Câmera

NOTA tt
8.0

Review Instax Mini 9

Câmera da Fujifilm revela fotos na hora e tem design retrô que encanta; saiba se vale a pena pagar o preço de R$ 450 pela Instax Mini 9

Anna Kellen Bull
por
em

A Instax Mini 9 é uma câmera instantânea da FujiFilm, com lançamento em 2017, que chama a atenção pelo design retrô e charmoso. Além de ser muito divertido revelar fotos na hora, o modelo poderia facilmente servir como um item de decoração na estante de casa. A sucessora da Mini 8 tem como maior diferencial o espelho frontal para facilitar a captura de selfies e um acessório (que acompanha o kit) para fazer fotografias no modo close-up de detalhes. 

O dispositivo tem preço de R$ 450 no Brasil e é um dos mais baratos da categoria. Para saber se vale a pena comprar a Instax Mini 9, o TechTudo testou a câmera durante alguns dias e conta as experiências nesta análise. Veja, no review a seguir, os prós e contras do produto.

Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Impressão de foto na Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Instax Mini 8 ou Mini 9; descubra qual é a melhor câmera instantânea

Design

É fácil se apaixonar pelo visual da Instax Mini 9. Ao retirá-la da caixa, a primeira reação da maioria das pessoas é amar seu design com "cara de antigo" e, ao mesmo tempo, moderno. Seu corpo é feito de plástico e ela está disponível em cinco cores pastéis: verde limão (modelo que testamos), azul piscina, rosa flamingo, branco gelo e azul cobalto.

Embora seja construída em plástico, a câmera não aparenta ser frágil e tem o acabamento muito bem feito. O compartimento onde o filme é ejetado fica no topo do dispositivo. Os papéis são do tamanho de um cartão de crédito, aproximadamente, com 62 mm x 46 mm. O preço do filme varia de acordo com a quantidade e o estilo do pacote. O mais básico, que tem bordas brancas e vem com 20 unidades, custa R$ 67,41 no site oficial da Fujifilm.

Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Traseira da Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Já na parte de trás, há a entrada do cartucho do filme, o contador de fotos (que mostra quantos papéis restam para impressão) e o visor óptico. As pilhas entram na lateral do produto. 

É na parte da frente, porém, que fica a diferença visual em relação à geração anterior: um pequeno espelho para selfies. A mudança é muito bem-vinda e, durante os testes, foi possível enquadrar as fotos com mais facilidade ao visualizá-la previamente no recurso. Além disso, é nesse espaço que ficam localizados os sensores de flash e luz que ajustam a exposição do ambiente automaticamente. O botão do obturador e o "power" também estão posicionados na parte frontal da câmera.


Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Instax Mini 9 tem espelho que facilita selfie (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Por último, mas não menos importante, as dimensões do dispositivo: 116 mm x 118.3 mm x 68.2 mm. Portabilidade, definitivamente, é um ponto que não deixa a desejar na Instax. Com 307 g (peso sem pilhas e outros acessórios), é muito confortável usar a máquina e você não deve encontrar dificuldades de manuseá-la com somente uma mão. Levar o aparelho na bolsa e em viagens também pode ser um atrativo a mais.

Qualidade da foto

Antes de descobrir se a Instax cumpre com suas expectativas, é importante destacar que a principal proposta do produto não é capturar imagens excepcionais, como celulares premium fazem atualmente. Se o objetivo é tirar fotos com qualidade alta, indicamos o uso de smartphones com câmeras elogiadas, como o iPhone 8 Plus e Galaxy Note 8. Há opções de impressoras portáteis para quem deseja revelar fotografias em casa, como as HP Sprocket e Canon Selphy CP1000.

Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Fotos impressas com a Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Dito isso, precisamos contar que, sim, a Instax Mini 9 agrada ao proporcionar muita diversão. Para começar, o seu uso é muito simples: basta apertar um botão para ligá-la, escolher a luz do ambiente, apontar, disparar e pronto. Depois disso, basta retirar a foto impressa no topo da câmera. 

Como não é uma câmera digital, não existe uma tela para julgar a qualidade da imagem previamente. Então, não há escolha: ou você gosta da fotografia ou joga a impressão no lixo. Após tirar a foto, o papel sai em branco e leva, aproximadamente, dois minutos para a imagem começar a aparecer. Tem que ter paciência – não adianta assoprar e nem balançar para revelar mais rápido.

montagem review anna (Foto: Arte/TechTudo)À esquerda, foto em luz controlada; ao meio, foto no pôr do sol exibiu manchas de tinta; à direita, uma das tentativas de usar o acessório de close-up (Foto: Arte/TechTudo)

A abertura da lente (que tem 60 mm) depende do modo de cena selecionado, mas pode variar entre f/32 até a máxima de f/12.7. A velocidade fixa de obturador é de 1/60 segundo.  Na prática, a câmera cumpriu com as expectativas e imprimiu imagens com "cara de retrô", que devem render uma boa decoração em paredes ou na porta da geladeira.

Apesar disso, o equipamento mostrou melhor desempenho em locais fechados, como no interior de casa. Em ambientes abertos, como em um pôr-do-sol, houve um pequeno problema: apareceram dois pontinhos azuis, como se fosse uma mancha de tinta durante a impressão.  

Outro ponto negativo é que algumas fotos ficaram superexpostas, ou seja, com uma incidência exagerada de luz. Lembrando que existem cinco modos de cena disponíveis para ajuste de iluminação: luz interna, nublado, iluminado, ensolarado ou Hi-Key (para locais muito escuros).

Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Detalhe da Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

É importante destacar que a máquina possui um sensor que configura a cena de acordo com a iluminação do ambiente. O recurso é indicado pelos diferentes LEDs ao redor do mostrador. Apesar disso, a ferramenta não foi muito consistente em nossos testes – a função parecia confusa ao mudar a cena constantemente, mesmo sem alteração de luz no lugar.

Resumo da ópera: a experiência é mais divertida quando você está em dentro de casa com a iluminação controlada.

Recursos

A Instax Mini 9 chega com um acessório que imita uma lente macro para acoplar à câmera. Segundo a Fujifilm, é possível tirar fotos com aproximação de até 35 cm de distância. A experiência com o componente não foi muito positiva: as poucas tentativas ficaram totalmente fora de foco e só pareciam um borrão gigante.

Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Talvez o jeito certo de usar a lente não tenha sido encontrado e, devido à limitada quantidade de papel disponível, resolvemos não usar mais filmes com o recurso. É preciso praticar para chegar ao equilíbrio, mas isso significa desperdiçar muitas folhas de filme, que não são baratas.  

A câmera precisa de duas pilhas alcalinas AA de 1.5 V para funcionar. De acordo com a empresa, a bateria deve ser suficiente para cerca de 100 disparos, dependendo do modo de exposição. Em nossos testes, a carga durou 10 fotos, inclusive com flash, sem problemas.

Custo benefício | Vale a pena comprar?

A Instax Mini 9 tem um design retrô que deve servir até como decoração da sua casa. Outro ponto positivo são as fotos impressas instantaneamente sem problemas, que saem com "cara de antiguidade", e devem render bons ímãs de geladeira e enfeites de parede. A nova câmera da Fujiflm também conta com um espelho para selfies, que é uma atualização muito bem-vinda em relação à sucessora Instax Mini 8. O recurso facilita a vida de quem gosta de tirar fotos sozinho. 

Instax Mini 9 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Instax Mini 9 tem preço médio de R$ 450 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Por outro lado, algumas imagens ficaram superexpostas, ou seja, com iluminação exagerada. A câmera deve entregar melhores resultados em locais com luz controlada, como dentro de casa. A lente macro também não deve ser uma característica decisiva na hora da compra: seu uso é difícil e demanda tempo até achar a distância ideal de enquadramento. Outro quesito que você deve levar em consideração é o preço salgado do papel – que custa R$ 67,41 o pacote de 20 unidades. 

Guardar memórias e momentos com amigos em filmes "retrôs" é bem interessante. Dito isso, o preço de R$ 450 da Instax Mini 9 deve valer a pena para quem considera diversão e decoração, sem a pretensão de tirar fotos com qualidade incrível. No entanto, se você continua em dúvida, é legal dar uma olhada em modelos da Mint, da Polaroid e até impressoras portáteis.

A seguir, confira as especificações da Instax Mini 9: 

Lançamento  2017
 Preço R$ 450
Lente objetivaFujinon, f = 60 mm, f/12.7, 2 componentes, 2 elementos 
 Visor de imagem realAmpliação de 0,37X com marca de alvo 
Focalização0,6 m a infinito
Obturador eletrônico 1/60 seg
Ajuste de exposição Manual (LED indicador do modo de exposição)
FlashAjuste automático de potência por sensor de luz, tempo de recarga de 0,2 a 6 seg., alcance efetivo de 0,6 a 2,7 m 
FilmeFilme instantâneo da Fujifilm "instax mini"  
Tamanho da imagem 62 x 46 mm 


Qual é a melhor câmera fotográfica profissional para iniciantes? Opine no Fórum do TechTudo.


Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Qualidade da Imagem
6
Peso/Tamanho
10
Funcionalidades
7
Custo-benefício
8

Prós

  • Preço competitivo;
  • Design atraente;
  • Fotos para decoração;
  • Espelho para selfies.

Contras

  • Iluminação nem sempre agrada;
  • Papel filme tem valor alto;
  • Lente close-up difícil de usar.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares