Jogos casuais

NOTA tt
9.0

Review Angry Birds Star Wars 2

Um jogo muito acima de jogos casuais, mas que não deixa de soar como “mais do mesmo” para quem já conhece Angry Birds de longa data.

Dário Coutinho
por
em

Angry Birds Star Wars 2 é o sétimo jogo da franquia de sucesso da Rovio, que traz simultaneamente ao Android, iOS e Windows Phone mais uma parte da união entre os pássaros raivosos e a saga de George Lucas. No novo título são abordados os três últimos filmes de Star Wars, com algumas novidades à formula consagrada de Angry Birds.

A saga continua com a paródia dos episódios iniciais da saga Star Wars (Foto: Reprodução / Dario Coutinho) (Foto: A saga continua com a paródia dos episódios iniciais da saga Star Wars (Foto: Reprodução / Dario Coutinho))A.B. Star Wars 2 (Foto: Reprodução/Dario Coutinho)

O game é dividido em três capítulos: “Reward Chapter”, “Naboo Invasion” e “Escape to Tatooine”. Pela primeira vez na série Angry Birds, é possível jogar com os porcos, que aqui são o “Lado Negro” da força. Ao todo, o game tem mais de 70 fases, juntando as dos pássaros e as dos porcos. E como é de costume, mais episódios serão lançados com atualizações gratuitas.

 

Visual mais polído e jogabilidade clássica

Angry Birds Star Wars II é o jogo mais bonito da série até o momento. Os gráficos esbanjam o talento dos artistas da Rovio, que souberam adaptar os personagens cativantes de Star Wars em suas versões com bicos ou focinhos. Dos menus às pequenas animações presentes no game, percebe-se a evolução do estúdio neste aspecto.

Conceito visual agrada, até os menus ficaram muito bonitos (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Conceito visual agrada, até os menus ficaram muito bonitos (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

O grande destaque do jogo fica por conta dos personagens e power-ups variados. São mais de 30 modelos para colecionar e o jogo os coloca a disposição em missões variadas. Há também um sistema de moedas, que são ganhas ao longo das fases e podem ser utilizadas para comprar pacotes de personagens. Entretanto, seu uso é limitado por quantidade. Além disso, as moedas ganhas são poucas, o que estimula a compra de pacotes extras, utilizando dinheiro de verdade.

Sistema freemium não chega a incomodar (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Sistema freemium não chega a incomodar (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

O sistema de moedas não chega a atrapalhar. O ideal é sempre tentar destruir as estruturas utilizando a menor quantidade de pássaros ou porcos possível, para conseguir mais pontos e moedas. Com paciência é possível comprar os personagens de Star Wars para poder vê-los em suas versões “Angry Birds”.

Outra novidade é a possibilidade de controlar os porcos, disponível pela primeira vez na série. Alguns dos personagens mais adorados da saga Star Wars são do lado negro da força, como Darth Vader e Boba Fett. Em Angry Birds Star Wars 2, ambos são controláveis, mas apenas em seus estágios específicos ou através da compra de pacotes de moedas.

Darth Sidius demonstrando o uso da força (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Darth Sidius demonstrando o uso da força (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

A jogabilidade continua a mesma desde Angry Bird Space. Porém, algumas mecânicas mudaram, variando de acordo com as habilidade de certos personagens. Qui gon jinn, por exemplo, usa a força para empurrar blocos, enquanto Darth Sidious a usa em forma de eletricidade para destruí-los.

As fases apresentam uma grande variedade de desafios, mudando conforme o episódio. Aqui o destaque fica por conta da criatividade do estúdio em adaptar os cenários para retratar diversas cenas presentes nos filmes de Star Wars. Há inclusive a corrida de pods de “A Ameaça Fantasma”.

Integração com brinquedos

Em Angry Birds Star Wars 2, você pode utilizar brinquedos chamados Telepods. Acionando um botão no topo da tela durante as partidas, você pode materializar um personagem para dentro do jogo. Basta acionar o botão e posicionar o Telepod em cima da câmera frontal do aparelho.

Bonecos podem ser "teletransportados" para o jogo (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Bonecos podem ser "teletransportados" para o jogo (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

A ideia parece ser de vender brinquedos. Mas ainda que os mesmos não estejam disponíveis no Brasil, o andamento do jogo não é afetado pela falta deles. É mais um fator a mais para aumentar a diversão que não compromete o progresso na aventura.

A única versão gratuita é para Android

Como é de costume, os usuários do Android receberam uma versão do jogo com publicidade embutida. Muito longe de ser ruim, a versão gratuita é quase idêntica à paga - que custa R$ 2,34 -, exibindo apenas alguns banners de publicidade nos menus entre as missões. Não há necessidade de estar conectado à Internet para jogar e é possível aproveitar o jogo por completo, sem qualquer restrição de fases.

Não há diferença visual entre a versão paga e a gratuita no Android (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Não há diferença visual entre a versão paga e a gratuita no Android (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

Conclusão

Aparentando ser mais do mesmo, Angry Birds Star Wars 2 pode parecer cansativo para quem terminou o jogo anterior. Porém, com criatividade e humor proporcionado pela junção improvável dos dois universos, a Rovio estende o interesse pelo game com uma produção de alta qualidade e a inédita possibilidade de controlar os porcos. Outro atrativo é ver os personagens da série clássica do cinema em suas versões “Angry Birds”.


Está com problemas para rodar Angry Birds Star Wars? Veja dicas para resolver o problema em nosso fórum.

Nota TechTudo

NOTA tt
9.0
Gráficos
9
Jogabilidade
9
Diversão
10
Som
10

Prós

  • - Preço
  • - Quantidade de personagens
  • - Adaptação do universo de Star Wars

Contras

  • - Sem novidades para a jogabilidade
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares