25/11/2016 08h58 - Atualizado em 25/11/2016 20h06

Black Fraude? Descontos polêmicos sobem preços e produtos esgotam

João Kurtz
por
Para o TechTudo

Uma das grandes polêmicas da Black Friday Brasil 2016 está de volta: "a metade do dobro". Várias lojas que participaram da promoção no país ofereceram descontos polêmicos em seus sites, com quedas de preço duvidosas. O consumidor sentiu-se enganado e, nas redes sociais, começaram a surgir queixas de todos os tipos. Um termômetro do Reclame Aqui mostra que os principais problemas são propaganda enganosa e divergência de valores na hora da compra.

Black Friday 2016: guia completo e seguro do preço barato no Brasil

Situações como essa fizeram com que a data ganhasse, nos últimos anos, o apelido de “Black Fraude”. Sites de médio e grande porte foram acusados pelos consumidores de subir os preços antes do evento, para oferecer praticamente os mesmos valores sugerindo um desconto de mais de 50%. 

Reclame Aqui recebe maioria de queixas sobre propaganda enganosa na Black Friday (Foto: Reprodução/ReclameAqui)Reclame Aqui recebe maioria de queixas sobre propaganda enganosa na Black Friday (Foto: Reprodução/João Kurtz)

Durante a madrugada, usuários do Twitter, Facebook e também do Reclame Aqui enviaram uma série de denúncias sobre "promoções falsas", preços absurdos ou vendas que acabavam muito rápido.

1) Roteador TP-Link 150 Mbps com Antena TL-WR720N

Oferta da Kaboom se esgotou segundos após promoção (Foto: Reprodução/Kaboom)Oferta da Kaboom se esgotou segundos após promoção (Foto: Reprodução/João Kurtz)

Este produto foi oferecido por R$ 9,90 no Kabum, mas muitos usuários reclamam que, logo após a promoção ser iniciada, os estoques se esgotaram. Há registros em vídeo no Reclame Aqui (twitter.com/ReclameAQUI) de pessoas que tentaram fazer a compra enquanto a promoção estava ativa, mas não conseguiram. Segundo a loja (twitter.com/kabumcombr), isto ocorreu devido à alta demanda, que fez com que as mil unidades em estoque acabassem rapidamente.

2) Ar condicionado Split Inverter Philco

Ar condicionado era oferecido com preço original inflacionado (Foto: Reprodução/Reclame Aqui)Ar condicionado era oferecido com preço original inflacionado (Foto: Reprodução/João Kurtz)

O eletrodoméstico foi oferecido em algumas lojas, com Ponto Frio e Extra, com descontos de até 85%, o que significa que seu preço original podia ser superior a R$ 10 mil. Após a revelação do fato no blog do Reclame Aqui, as lojas removeram a informação equivocada de que desconto era de mais de 80% — informando o desconto real — ou pararam de oferecer o produto temporariamente.

3) Smart TV LED 40″ Samsung UN40J5300AGXZD

TV ficou mais cara durante evento na Submarino (Foto: Repdorução/Submarino)TV ficou mais cara durante evento na Submarino (Foto: Reprodução/João Kurtz)

O aparelho foi vendido durante a Black Friday por R$ 2.015,99 no Submarino. Entretanto, segundo monitoramento do site do Reclame Aqui, o preço médio do produto já era de R$ 1.976,76 antes da promoção, o que significa que ele ficou 2% mais caro durante o evento — e não teve desconto.

Em nota, o Submarino informou que "somente os produtos identificados com selo [Freak Out] participam das ofertas antecipadas da Black Friday. O produto “Smart TV LED 40" Samsung UN40J5300AGXZD Full HD com Conversor Digital 2 HDMI 2 USB Wi-Fi 120Hz” não tem selo e, portanto, não faz parte desta lista”. Entretanto, ao fazer uma busca pelo número de referência da TV, é possível encontrar outras ofertas, que incluem o selo, pelo valor de: R$ 2.199. 

4) iPhone SE

Telefone da Apple ficou mais caro durante a Black Friday (Foto: Reprodução/Fnac)Telefone da Apple ficou mais caro durante a Black Friday (Foto: Reprodução/João Kurtz)

O smartphone da Apple é anunciado na Fnac por R$ 2.249,00, o que representaria um desconto de 10% sobre o valor original. Os dados da Reclame Aqui, por outro lado, mostram que o aparelho custava, em média, R$ 2.205,52 antes da promoção. Isto representa um aumento de 1,97% do preço.

5) Smartphone Lenovo VIBE B

Preço do smartphone se manteve igual na Black Friday (Foto: Reprodução/Saraiva)Preço do smartphone se manteve igual na Black Friday (Foto: Reprodução/João Kurtz)

Outro telefone que é vendido com preço duvidoso, o modelo da Lenovo pode ser encontrado por R$ 351,12 na Saraiva, um desconto de 10% sobre o preço de R$ 549. A promoção não é das melhores segundo o Reclame Aqui, que registra o mesmo dispositivo a venda por preço idêntico na loja nos meses anteriores a Black Friday no país. Por isso, monitore a queda dos preços e compare. Use as dicas do TechTudo para encontrar as melhores promoções.

Encontrou descontos bizarros por aí? Compartilhe no Fórum TechTudo!