Jogos de corrida

NOTA tt
8.0

Review DIRT 3

Finalmente a mais famosa franquia de jogos de rally recebe um novo capítulo. DiRT 3 chega para mostrar que a Codemaster sabe mesmo desenvolver excelentes jogos de corrida. Confira:

Diego Borges
por
em

Nome: DiRT 3
Gênero: Corrida / Simulação
Distribuidora: Codemaster
Plataformas: PC, PS3 e Xbox 360 

DiRT 3 (Foto: Divulgação)DiRT 3 (Foto: Divulgação)

Finalmente a mais famosa franquia de jogos de rally recebe um novo capítulo. DiRT 3 chega para mostrar que a Codemaster sabe mesmo como desenvolver excelentes jogos de corrida. Confira:

A antiga série: Colin McRae

A história da franquia é mais antiga do que se pode imaginar. Para quem não sabe, essa é a antiga série de rally Colin McRae (em homenagem a um famoso piloto de rally), que foi lançada em 2000 e teve atualizações nos anos seguintes. Em 2006 nenhum game da série foi lançado com o objetivo de reformular a franquia, uma vez que a crítica e o público começavam a manifestar insatisfação com a falta de novidades em seus elementos.

Em 2007 foi lançado o primeiro título da série DiRT, que ainda carregava o nome do piloto britânico em seu título. Infelizmente, Colin veio a falecer no mesmo ano em um acidente de avião, mesmo assim, o título seguinte (DiRT 2) ainda levava seu nome em homenagem. 

Depois de um novo hiato em busca de uma reformulação da série, DiRT 3 é lançado com promessa de causar o mesmo impacto positivo do título anterior. Na ocasião, a crítica especializada elogiou a jogabilidade e o sistema de condução dos veículos, chegando a considerar este o melhor simulador de rally desenvolvido até hoje.

Mas outros títulos surgiram, a hegemonia ficou abalada e o título acabou caindo no esquecimento com a disputa entre Forza 3 e Gran Turismo 5, que apesar de não serem jogos específicos da categoria, apresentavam a modalidade de forma eficiente e ainda melhor que o jogo da Codemaster. Agora podemos conferir o resultado de todo esse trabalho e constatar se o esforço deu certo.  

DiRT 3 (Foto: Divulgação)DiRT 3 (Foto: Divulgação)

Modos antigos que divertem e elementos novos que desagradam

Dessa vez, DiRT abandonou o clima de véspera de prova adotado no título anterior, ou seja, você não precisa mais viver a vida de um piloto dentro de um trailer esperando pelas próximas provas. Agora o próprio menu é bem direto e objetivo: escolha sua corrida e vá em frente.  

As corridas por sua vez continuam divididas da forma tradicional de um rally, ou seja, espere a sua vez e cumpra um determinado trajeto em menor tempo. Outros tipos de provas tradicionais também compõem o game como o 1x1, onde cada piloto corre contra seu rival em um mesmo traçado (divididos por um muro) e a corrida tradicional, onde vence quem chega na frente. 

DiRT 3  (Foto: Divulgação)DiRT 3 (Foto: Divulgação)

Para surpresa (desagradável) de muitos jogadores, em uma estratégia um tanto ousada, a Codemaster adicionou diversas modalidades um tanto inusitadas. Essas modalidades consistem em, por exemplo, destruir o máximo de placas de publicidade em um determinado tempo, conseguir pontos realizando a manobra de 360 graus, que consiste em derrapar com as rodas traseiras sem sair do lugar e formando um circulo perfeito, além de outras “bizarrices”. 

Esses modos citados podem ser classificados como gincanas, e contam com um único objetivo: descontrair o jogador. Tanto que elas não são necessárias para que o jogador evolua, ou em outras palavras, não rendem tantos pontos. Mas em compensação, a quantidade de provas impostas nas competições é um tanto exagerada, o que acaba forçando o jogador a cumprir muitas delas.

E se não bastasse, o jogo necessita de um Pass Online para a diversão multiplayer. Para aqueles que gostaram de DiRT 3 e que não têm planos de se desfazer do jogo, isso não muda em nada, mas para quem tem o hábito de trocar os seus jogos ou até mesmo revendê-los depois de um certo tempo (uma prática comum nos EUA e na Europa), esse é um grande problema.  

DiRT 3 (Foto: Divulgação)DiRT 3 (Foto: Divulgação)

Falta capricho visual

Visualmente, pouca coisa mudou desde a versão anterior de DiRT 3, o que acaba decepcionando, principalmente em comparação com outros títulos como Shift 2 e Gran Turismo 5Falta capricho visual 

Durante o jogo, a sua atenção fica voltada para o caminho a frente e seu carro. Esses elementos são muito bem reproduzidos visualmente, com gráficos bem detalhados da parte externa do veiculo que retratam bem a pintura e logomarca de patrocinadores.  

DiRT 3 (Foto: Divulgação)DiRT 3 (Foto: Divulgação)

Mas durante um replay, é possível notar o quanto os gráficos são lisos e pouco detalhados em uma velocidade mais baixa. Isso sem contar com o reflexo do ambiente totalmente poligonal quando refletido no veículo.  

Chama a atenção também o fato de, durante uma chuva, o carro não receber uma única gota d´água. A impressão é que o veículo possui uma extensa capa que não deixa penetrar a água. E em se tratando de um jogo de rally, onde normalmente a poeira (ou neve) interferem na visão do piloto, no jogo estes elementos não entram em contato com os carros, deixando-os completamente limpos durante boa parte da prova. Só no final da prova é possível notar uma “sujeirinha” de leve no carro. 

Entretanto, devemos destacar a qualidade sonora, primeiro por apresentar nitidamente o som do motor de cada modelo de carro e depois por executar de forma primorosa os efeitos sonoros das colisões e derrapagens.

DiRT 3 (Foto: Divulgação)DiRT 3 (Foto: Divulgação)

Complexidade em forma de condução 

A jogabilidade de DiRT 3 também apresentou poucas mudanças em relação a versão anterior do game. Os pouco acostumados com a franquia ou com jogos do gênero, podem sentir uma enorme dificuldade para guiar em meio a curvas tão fechadas em pistas tão estreitas. Nessa situação é fundamental o uso dos elementos automáticos como freio e tração, evitando assim que seu carro saia a todo momento do traçado.

E se mesmo assim ainda é difícil acertar o traçado, saiba que o game conta com o fator replay, que consiste em voltar até um determinado ponto e refazer o movimento de forma eficiente. Vale lembrar que praticamente todos os games da empresa, como F1 2010 e GRID, apresentam essa função. 

Mas se você já possui habilidade em jogos de rally que exigem um esforço maior que os games de corrida tradicionais, vai gostar de saber que o jogo permite que você faça inúmeras configurações e ajustes a seu gosto.   

DiRT 3 (Foto: Divulgação)DiRT 3 (Foto: Divulgação)

Conclusão 

DiRT 3 continua sendo o melhor game de rally da atual geração. Apesar de não ter evoluído muito em relação ao título anterior, o game continua sendo divertido e desafiador para os amantes da velocidade. Torcemos para que a Codemaster não coloque na próxima versão do game elementos tão bobos, como o modo gincana, em uma franquia que por tantos anos carregou o nome do lendário Colin McRae


* Agradecemos a FastGames pelo envio do game para análise 

Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Gráficos
7
Jogabilidade
7
Diversão
8
Som
9

Prós

  • - Jogabilidade apurada
  • - Variedade de carros e circuitos

Contras

  • - Gráficos sem capricho
  • - Modalidades bobas
  • - Pass online
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Venalma Rodrigues
    2013-04-21T19:36:19

    iago