Jogos de ação

NOTA tt
7.5

Review Five Nights at Freddy’s 3

O terceiro capítulo do jogo traz melhores gráficos e mudança na jogabilidade. Mas será que isso foi suficiente para manter o game assustador? Confira nosso review.

Paulo Vasconcellos
por
em

Five Nights at Freddy’s 3 é o terceiro capítulo do jogo de terror indie lançado para Windows. O game se passa 30 anos após o último título e promete assustar o jogador com mudanças na jogabilidade e melhorias no gráfico. Confira nosso review completo sobre o jogo.

Five Nights at Freddy’s 3: conheça a história do novo jogo de terror


Enredo

Há 30 anos, o antigo Freddy Fazbear’s Pizza foi fechado. Com o passar dos anos, as histórias horripilantes que cercavam o lugar tornaram-se apenas mitos esquecidos nas mentes das crianças. Agora, porém, o local foi reaberto com o nome de Fazbear’s Fright: The Horror Attraction e promete ser uma espécie de casa mal assombrada que quer reviver a experiência da época anterior. O jogador novamente toma o papel do vigia noturno que foi contratado para ficar por cinco dias monitorando as câmeras e tomando conta do local.

Five Nights at Freddy’s 3 se passa 30 anos após o segundo jogo  (Foto: Divulgação)Five Nights at Freddy’s 3 se passa 30 anos após o segundo jogo (Foto: Divulgação)

Neste título, há apenas um boneco animatronico real: Springtrap. Mas não pense que isso facilitará a sua partida, pois o verdadeiro terror são os fantasmas de todos os outros bonecos que tentarão te assustar durante as noites. Chica, Freddy, Puppet e até Fox estarão em sua forma fantasmagórica prontos para assustar.

O novo enredo do jogo ficou bem encaixado e a ambientação deixa o gameplay mais imersivo. Basta navegar por qualquer câmera para identificar as ruínas dos locais dos games anteriores.

Sistemas de câmera, áudio e ventilação foram adicionados ao jogo (Foto: Divulgação)Sistemas de câmera, áudio e ventilação foram adicionados ao jogo (Foto: Divulgação)

Mudanças na jogabilidade

FNAF 3 pegou o melhor da jogabilidade dos jogos anteriores e aplicou na terceira versão modificando algumas coisas para melhorar a experiência. Assim como no segundo título do game, não há portas para serem fechadas. A novidade aqui é a remoção da lanterna e da cabeça animatronica que podiam ser utilizadas como forma de exploração e proteção, respectivamente. Tudo isso para deixar o jogador mais impotente e vulnerável a ataques dos monstros.

Os dutos de ventilação com câmeras instaladas ainda existem, mas nesta versão é possível selá-los quando há um boneco dentro deles. Porém, deixar os dutos selados evita a passagem de ar e faz com que você tenha alucinações e veja os fantasmas dos animatronicos.

Outra mudança também é a possibilidade de reiniciar os sistemas de áudio, ventilação e câmeras sempre que eles dão problema. Isso será necessário quando algum boneco causar falha em um sistema.

Jogo tem melhoria nos gráficos, mas falta dinamismo (Foto: Divulgação)Jogo tem melhoria nos gráficos, mas falta dinamismo (Foto: Divulgação)

Está mais bonitinho

Embora já fosse possível perceber uma boa melhora nos gráficos em Five Nights at Freddy’s 2, a terceira versão do título permanece com essa melhoria. O jogo conta com mais animações do que os anteriores, aumentando a tensão do jogador. Enquanto olha as câmeras, você verá vultos passando atrás da tela. Já ao reiniciar os sistemas, o jogador perceberá que há uma sombra se movendo aqui e ali.

Os animatronicos também foram redesenhados, tendo agora a forma horripilante e destruída dos "simpáticos" bonecos já conhecidos. Embora haja apenas um boneco animatronico real, é difícil encontrá-los em meio a forte estática que ocupa as câmeras.

Five Nights at Freddys 3 (Foto: Divulgação)Five Nights at Freddy's 3 (Foto: Divulgação)

O jogo peca na dinâmica que poderia ser aplicada, apesar de ter uma melhoria nos gráficos e adição de algumas animações. Objetos caindo, vento macabro balançando cortinas, faíscas soltando de circuitos elétricos, entre outros, fariam o gameplay se tornar mais tenso e, ao mesmo tempo, mais dinâmico.

Outro fator que o game deixou muito a desejar são suas animações de aparição e morte. Antes, o jogador precisava fechar as câmera ou retirar a cabeça animatronica – no caso do segundo jogo – para tomar um belo susto dos bonecos. Eles ocupavam quase toda a tela e emitiam um alto som que fazia qualquer um saltar da cadeira.

Já em Five Nights at Freddy’s 3, a animação de aparição é pobre e muito previsível, sem contar que o próprio jogo fecha a câmera ou tela para te assustar. Um bom exemplo disso é quando você está olhando a Câmera 01 e, no lugar da imagem, um grande borrão ocupa a tela. Depois disso, a câmera se fecha sozinha e uma animação do fantasma de Puppet aparece, mas ele não te mata, apenas faz falhar o sistema de ventilação.

Durante nossa análise, em todos os momentos em que o borrão na câmera 01 aparecia, surgia a mesma animação previsível. Até a animação de Springtrap não assusta tanto quanto dos jogos anteriores. A animação "agressiva" dos outros bonecos no primeiro e segundo game foi trocada por uma mais curta de Springtrap e por um som não tão alto que faça juz a fama da franquia.

Five Nights at Freddys 3 (Foto: Divulgação)Five Nights at Freddy's 3 (Foto: Divulgação)

Testando: um, dois, três

O som em Five Nights at Freddy’s 3 tem um valor importante: manter Springtrap sob os olhos das câmeras. Durante sua vigia, Springtrap se moverá até lhe alcançar e matar, mas agora não é necessário trocar de câmera para que o boneco se mova. Uma chuva de estática rapidamente bloqueará sua visão nas câmeras enquanto o boneco se move. Porém, você pode contar com um poderoso circuito de áudio que chama a atenção do boneco novamente para a câmera que ele sumiu.

Como mencionamos anteriormente, o som do game poderia ter sido melhor aproveitado para proporcionar mais dinâmica à partida. Com exceção dos sons de animação de susto, de bonecos se movimentando nos dutos e do som tocado pelo sistema de áudio, não há nenhum aproveitamento sonoro que possibilite uma melhoria no gameplay.

Five Nights at Freddys 3 é barato e roda em praticamente qualquer computador (Foto: Reprodução/Paulo Vasconcellos)Five Nights at Freddy's 3 é barato e roda em praticamente qualquer computador (Foto: Reprodução/Paulo Vasconcellos)

Diversão barata

Five Nights at Freddy’s 3 continua sendo um jogo barato de adquirir e que oferece boa diversão. Exclusivamente nesta versão do jogo, há dois finais que o jogador pode aproveitar: um chamado de Bad Ending e outro de Good Ending – Final Ruim e Final Bom, respectivamente. Há também o modo Nightmare, que aumenta exponencialmente a dificuldade do jogo.

Além disso, não podemos nos esquecer dos Extras do título, em que é possível visualizar uma versão completa de cada boneco animatronico presente no jogo. O jogador pode ainda conferir todas as animações de susto e ativar alguns Cheats, como incluir um Radar, impedir que os sistemas falhem, entre outros.

Vale a pena?

Five Nights at Freddy’s 3 pegou o melhor dos jogos anteriores em relação à jogabilidade e aplicou algumas melhorias gráficas. Custando muito pouco, o game oferece uma diversão considerável ao trazer novos modos de desafio e informações extras. Embora não assuste tanto quanto seus antecessores, a tensão gerada pelo título é capaz de prender os fãs da franquia.

Qual é o melhor game de terror da história? Comente no Fórum do TechTudo!

Nota TechTudo

NOTA tt
7.5
Gráficos
8
Jogabilidade
8
Diversão
8
Som
6

Prós

  • - Barato
  • - Mudança na jogabilidade
  • - Aumento de desafio
  • - Roda em praticamente qualquer máquina

Contras

  • - Não assusta tanto quanto os anteriores
  • - Falta de dinamismo
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares