 399 (cerca de R$ 1.300). No Brasil, o dispositivo chegou custando R$ 2.699 e pode ser encontrado por R$ 2.499 atualmente.



Caneta stylus

Em 2007, Jobs declarou publicamente no lançamento do primeiro iPhone que as pessoas não precisavam de uma caneta stylus. Porém, a empresa contrariou o pensamento do seu fundador e se rendeu ao acessório. A Apple Pencil foi lançado em 2015 junto com o iPad Pro e nada mais é do que uma canetinha stylus com alguns recursos extras. O acessório da Apple é capaz de sentir a pressão e oferecer mais precisão ao trabalhar junto com a tela do novo iPad.

Apple Watch

Outro dispositivo lançado após a era Jobs foi o Apple Watchque conta com uma nova geração, lançada em 2016. O relógio inteligente chegou de forma tardia ao mercado e não trouxe recursos empolgantes. Com isso, o dispositivo não atingiu o sucesso de outros produtos da marca. Em setembro foi anunciado o Apple Watch Series 2, segunda geração do acessório, desta vez com maior resistência à água.

Apple Watch (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)O Apple Watch não teve tanto sucesso quanto os outros produtos da Apple (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Apple Music

O Apple Music também entra na categoria de serviços/produtos lançados pela Apple de forma tardia. Muito tempo depois de outros concorrentes como o Spotify e Deezer já dominarem o mercado, a Maçã resolveu apostar no streaming de música. A diferencial do serviço foi aliar o extenso catálogo vindo do iTunes, a influência que a empresa tem com os artistas e gravadoras e uma espécie de curadoria feita por profissionais.

Siri

A Siri fazia parte de uma empresa independente e foi comprada pela Apple em 2010. Em 2011, um dia antes da morte de Jobs, a assistente pessoal foi apresentada junto com o iPhone 4S. A proposta da Siri era muito boa, na teoria. Mas, na prática, o resultado foi outro. Isso porque a assistente pessoal do iOS ficou atrás de outros concorrentes como o Google Now e a Cortana, da Microsoft, que tiveram uma melhor integração com o sistema. Isso promete mudar com o recém-lançado iOS 10, já que só agora a assistente pessoal pode ativar funções em aplicativos.

[marca] WhatsApp e Siri (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)Siri ficou mais inteligente no iOS 10 e permite integração com apps de terceiros (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Beats

Em 2014, a Apple comprou a fabricante de itens de áudio Beats por cerca de R$ 6,7 bilhões, a maior transação sob o comando de Tim Cook. A compra da empresa teve dois principais motivos: abocanhar uma fatia do mercado de fones, que passaram de ser um simples acessório para se tornar símbolo de status e pelo Beats Music, que posteriormente serviria de base para Apple Music. Será que Jobs aprovaria a compra?

Apple Pay

Durante a gestão de Tim Cook, a empresa também lançou um serviço de pagamentos via celular. O Apple Pay utiliza o NFC presente nos iPhones (a partir do 6) e no Apple Watch. O serviço utiliza o Touch ID – biometria  para autorizar a transação.

Design

Um dos pontos onde a Apple foi mais criticada na gestão de Tim Cook foi o design de alguns de seus produtos. Alguns deles como o novo Magic Mouse e a Apple Pencil, por exemplo, não permitem o uso quando estão sendo carregados. A Battery Case, capa com bateria extra introduzida no iPhone 6, também foi alvo de piadas na internet, por conta da ‘corcunda’ excessiva na parte traseira (onde fica a câmera).


A geração de produtos atual também foi bastante criticada: o iPhone 7 por causa da ausência da entrada tradicional para fones de ouvido, e os AirPods por conta do design de gosto duvidoso, que deixa o fone de ouvido sem fio saltado para fora da orelha. Vale destacar que o chefe de design da empresa é Jony Ive, o mesmo da era Jobs.

Bateria dos AirPods dura 5 horas, de acordo com a Apple (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)Design dos AirPods recebeu críticas por ter hastes, mesmo sem fio (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Atualização para o iOS 10, novo sistema da Apple, vale a pena? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Paulo
    2016-10-07T00:43:31

    infelizmente eles não inovam mais, apenas melhoram...

  • Edson Souza
    2016-10-05T11:05:26  

    ainda bem que essa criatura morreu PODRE de câncer! que queime pela eternidade no inferno!

    recentes

    populares

    • Edson Souza
      2016-10-05T11:05:26  

      tomem cuidado com as palavras, elas podem ser seu pior castigo

    recentes

    populares

    • Edson Souza
      2016-10-05T11:05:26  

      Edson, inútil!

  • Victor Corrêa
    2016-10-05T14:48:04  

    Na minha opinião, o Sr. Jobs está olhando lá de cima, balançando a cabeça e pensando: "putz... Nunca serão..."

    recentes

    populares

    • Victor Corrêa
      2016-10-05T14:48:04  

      graças a deus que os androids nunca serão essa modinha, de modinha defasada e superfaturada já basta o iphone, nos inclua fora dessa

    recentes

    populares

    • Victor Corrêa
      2016-10-05T14:48:04  

      aquele veio d\e\s\g\r\a\ç\a\d\o conseguiu adquirir uma legião de i\d\i\o\t\a\s que o apoiam, mesmo agora que ele esta no i\n\f\e\r\n\o, isso eu tenho que tirar o chapéu, o veio conseguiu mesmo enganar essas a\n\t\a\s

  • João Farias
    2016-10-05T10:12:39  

    Acho que faltou incluir o Ipad na frase la em cima. Todos sabemos que depois que ele foi lançado pela Apple foi quando começou as outras fabricantes a criarem os Tablets

    recentes

    populares

    • João Farias
      2016-10-05T10:12:39  

      Tablet não era novidade quando o ipad saiu.

    recentes

    populares

    • João Farias
      2016-10-05T10:12:39  

      João Farias, tablets já não eram novidade há algum tempo.

  • Joao Pereira
    2016-10-05T14:36:14

    e infelizmente a decadencia da empresa começou após a perda de Jobs, fui sexta na apple store do milênio mall e conversando com a vendedora sobre os produtos, ela mesmo externou a decepção , quando próprio funcionário externa isso, o que nós consumidores podemos pensar.

  • Discipulo Zebedeu
    2016-10-05T11:00:41  

    A visão que tenho, sendo leigo no assunto, é a seguinte, antes do Jobs morrer a Apple era uma marca diferenciada, com produtos únicos que todos copiavam. Atualmente ele se tornou uma marca pra massa, igual as outras concorrentes, talvez por pressão do próprio mercado, acionistas e por ai vai.

    recentes

    populares

    • Discipulo Zebedeu
      2016-10-05T11:00:41  

      É verdade... antigamente a cada apresentação a gente esperava uma surpresa e ela vinha... hj a cada apresentação só vemos atualizações dos produtos e confirmação de rumores

    recentes

    populares

    • Discipulo Zebedeu
      2016-10-05T11:00:41  

      copiada da mesma forma q antes

  • Ricardo L
    2016-10-05T12:13:25  

    não deviam nem publicar está matéria, pelo comentários a cultura por aqui é zero, ignorância regada a muita maldade. lixos

    recentes

    populares

    • Ricardo L
      2016-10-05T12:13:25  

      mais l\i\x\o é quem defende um e\s\c\r\o\q\u\e desses, que fez do marketing um meio de vida pra escravizar i\d\i\o\t\a\s

  • Izanami
    2016-10-05T12:45:51  

    Nem notei. Já as pessoas queridas que perdi, =O ...

    recentes

    populares

    • Izanami
      2016-10-05T12:45:51  

      eu também não notei

  • Roberto
    2016-10-05T13:27:52

    quem é esse careca s\a\f\a\d\o da foto ai de cima dessa materia?

  • Christyan Yury
    2016-10-05T13:19:41

    Um gênio, um visionário, uma pessoa em conflitos, essa é a melhor descrição que posso fazer sobre. A admiração que tenho por ele é imensa e seu exemplo de líder é um referência em absoluto, pecou e muito em vida tentando ser uma pessoa humana, mas deixou um legado enorme para todos nós humanos.

  • Luka Silva
    2016-10-05T12:44:27

    A criatividade da Apple morreu junto com o Steve, infelizmente.

  • Anderson Santana
    2016-10-05T12:21:03

    Não entendo pq quando mordemos a língua acidentalmente dói muito e quando mordemos de propósito não dói. Mas oq eu não entendo mesmo e pq vc está mordendo ela agora!

  • Hipocampo Nervoso
    2016-10-05T12:34:23

    Se tem uma pessoa que faz fala nesse mundo é o jobs. O cara é mito !!

  • Robson Silva
    2016-10-05T11:57:43

    Quem foi Infojobs ?

  • Kamylo
    2016-10-05T11:47:13

    A verdade é uma só, depois que morre, todo mundo vira bonzinho e santo. Tentem entrevistar os funcionários da Apple e veremos quais são suas opiniões.

  • José Santos
    2016-10-05T11:19:47

    Nunca ouvi falar nesse aí.

  • Isaias Ventura
    2016-10-05T11:18:43

    Steve Jobs morreu? Meu Deus!! Morreu quando?

  • Leonardo Albuquerque
    2016-10-05T09:45:00

    No início da matéria diz que na época de Steve enquanto as fabricantes já lançavam aparelhos com 5 polegadas ou mais a Apple manteve a fabricação de iphones com 4,7. O que não é verdade, pois quando Steve se foi a Apple ainda estava no iphone 4 que tinha 3.5 polegadas e depois ainda lançou o 4s com as mesmas 3.5 polegadas... esse número só foi mudado no ano seguinte com o iphone 5 que veio com 4 polegadas e os 4.7 só vieram com o iphone 6 em 2014.