Notebook

NOTA tt
6.8

Review Acer Aspire P3

Aspire P3: híbrido da Acer acerta na ideia, mas peca na execução

Elson de Souza
por
em

O Aspire P3, da Acer, é oficialmente um ultrabook, mas que funciona como um híbrido na prática. Equipado com Windows 8, o modelo pode ser usado tanto como um notebook com teclado físico e mouse ou como um tablet com tela sensível ao toque. No entanto, será que vale a pena investir R$ 3.749 em um dispositivo com preço alto e configurações modestas? Confira o review completo no TechTudo.

 Confira a lista de notebooks híbridos que já são vendidos no Brasil

Acer Aspire P3 um novo híbrido com foco na portabilidade (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Acer Aspire P3 um novo híbrido com foco na portabilidade (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Design

À primeira vista, o dispositvo da Acer pode parecer bruto demais para quem busca a mobilidade de um tablet: são 10,15 mm de espessura (pouco maior do que o primeiro iPad), tela de 11,6 polegadas e peso de 790 gramas. No entanto, considerando que o aparelho traz o mesmo Windows — e consequentemente componentes similares — de notebook e desktops convencionais, esses números não chegam a incomodar tanto. Afinal, um ultrabook chega a pesar o dobro.

No modo tablet, o tamanho da tela promete dificultar um pouco a usabilidade, especialmente do teclado virtual. São 11,6 polegadas widescreen e uma largura de 295,4 mm o que faz com que as mãos do usuário fiquem muito distantes para a digitação. Felizmente, o Windows 8 traz uma configuração que posiciona as teclas no canto do display, mas isso exige adaptação por parte do usuário.

Modo tablet tem ótima resposta na tela (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Modo tablet tem ótima resposta na tela (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

No quesito resistência, o Aspire P3 traz traços fortes e corpo em alumínio, o que deve garantir um bom desempenho contra riscos e pequenos impactos. No entanto, a falta da proteção Gorilla Glass na tela fará com que seu vidro dificilmente resista a impactos frontais, causando um prejuízo de nada menos que R$ 3.749.

No mais, o Aspire P3 é um dispositivo bastante sóbrio, nas cores prata e preto. Além disso, a capa com teclado bluetooth que acompanha o aparelho é revestido de couro preto bastante discreto. Fechado, o ultrabook híbrido da Acer parece um caderno de anotações, o que deve agradar bastante clientes corporativos.

Tela

O Aspire P3 chega com uma tela IPS de 11,6 polegadas sensíveis ao toque e resolução HD de 1366 x 768 pixels. O dispositivo tem boas respostas e reconhece o comando de até 10 dedos simultaneamente, uma boa vantagem em relação ao iPad, que suporta apenas dois. Por outro lado, a resolução e densidade de pixels nem chegam perto à tela retina do tablet da Apple, mas nem por isso faz feio. O maior incômodo fica mesmo pela falta do Gorilla Glass.

Desempenho

Se, no quesito design, o Aspire P3 faz você querer abandonar o seu antigo notebook ou desktop; no desempenho, o ultrabook da Acer deixa bastante a desejar. O dispositivo chega equipado com processador dual-core Intel Core i3 da terceira geração, a Ivy Bridge, 2 GB de RAM DDR3 e apenas 60 GB de SSD, sem suporte a cartão de memória. Embora essa capacidade seja compatível com a maior parte dos tablets, o volume ainda é muito pouco para substituir um notebook.

Configuração de hardware não consegue entregar um desempenho completo a ponto de substituir um notebook (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Configuração de hardware não consegue entregar um desempenho completo a ponto de substituir um notebook (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Durante os nossos testes, o aparelho da Acer demonstrou bastante desenvoltura com o Windows 8 instalado e com poucos aplicativos na memória. No entanto, ao atualizar o dispositivo para a versão 8.1 do sistema operacional, lançada em outubro, os problemas começaram a aparecer.

Em primeiro lugar, o Aspire P3 perdeu grande parte da sua fluidez, fazendo com que a tela inicial do sistema sofresse com pequenos engasgos e "sumiços" de algumas Live Tiles. Além disso, jogos simples como Shark Dash e Cut the Rope apresentaram travamentos durante a sua execução. Sendo assim, é possível afirmar que o aparelho da Acer não está pronto para o Windows 8.1, problema que pode ser resolvido com atualizações de drivers.

Bateria e conectividade são os pontos fortes do pequeno híbrido da Acer (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Bateria e conectividade são os pontos fortes do pequeno híbrido da Acer (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

No quesito bateria, o gadget mostra uma autonomia semelhante a notebooks, o que pode ser frustrante para quem pretende usá-lo como tablet. Com o uso moderado de aplicativos mais leves, o Aspire P3 consegue até cinco horas longe das tomadas. Já em nossos testes com streaming contínuo de filmes no app do Netflix, a bateria teve duração de três horas. Esse desempenho pode ser justificado pela utilização do Windows 8, que demanda mais energia que a versão RT do sistema.

Sistema Operacional

O Aspire P3 chega equipado com o Windows 8 Single Language, versão equivalente à Starter para Windows 7 e Vista. Apesar de não trazer grandes limitações ao consumidor comum como as antecessoras, é incômodo pagar mais de R$ 3 mil em um computador que traga uma versão de entrada do Windows. Usuários que precisam acessar redes corporativas e usar ferramentas mais eficientes de segurança, por exemplo, devem se frustrar com o aparelho.

Sistema tem algumas limitações para "heavyusers" (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Sistema tem algumas limitações para "heavyusers" (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


No que diz respeito à usabilidade, o Windows 8 mostra a que veio em telas touchscreen. O sistema apresenta boas respostas, recursos interessantes e demonstra ser mais versátil do que iOS e Android, principalmente no quesito produtividade. Com o sistema da Microsoft, é possível abrir dois aplicativos na tela de uma única vez, além de acompanhar a atualização de conteúdos através das Live Tiles, sem precisar iniciar o app.

O grande pecado do sistema da Microsoft, porém, fica com na indecisão entre a utilização da interface Moderna (antiga Metro) e a desktop. Para alterar algumas configurações do sistema, por exemplo, é preciso alternar entre o Painel de Controle da nova identidade visual do Windows e a antiga. Já no quesito aplicativos, o problema já é conhecido: os principais lançamentos do mercado ainda não estão presentes ou demoram a chegar à loja da Microsoft.

Traseira do híbrido é bem clean (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Traseira do híbrido é bem clean (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Câmera

O Aspire P3 vem equipado com duas câmeras: uma frontal com resolução HD para videochamadas e uma traseira de 5 megapixels sem flash. Embora nenhuma das duas tenham um resultado acima da expectativa, é dificil imaginar que o consumidor usará o aparelho como câmera principal para fotografia. Para enriquecer a experiência nesse quesito, a Acer dispinibiliza o Crystal Eye, um aplicativo com recursos e efeitos para as câmeras.

Câmera de 5 megapixels tira boas fotos com a luz do dia (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Câmera de 5 megapixels tira boas fotos com a luz do dia (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


Acessórios

O dispositivo da Acer chega acompanhado de uma capa com teclado físico QWERTY e conexão bluetooth. O acessório tem bom funcionamento, com respostas rápidas e precisas. No entanto, peca por apresentar uma digitação pouco confortável, já que as teclas são muito achatadas na superfície da capa. O Aspire P3 também vem com um mouse sem fio com conexão bluetooth. Assim como a capa, o dispositivo tem boa resposta, mas pareá-lo com o computador não é uma tarefa fácil.

Custo-beneficio

O Aspire P3 é um dispositivo com uma ideia muito promissora de mobilidade e produtividade, mas peca na execução. Com design atraente, o produto demonstra que os híbridos podem ser, de fato, os novos queridinho dos consumidores. Entretanto, neste momento, é possível encontrar opções mais potentes e vantajosas por menos de R$ 3.749.

Acer Aspire P3 (Foto: TechTudo/Arte)Acer Aspire P3 (Foto: TechTudo/Arte)



Nota TechTudo

NOTA tt
6.8
Design
9
Funcionalidades
8
Desempenho
5
Custo-benefício
5

Prós

  • Corpo resistente
  • Mobilidade
  • Bons acessórios

Contras

  • Tela sem Gorilla Glass
  • Fraco desempenho
  • Preço alto
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Luiz Junior
    2014-08-01T10:03:04

    Sou da área de TI e digo a vocês hardware só testando, gosto das matérias publicadas aqui do site porem uma palavra de cautela, não vi testes do outro modelo core i5 com 4gb que eu mesmo possuo, e essa versão do 8 single language não utiliza toda capacidade técnica do aparelho. Digo com propriedade a vocês não engasga nem um pouco. O tempo de duração bateria dito acima, porem estamos falando de um tablet com hardware de note o que e demais o propio bil gates sonhava com transformar uma folha de papel em um produto digital, o P3 é o que mais se aproxima disso, é claro na minha opniao.

  • Otto Filho
    2014-03-05T10:55:42  

    Precisa pesquisar antes para não escrever besteira. O iPad reconhece gestos de até quatro dedos, acredito que pelo fato de que cinco é exagero, não por deficiência do hardware. Além do mais, se eu precisar de 10 dedos para um determinado comando, quem vai segurar o tablet? Nosso Senhor Jesus Cristo? Quem sabe por esse alto preço (a là Macbook Air) não venha grátis um chinês para segurar o tablet pra você...

    recentes

    populares

    • Otto Filho
      2014-03-05T10:55:42  

      Mas a diferença é que o Macbook air não ficou na dúvida entre ser um tablet ou um ultrabook de verdade. Ele é realmente um notebook super portátil que por sinal é fantástico. Comprei um e não me arrependo por um segundo sequer. Portátil, leve, ótima bateria, rápido além de ser muito bonito.

  • Alice Lobato
    2014-03-05T11:07:04  

    "O dispositivo tem boas respostas e reconhece o comando de até 10 dedos simultaneamente, uma boa vantagem em relação ao iPad, que suporta apenas dois." , Incrivel o nivel dos redatores do G1.

    recentes

    populares

    • Alice Lobato
      2014-03-05T11:07:04  

      Este redator nunca deve ter usado um iPad na vida pelo jeito.

  • Carlos Reis
    2014-03-05T14:05:00

    KKKKKKK ta de sacanagem néh?

  • Alan Vascaino
    2014-03-05T11:12:16

    Q PORCARIA

  • Gabriel Silva
    2014-03-05T11:05:55

    não vale a pena nao

  • Pagung
    2014-03-05T10:40:16

    Resumindo.......... um lixo pelo olho da cara!

  • Jhony Moura
    2014-03-05T10:39:17

    Nuuuuuca,não compensa é muito fraco,vale no máximo 1500,00 por se touch.

  • Ricardo Cardoso
    2014-03-05T10:20:35

    Tudo que postarem sera censurado pelos ganhas jabas.