Jogos casuais

NOTA tt
7.5

Review Hatsune Miku: Project Diva f

Hatsune Miku Project Diva f traz cantora virtual para PS3 e Vita, com jogabilidade divertida e boa quantidade de músicas, porém sem tradução para o português. Confira o review completo!

Rafael Monteiro
por
em

Hatsune Miku: Project Diva f é o primeiro jogo rítmico da cantora virtual japonesa Hatsune Miku a ser lançado no ocidente após muitos pedidos de fãs para a produtora Sega. O título para PlayStation 3 e PS Vita exige que jogadores acompanhem o ritmo da música com o apertar de botões mas traz uma dificuldade um pouco elevada para quem deveria estar conquistando novos fãs.

Hatsune Miku Project Diva f: como jogar o título rítmico da cantora

Hatsune Miku Project Diva f traz cantora virtual pela primeira vez para o ocidente (Foto: vgboxart.com)Hatsune Miku Project Diva f traz cantora virtual pela primeira vez para o ocidente (Foto: Diculgação)


Ritmo e jogabilidade

Hatsune Miku teve sua estreia em 2007 no Japão como parte de um software de voz digitalizada onde palavras pré-gravadas podiam ser usadas para compor canções. A personagem ganhou força e chegou até a fazer shows, apresentando-se com a ajuda de hologramas que projetavam seu modelo em 3D. Eventualmente seu sucesso se estendeu aos videogames, sendo este o primeiro título oficial dela no ocidente.

O jogo se divide basicamente em dois modos. A porção rítmica, onde jogadores escolhem uma música para acompanhar e pressionam botões dentro do ritmo para tentar vencer, e a porção Diva do título, onde é possível interagir com Hatsune Miku e seus amigos, personalizando a cantora, seu quarto e se comunicando com ela.

A parte rítmica não é muito diferente de outros jogos do gênero, mas a jogabilidade em si é prazerosa e funciona bem. A tela mostrará marcadores no formato dos botões Quadrado, X, Círculo e Triângulo, exigindo que o jogador pressione o botão correspondente no momento em que uma nota passar voando por esse marcador.

Hatsune Miku Project Diva f traz um jogo rítmico de qualidade (Foto: Reprodução / Rafael Monteiro)Hatsune Miku Project Diva f traz um jogo rítmico de qualidade (Foto: Reprodução / Rafael Monteiro)

Além de vários botões diferentes a serem apertados há também vários tipos de notas. Para algumas basta apertar o botão na hora certa, enquanto em outras você precisará manter o botão segurado e soltá-lo dentro no ritmo da música ou mesmo pressionar o direcional digital (D-Pad) junto com um botão.

Há ainda notas em formato de estrela, as quais são ativadas no PlayStation 3 com os analógicos e no PS Vita deslizando na tela de toque. Nem sempre a versão do PS Vita funciona bem com a ideia de arrastar o dedo pela tela e é uma pena que não haja uma solução opcional, como usar os analógicos do portátil.

Inicialmente o jogo não parece difícil mas logo essa impressão se desfaz. Project Diva f exigirá bastante dos usuários pois é preciso acertar muitas notas para completar a música, tornando-se muito punitivo para qualquer tipo de erro. Alguns eventos especiais durante a partida que deveriam facilitar seu trabalho acabam se tornando obrigatórios, pois é quase impossível vencer sem eles.

Conforme mais botões são adicionados a jogabilidade fica bem difícil (Foto: Reprodução / Rafael Monteiro)Conforme mais botões são adicionados a jogabilidade fica bem difícil (Foto: Reprodução / Rafael Monteiro)

Esses problemas acabam se tornando mais sérios devido a um defeito comum em jogos rítmicos. O modo Easy é fácil demais, pois só usa um botão, ao ponto de ficar entediante. Porém, o modo Normal é difícil demais, criando um abismo que torna difícil para jogadores iniciantes se adaptarem.

Gráficos

É possível comprar itens com seus pontos que ajudam a completar a música mais facilmente, porém a sensação de trapaça ao utilizar esses itens acaba ficando muito grande. Eles poderiam ter sido melhor trabalhados se fossem uma espécie de bônus, algo que vemos em outros títulos da Sega, como os caça-níqueis no início das corridas de Sonic & All-Stars Racing Transformed.

A parte Diva é um pouco superficial e não possui realmente muito efeito no resto do jogo. É possível comprar itens para personalizar Miku, porém os itens comprados para personalizar o quarto são em maioria apenas enfeites. A ideia de comprar bugigangas apenas para ver a reação de Miku não deverá atrair ninguém além de fãs.

A interação com os personagens não é muito interessante no jogo (Foto: operationrainfall.com)A interação com os personagens não é muito interessante no jogo (Foto: Divulgação)

Graficamente o jogo é bastante competente, mostrando um bom modelo de Hatsune Miku e animações de dança bem acima da média. As longas tranças da personagem também se movem de maneira convincente e os itens de personalização aparecem nela também durante as músicas. Raramente, em algumas cenas de perto, é possível ver alguma textura um pouco menos detalhada.

Videoclipes e Estágios no game

Cada estágio possui um videoclipe contando uma história ao fundo enquanto a jogabilidade está rolando. Também é raro ver notas ou marcadores se perderem no fundo desses clipes, pois normalmente o contraste funciona bem. Caso o jogador deseje apenas ver o vídeo com calma, é possível assisti-lo separado da jogabilidade.

Project Diva f traz uma boa quantidade de músicas, com mais de 40 canções, nem todas cantadas por Hatsune Miku, que divide espaço com seus amigos. Apesar da boa quantidade, não há tanta variedade. Algumas das músicas mais famosas da cantora, como World is Mine, também demoram para aparecer.

Hatsune Miku marca sua chegada ao ocidente mas não tenta conquistar novos fãs (Foto: youtube.com)Hatsune Miku marca sua chegada ao ocidente mas não tenta conquistar novos fãs (Foto: youtube.com)

O jogo dá um bom passo ao oferecer a letra das músicas para que o usuário entenda o que está sendo cantado, porém apenas em japonês, sem fazer um esforço extra para trazer uma tradução do que está sendo dito. Não há legendas nem mesmo no modo onde você pode apenas assistir ao videoclipe da música.

Conclusão

Hatsune Miku Project Diva f é um bom jogo rítmico que usufrui do sucesso da cantora virtual e de suas músicas, mas não se esforça muito para aumentar seu alcance no ocidente. O público-alvo do título acaba sendo apenas fãs que já a conheciam, mas mesmo estes poderão se desanimar com a dificuldade elevada. Apesar de ser um jogo competente, há mais do que uma barreira cultural impedindo-o de ser melhor.


Qual o melhor jogo rítmico de todos os tempos?
Comente no Fórum do TechTudo.


Nota TechTudo

NOTA tt
7.5
Gráficos
7
Jogabilidade
8
Diversão
7
Som
8

Prós

  • - Chegada da série ao ocidente
  • - Jogabilidade divertida
  • - Boa quantidade de músicas

Contras

  • - Dificuldade elevada
  • - Sem tradução das músicas
  • - Voltado apenas para fãs
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares