Segurança

26/12/2016 08h00 - Atualizado em 26/12/2016 14h09

Cibercrime organizado no Brasil oferece suporte e tutoriais na Internet

Melissa Cruz Cossetti
por
do Rio de Janeiro

O cenário do cibercrime no Brasil, em comparação com outros países da América Latina, é único, com uma imensa variedade de códigos malicioso e atacantes. A diversidade de golpes, a maneira como são aplicados às vítimas e a forma como são disseminados online entre novos hackers desafia leis e as empresas de segurança digital que atuam no país. 

O que acontece quando você clica em um post com malware no Facebook

Sem muita cerimônia, em domínios abertos ao acesso de qualquer usuário — ou seja, na web tradicional — vendem-se dados roubados como logins e senhas, informações bancárias, além de pacotes completos que transformam os curiosos mais dedicados em novos hackers. Uma modalidade polêmica, porém, de destaca na região: o vírus como serviço. Há verdadeiras teias de suporte para quem tem dúvidas na hora de praticar um crime virtual com algum dos produtos adquiridos facilmente em "lojas online" de códigos.

Mathias Poroli revela cenário do cibercrime no Brasil durante Forum ESET 2016 (Foto: Melissa Cruz / TechTudo)Mathias Poroli revela cenário do cibercrime no Brasil durante Forum ESET 2016 (Foto: Melissa Cruz / TechTudo)


Quem detalha o lado nem tão oculto do cibercrime organizado no Brasil é Matías Porolli, analista de malware da ESET, que há dois anos investiga a propagação de crimes virtuais no país. Segundo o pesquisador, a ameaça número um no país é o trojan bancário. Entretanto, no top 10 de ameaças locais, há várias plataformas e linguagens de programação diferentes — o que mostra a versatilidade do brasileiro para aplicar golpes.

"O que vemos no Brasil é um cenário único dentro da América Latina. No Brasil, além dos dados dos usuários vendidos no mercado negro [aqueles adquiridos por meio de golpes de phishing como dados bancários, logins e senhas], você também vê a venda de cursos e pacotes de como praticar crimes digitais", conta Porolli, que mostra alguns dos anúncios.

Kits com código e dicas para aplicar crimes online são vendidos na Internet (Foto: Melissa Cruz / TechTudo)Kits com código e dicas para aplicar crimes online são vendidos na Internet (Foto: Melissa Cruz / TechTudo)

Malware como serviço

Além do malware como serviço, na Internet é fácil encontrar kits de máquinas completas para clonagem de cartões de crédito, tutoriais com o passo a passo em português sobre como virar um criminoso digital incluindo desde os trâmites financeiros que precisam ser camuflados ou migrados para Bitcoin como também os códigos maliciosos necessários. Conforme os anúncios, é possível iniciar o "negócio" sozinho, "tudo online", e ter "ganhos reais" e pré-estimados para fazer "valer o investimento", com retorno financeiro garantido. 

"É uma atividade totalmente ilegal, mas muito fácil de encontrar na Internet. Não se vê tanto isso em outros países da América Latina", compara. O cenário da Europa é bem similar.

Quais são os melhores antivírus grátis ou pagos? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

Ainda segundo Porolli, pode-se dizer que temos cibercrime organizado, que compartilha dicas, problemas e procura soluções que salvem o grupo e seus aliados. A atuação de hackers no Brasil ficou ainda mais complexo quando, nos últimos anos, os brasileiros se uniram a criminosos na Rússia, atuando como sócios em troca de participação. 

Clonagem e hack de cartões de crédito são alguns dos cursos disponíveis online (Foto: Melissa Cruz / TechTudo)Clonagem e hack de cartões de crédito são alguns dos cursos disponíveis online (Foto: Melissa Cruz / TechTudo)



"É um trabalho de cooperação. Os russos têm os softwares, compartilham com os brasileiros, para tradução em português, em troca de percentuais do golpe", explicou.

*A jornalista viajou a convite da ESET para o Forum de Seguridad Informatica 2016

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Kiko
    2017-01-01T19:27:06

    QUEM FALOU QUE É FACIL ADQUIRIR ESSES PRODUTOS NO BRASIL??? ESQUECERAM DE MENCIONAR QUE AQUI TEM MUITOS GOLPISTAS QUE PEGAM O DINHEIRO E NÃO ENTREGAM NADA-POIS ELES NÃO TEM PRODUTO ALGUM APENAS USAM OS PRODUTOS PARA APLICAR OS GOLPES

  • Bruno Cunha
    2016-12-31T15:12:42

    Bom, pelo menos o crime organizado funciona nesse país.

  • Paulo Consul
    2016-12-26T14:40:56  

    Tem notícias que não devem ser veiculadas, pois atingem apenas aqueles interessados em se utilizar das informações para continuar ou aprimorar seus golpes!

    recentes

    populares

    • Paulo Consul
      2016-12-26T14:40:56  

      Nossa eu iria falar a mesma coisa, tem pessoas que estão iniciando nessa área e estão a todo o momento em busca de informações. isso só vai chamar mais a atenção dos novatos e pior vai chamar a atenção do governo, então cala a boca vei deixa os caras trabalhar!!!!!.

    recentes

    populares

    • Paulo Consul
      2016-12-26T14:40:56  

      os iniciantes nessa area, estao sedentos por conteúdo, com certeza nao será no techtudo que vao procurar sobre isso e sim na deepweb, ...