E-mail

17/03/2017 15h21 - Atualizado em 17/03/2017 15h21

Contas Gmail G-Suite agora permitem ver vídeos sem precisar baixar

João Kurtz
por
Para o TechTudo

Uma nova mudança na estrutura do Gmail vai permitir que os usuários do sistema de e-mail do Google possam abrir vídeos diretamente a partir da plataforma em sua versão desktop, sem precisar baixá-los antes.

Tudo o que você precisa saber sobre o YouTube TV

O recurso foi implementado na quinta-feira (16) e usa a mesma tecnologia de streaming aplicada no YouTube, devendo estar disponível para todos os usuários em até 15 dias. Uma função semelhante já é usada em outros produtos da gigante de buscas, como Google Drive.

Aprenda a criar marcadores no Gmail pelo celular (Foto: Divulgação/Google) (Foto: Aprenda a criar marcadores no Gmail pelo celular (Foto: Divulgação/Google))Gmail (Foto: Divulgação/Google)


Ao receber uma mensagem com anexos em vídeo, o usuário pode simplesmente clicar em um deles para dar play exibí-lo a partir de seu navegador, como se fosse um vídeo comum do YouTube. A opção, entretanto, precisa esperar algum tempo para que o vídeo seja convertido, um processo igual ao que ocorre quando um arquivo é carregado no site de vídeos.

A função, porém, é limitada ao tamanho máximo permitido a um anexo na plataforma, que atualmente é de 50 MB. Arquivos maiores, por sua vez, podem ser carregados diretamente no Google Drive, que já permite o streaming de vídeos.

A alteração foi confirmada no blog do G-Suite, o conjunto de apps profissionais do Google, que incluem ferramentas de comunicação como o Gmail e o Hangouts, além de apps de escritório, armazenamento e criação de sites.

O serviço oferecido pelo G-Suite, porém, é pago com planos que vão de US$ 50 (Basics) a US$ 120 (Business) anuais por usuário. Se você usa na sua empresa, terá acesso aos vídeos em streaming.

Via G Suite Blog

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares