Redes sociais

23/11/2016 07h00 - Atualizado em 23/11/2016 10h20

RCS: 'SMS do futuro' tem funções para rivalizar com WhatsApp e iMessage

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

O Messenger, serviço de mensagens SMS do Google, acaba de receber suporte ao RCS. O chamado “SMS do futuro” foi liberado para uma pequena parcela de usuários, por enquanto apenas nos Estados Unidos, mas em breve deverá estar presente de forma padrão no aplicativo para Android.

A sigla vem do inglês “Rich Communication Services”, traduzido para o português como “Serviços de Comunicações Ricas”. O que o padrão RCS faz é adicionar uma série de funções extras ao SMS, muitas delas parecidas com as presentes no iMessage da Apple. Conheça, nas linhas a seguir, detalhes da tecnologia que promete rivalizar com o WhatsApp.

Google Allo envia SMS grátis para usuários quem não têm o app; saiba como

Messenger, mensageiro do Google, ganhou recursos RCS (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Messenger, mensageiro do Google, ganhou recursos RCS (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

História do RCS

O RCS começou a ser desenvolvido em 2007, numa iniciativa conjunta de alguns atores da indústria de comunicações, sob o nome de “Rich Communication Suite”. Entre as empresas estava a GSM Association (GSMA), que em fevereiro de 2008 viria a se tornar a reguladora do novo padrão. A entidade estabeleceu, então, um comitê diretor, que teve como principal tarefa definir, testar e integrar os diversos serviços no conjunto de aplicações conhecido como RCS.

Em maio de 2011, a organização alterou o nome para "Rich Communication Services" e lançou uma nova especificação, o RCS-e, em que o “e” vem de “enhanced” (aprimorado). O primeiro lançamento comercial foi feito em 2012, na MWC, por meio do aplicativo Joyn.

O mensageiro trouxe uma série de novidades para um serviço SMS, como a possibilidade de realizar vídeo chamadas em tempo real e compartilhar arquivos de diversos formatos. O serviço, que é atrelado às operadoras de telefonia, chegou a ser lançado no Brasil pela Claro, mas já foi descontinuado por aqui.

Tecnologia e recursos

No centro do RCS está a tecnologia IMS (de IP-Multimedia Subsystem, ou Subsistema Miltimídia IP). Ela consiste em uma arquitetura de framework que entrega protocolo de internet (IP) multimídia nos celulares, diferentemente do modelo tradicional, que fornece serviços de chamada através de uma rede de circuito comutada.

O fato de ser baseado em IMS possibilita que ele tenha uma série de recursos além dos apresentados pelo SMS, como o já mencionado compartilhamento de arquivos e chamadas de voz e vídeo via 4G (LTE). Além disso, o RCS permite enviar emojis e localização, compartilhar a tela do display, criar bate-papos em grupo, jogar games em chats e outras funcionalidades até então exclusivas de serviços como WhatsApp e Facebook.

SMS comum tem menos recursos que RCS (Foto: Luciana Maline/TechTudo)SMS comum tem menos recursos que RCS (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Ao contrário desses mensageiros, no entanto, o RCS tem como principal característica ser interoperável. Isso significa que ele funciona entre todas as implementações de rede, dispensando a instalação de um aplicativo nos celulares. Um serviço RCS vem configurado de fábrica no telefone, podendo ser desenvolvido pela operadora de telefonia ou por terceiros, e pode se comunicar com qualquer aparelho.

Como enviar uma mensagem de texto SMS grátis? Descubra no Fórum do TechTudo.

Google e RCS

O empreitada do Google na popularização do RCS teve início em setembro de 2015, quando a gigante de buscas comprou a Jibe Mobile, startup que ajuda operadoras a criarem serviços baseados no novo padrão de mensagens. Já em fevereiro de 2016, a desenvolvedora estava anunciando uma iniciativa para popularização do RCS, contando com a participação da GSMA e diversas companhias telefônicas, como TIM, Vodafone e Sprint, entre outras. Todas as empresas em questão usam o cliente universal para Android desenvolvido pela Jibe.

Durante a Code 2016, respondendo a uma jornalista do Backchannel, o atual CEO do Google, Sundar Pichai, disse: “Estamos trabalhando com operadoras para evoluir a plataforma, então teremos um padrão de mensagens interoperável.”

Google é o principal impulsionador do padrão RCS (Foto: Divulgação/GSMA)Google é o principal impulsionador do padrão RCS (Foto: Divulgação/GSMA)

Na prática, o movimento significa que o Google poderá forçar um novo padrão ao mercado devido ao grande número de dispositivos Android vendidos – o sistema atualmente representa mais de um bilhão de usuários em todo o mundo. A empresa de Mountain View afirma que a aplicação pode ser implementada por outros sistemas operacionais, mas as concorrentes Apple e Microsoft precisariam topar, o que é improvável.

RCS hoje

Nas primeiras versões, o RCS criou as definições para o enriquecimento de voz e bate-papo com compartilhamento de conteúdo, adicionou acesso à banda larga aos recursos, determinou que aparelhos de banda larga são dispositivos primários e incluiu suporte ao LTE. A versão mais recente é a RCS 6.0, que traz a capacidade de criar esboços em tempo real e alerta aos usuários quais ferramentas eles podem usar com cada contato, além das funções descritas no tópico “Tecnologia e recursos”.

Gráfico de 2016 com informações sobre RCS (Foto: Divulgação/GSMA)Gráfico de 2016 com informações sobre RCS (Foto: Divulgação/GSMA)

Como explicado anteriormente, o padrão RCS é projetado por e para operadoras de telefonia, assim como o SMS (o que implica na cobrança de tarifas por cada tipo de serviço). As empresas precisam ter a tecnologia habilitada e, no Brasil, apenas Claro e TIM atualmente dispõem do suporte. De acordo com estatísticas divulgadas pela GSMA em outubro deste ano, no mundo todo, há 49 operadoras capacitadas para o RCS, distribuídas por 36 países.

Ainda que os números estejam subindo, a tecnologia não está nem perto do alcance dos mensageiros mais populares do mercado. Em fevereiro, o WhatsApp anunciou ter ultrapassado a marca de 1 bilhão de usuários ativos por mês, e já é o aplicativo mais usado do Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Leandro Vm
    2016-11-24T01:36:01

    Pessoal o Black Friday tá chegando, cuidado pra não ser enganado. Sigo um grupo no Face que sempre posta as promoções que são realmente promoções. Pesquise por Ninho De Ofertas no facebook e entre no grupo pra não ser enganado pelas falsas promoções.

  • Eduardo Chaves
    2016-11-23T17:42:17

    não entendi nada

  • Leo Viegas
    2016-11-23T11:44:30  

    novidade seria mandar mensagem sem creditos

    recentes

    populares

    • Leo Viegas
      2016-11-23T11:44:30  

      NOVIDADE SERIA A GALERA USAR CARTAS

    recentes

    populares

    • Leo Viegas
      2016-11-23T11:44:30  

      novidade seria alguém aceitar trabalhar honestamente nesse pais hahahah

  • Kamylo
    2016-11-23T14:21:40

    Que tal bater tambor ou sinal de fumaça para comunicação a distancia ?

  • Kamylo
    2016-11-23T12:13:49  

    Depois que a pessoa se acostuma com um app é difícil mudar, além de ter que aprender a usar o novo, precisa convencer seus contatos a mudar também. Ai vem aquele ditado, pra que mudar o que tá funcionando ?

    recentes

    populares

    • Kamylo
      2016-11-23T12:13:49  

      Simples, rápido e objetivo! Parabéns!

  • Sheroso
    2016-11-23T12:20:33

    Enviar mensagem sem depender de plano de dados de internet, ou conexão lenta. é muito útil.