TechTudo a tecnologia descomplicada
Caixas de som Edifier 1335

Caixas de som Edifier 1335

saiba tudo
  • Categoria Caixas de som

Review

Notas do editor
  • 7
  • 8
  • 10
  • 9
Prós
  • Preço acessível;
  • Graves e agudos nítidos.
  • Boa metragem para os fios.
Contras
  • Design conservador.
  • Pouca durabilidade.
  • Dificil de encontrar a venda.
Conclusão

A Edifier e sua linha de caixas de som para computadores deixou de ser uma alternativa e, hoje, briga com marcas consagradas nesse setor, como a Logitec e a Bomber. Para aqueles que possuem grandes playlists e prezam por graves e agudos bem definidos, mas não querem extrapolar o orçamento, o modelo 1335 é a pedida para aposentar de vez o microsystem que fica ligado ao seu computador.

01/Dez/2010 22h45 - Atualizado em 14/07/2011 07h10

Boa qualidade e um bom preço

André Noia Para o TechTudo

Recentemente, o Grupo Edifier lançou uma pequena atualização em sua linha de caixas de som 2.1. Trata-se da Edifier 1335, que modificou levemente o design do modelo anterior (1310) e agora apresenta um ligeiro incremento na potência.

1335 Edifier1335 Edifier (Foto: Divulgação)

O produto integra a linha pré-intermediária de sistemas 2.1 e é direcionado àqueles que desejam um som definido por graves e agudos equilibrados a um preço bacana. Pode-se dizer, com segurança, que o produto substitui tranquilamente um aparelho de som (em termos de potência e qualidade de som) e pode embalar, sem medo, churrascos mais contidos, bem como, reuniões de amigos.

O conjunto da Edifier 1335 é composta por:

* 1 subwoofer;
* 2 caixas satélites;
* controle de volume.

Subwoofer

O subwoofer é feito em MDF de boa qualidade e acabamento preto – inclusive, em modelos mais antigos, não notamos o típico “esfarelamento” da madeira. Atrás dele, há as conexões esquerda e direita dos satélites. O fio que os conecta é generoso, o que não ocasionará problemas de limitação na disposição das caixas, que geralmente resultam em emendas. A chave liga/desliga está abaixo dos conectores.

Por fim, o botão que regula a intensidade dos graves está também na traseira do subwoofer, mas agora na parte superior. Dificilmente utiliza-se metade da capacidade de reforço dos graves, pois isso acaba por distorcer o som.

Satélites

As caixas satélites são feitas em plástico semelhante aos utilizados no corpo de controles remoto. Os pés que as sustenta, todavia, podem quebrar-se facilmente em uma eventual queda por estarem em maior evidência em relação ao restante do satélite.

O tecido que reveste a parte frontal tem um bom acabamento e não soltou fio nas limpezas, quando utilizado aspirador de pó e pano úmido. Vale ressaltar que elas são blindadas magneticamente e, portanto, não devem causar ou sofrer interferências de outros equipamentos.

Controle externo

Por fim, o conjunto acompanha um controle externo de volume. Ele é bastante prático, pois possui uma tecla de fácil acesso que corta o som de todo o sistema e, também, um led indicador. Há ainda um botão maior que deslizaria de forma macia para que se controle o volume master.

Considerações finais

Ao comprar um novo desktop ou notebook, muitos consideram cruciais apenas itens como a quantidade de polegadas e poder de processamento do equipamento. Diante do mar de conteúdo multimídia existente hoje na web, fica cada vez mais difícil desprezar que a experiência em áudio também evolui.

Ficha técnica

Potência de saída RMS 30W
Relação Sinal/Ruído 85BA
Impedância de entrada 10K ohm
Ajustes Volume principal e Grave
Tamanho Subwoofer: 161 (L) × 200 (A) × 280 (P) mm / Satélites (cada): 84 l (L) × 153 (A) × 103 (P) mm
Peso Aprox. 4,9 kg

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero


    TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade