TechTudo a tecnologia descomplicada
iPod Touch - geração 4

iPod Touch - geração 4

saiba tudo
  • Categoria MP3 Players

Review

Notas do editor
  • 9
  • 8
  • 9
  • 7
Prós
  • Câmeras muito práticas.
  • Design bonito, leve e fino.
  • Tela de boa qualidade.
  • Acessa à internet via Wi-Fi.
  • Variedade de aplicativos.
Contras
  • É relativamente caro.
  • Não aceita muitos formatos.
  • Aparelho "risca" com facilidade.
Conclusão

O iPod Touch é um produto único. Ele pode ser classificado como MP3 player, mas é, na verdade, muito mais que isso. De fato, parece muito mais natural colocar o iPod Touch no mesmo patamar que os smartphones do que compará-lo com os outros reprodutores de mídia.

10/Dez/2010 16h36 - Atualizado em 14/07/2011 07h09

iPod Touch 4ª geração chega bem próximo do iPhone

O iPod Touch é um produto único. Ele pode ser classificado como MP3 player, mas na verdade, é muito mais que isso. De fato, parece muito mais natural colocar o iPod Touch no mesmo patamar que os smartphones do que compará-lo com outros reprodutores de mídia.

Talvez por isso o produto com o qual ele mais seja comparado seja o iPhone. E agora, nas suas quartas gerações, os dois produtos estão mais próximos do que jamais estiveram. o O rótulo “iPhone sem o telefone” não é nenhum exagero para o iPod Touch de 4ª geração.

iPod 4iPod 4 (Foto: Divulgação)

Com quase todas as funcionalidades de seu irmão maior, o iPod Touch de 4ª geração é um dispositivo e tanto, principalmente para o entretenimento — mas isso não significa que ele não possa também ser utilizado para o trabalho.

Sua capacidade de acessar a internet a partir de qualquer lugar onde haja uma rede Wi-Fi, não é, por si só, um grande diferencial. O grande diferencial é, na verdade, a experiência de uso comparável à de pouquíssimos dispositivos móveis, seja para simples navegação na web ou para um dos outros diversos propósitos para os quais o iPod Touch pode ser usado.

Design

iPod 4iPod 4 (Foto: Divulgação)

Essa última geração do iPod é, como de praxe, a mais fina que já se viu. Ele é tão fino que nos faz imaginar como coube tanta coisa ali dentro. Mais do que isso, nos faz imaginar se será possível tornar o aparelho mais fino ainda na próxima geração, afinal de contas ele já está muito próximo do limite inferior de espessura que os conectores permitem.

A altura e largura são similares a de qualquer iPhone ou iPod Touch de geração anterior, mas é na espessura e na extrema leveza que o iPod Touch de 4ª geração se destaca: são cerca de 7 milímetros e 100 gramas, respectivamente.


Sistema operacional e aplicativos

O iOS, que move o iPod Touch (assim como seus irmãos iPhone e iPad), é um sistema extremamente amigável e de aprendizado rápido, mesmo para quem não está habituado com ele. Todas as principais funcionalidades são acessíveis com poucos toques e a interface é intuitiva.

Os aplicativos também são, de um modo geral, excelentes. A App Store da Apple é hoje a maior loja do mundo de aplicativos para dispositivos móveis, e até o momento, também é a melhor de todas. A campanha publicitária da Apple que, diante das mais diversas situações e proposições, comenta triunfante que “há um app para isso” está, de fato, muito mais próxima de ser um relato fiel da realidade do que uma promessa vazia de publicidade. E o iPod Touch é a porta de entrada mais acessível para esse mundo de apps.

Mas nem tudo são flores, é claro. É notório que a Apple controla com mãos de ferro a sua loja de aplicativos e esse paternalismo pode incomodar aqueles que exigem liberdade para instalar o que quiserem no dispositivo que adquiriram. Para estes existe os outros sistemas operacionais (como o Android) ou o jailbreak (procedimento não-endossado pela fabricante que desbloqueia o aparelho para a instalação de qualquer aplicativo de qualquer desenvolvedor).

iPod 4iPod 4 (Foto: Divulgação)

Desempenho e autonomia

O desempenho do iPod Touch de 4ª geração não deixa nem um pouco a desejar. Comparado com o seu irmão mais velho (e mais caro), o iPhone 4, ele apresenta resultados equivalentes. Em nossos testes notamos que, em algumas tarefas (como abrir algumas páginas da web) o iPod Touch foi um pouco mais lento, mas a diferença foi tão pequena que realmente só poderia ser percebida colocando os dois dispositivos lado-a-lado.

Usar o iPod Touch de 4ª geração é uma experiência agradável não só pelo seu sistema operacional de simples operação, mas também pelo bom desempenho que comentamos. Todas as funcionalidades — da navegação na internet aos jogos de gráficos mais exigentes— são acessadas rapidamente e sem engasgos.

Quanto à duração da bateria, a Apple promete até 40 horas de áudio e até 7 horas de vídeo. Em uso normal, com navegação, música, vídeo e aplicativos, o iPod Touch costuma aguentar até o final do dia sem muitos problemas, contanto que não se abuse das atividades que mais consomem bateria, como jogos em 3D, por exemplo. Nesses casos é melhor ter o carregador por perto para o caso de a bateria acabar antes do esperado.

Câmeras

iPod 4iPod 4 (Foto: Divulgação)

Essas são as algumas das maiores novidades dessa versão do iPod Touch. Pela primeira vez o reprodutor de mídia da Apple tem a capacidade de tirar fotos e gravar vídeos.

Dito isso, cabe uma importante ressalva: as câmeras do iPod Touch geram imagens com qualidade aceitável, mas não espere muito delas no caso de fotografias estáticas.

Para fotos, as câmeras servem apenas como uma maneira de registrar alguma imagem sem compromisso, mas não queira usar o iPod Touch como máquina fotográfica no nascimento de seu filho, por exemplo. Já para tirar uma foto casual e enviar direto para o Twitter, aí sim a câmera é mais do que suficiente – e muito prática.

Quando vamos analisar o vídeo, por outro lado, vemos uma competência acima da expectativa. Novamente, o iPod Touch de quarta geração jamais substituirá uma câmera dedicada, mas faz um bom trabalho com os vídeos, e é suficiente para filmar algo e enviar ao YouTube com definição de 720p.

Como pode ser percebido, as câmeras do iPod Touch têm uma forte vocação à internet, principalmente à faceta mais social da rede. E isso inclui a câmera frontal, que permite que se converse com seus contatos via FaceTime.

O FaceTime é a tentativa da Apple de popularizar a vídeo-chamada, tornando-a simples de se configurar. Na verdade, tudo que se precisa é associar um e-mail ao seu iPod e falar para os amigos te “ligarem” naquele e-mail. Funciona com qualquer um que possua um outro iPod Touch de quarta geração, um iPhone 4 ou um Mac com o aplicativo FaceTime instalado. A única restrição é que é necessário estar conectado à internet pelo Wi-Fi para fazer uso dessa função.

A facilidade de uso e qualidade de áudio e vídeo nas chamadas de FaceTime são uma ótima surpresa. Ainda estamos aguardando para ver, porém, o quanto esse novo paradigma de comunicação da vídeo-chamada irá (ou não) se integrar ao cotidiano das pessoas.

Tela Retina e giroscópio

São novidades herdadas diretamente do iPhone 4. A Tela Retina, como a Apple chama a sua tela de altíssima densidade de pixels, apresenta, de fato, imagens muito bonitas.

Com essa nova tela a definição é tão alta que é praticamente impossível de se distinguir os pixels. O resultado disso é que textos e imagens são mais suaves do que nunca. Depois de usar a Tela Retina por algum tempo é impossível não notar as bordas serrilhadas em qualquer outra tela sem a mesma tecnologia.

A diferença em relação ao iPhone 4, porém, é que a tela do iPod Touch de quarta geração não conta com a tecnologia chamada IPS (In Plane Switching), presente no iPhone 4 e no iPad. Sem ela, o LCD só apresenta sua melhor imagem quando visto em um ângulo reto. Pessoas olhando para a tela a partir de uma posição oblíqua notarão a perda de qualidade, principalmente nos pretos. Mas considerando as dimensões do aparelho — ninguém vai juntar a família para assistir um filme no iPod Touch — isso acaba não sendo um grande problema.

Os jogos aproveitam a alta definição da tela para exibir seus melhores gráficos, e o iPod Touch dá conta sem perda de resposta ou de quadros. É, aliás, nos jogos que o giroscópio se torna mais útil. Esse novo sensor, que a Apple estreou no iPhone 4, detecta qualquer tipo de movimento no dispositivo, por mais sutil que seja.

O giroscópio aumenta as possibilidades de controle de jogos que, de outra maneira, exigiriam um botão na tela ou a realização de um gesto com os dedos para realizar algo como, por exemplo, olhar em volta em um jogo de tiro em primeira pessoa.

Reprodutor de mídia

Em meio a tantas funcionalidades é até arriscado nos esquecermos que o iPod Touch é — ou pelo menos foi concebido como — um reprodutor de mídia portátil, e ele é excelente nisso.

Ouvir músicas e assistir vídeos no iPod Touch é uma experiência que se compara à de pouquíssimos concorrentes. Com uma coleção musical organizada é possível ver as capas dos álbuns, acompanhar as letras, montar listas de reprodução inteligentes, assinar podcasts e tantas outras características que fizeram Steve Jobs, CEO da Apple, se referir ao iPhone em seu lançamento como “o melhor iPod que já fizemos”. E o iPod Touch só melhorou ainda mais essa experiência com o passar do tempo.

A desvantagem, porém, para quem possui uma grande coleção de músicas e vídeos, é a capacidade de armazenamento relativamente pequena do iPod Touch. Quando se junta músicas, vídeos e aplicativos, os 8 GB do modelo mais barato (ou mesmo os 64 GB do mais caro) podem ficar apertados.

Felizmente o iTunes (software por meio do qual é feita a sincronização do iPod com o PC ou Mac) faz um excelente trabalho em ajudar a otimizar esse espaço através da sincronização por listas inteligentes. É possível, por exemplo, preparar uma lista para uma longa viagem com 12h das músicas que você mais ouve no seu computador e sincronizar isso com o iPod. Ou talvez uma lista das 1.000 músicas avaliadas com mais de quatro estrelas que não foram ouvidas recentemente — as possibilidades são inúmeras.

Para quem gosta de assistir vídeo em qualquer lugar, o iPod Touch também é uma ótima pedida, ainda mais agora com a nova Tela Retina. A única ressalva é que ele não se dá bem com a multitude de formatos de vídeo que se encontra atualmente pela web afora: é preciso converter tudo para mp4 ou vídeos do QuickTime para que o iPod reconheça. E embutir as legendas no vídeo, caso as queira.

Bom, na verdade isso é como as coisas funcionavam há até bem pouco tempo. Recentemente surgiram na App Store os primeiros aplicativos que conseguem reproduzir formatos diversos de vídeos no iPod (assim como no iPhone e iPad), bem como inserir legendas em tempo real. Um excelente exemplo é o VLC, que pode ser baixado gratuitamente na App Store e que permite que diversos formatos já sejam assistidos sem a necessidade de conversão prévia.

iPod 4iPod 4 (Foto: Divulgação)

Capacidade de armazenamento e preço

O iPod Touch de quarta geração pode ser encontrado em três modelos, variando apenas sua capacidade de armazenamento: 8 GB, 32 GB e 64 GB. Os preços oficiais são, respectivamente, R$ 749,00, R$ 999,00 e R$ 1.299,00. Como curiosidade, segundo a Apple, cerca de 31% desse valor é formado unicamente por impostos e taxas.

Para quem gosta de ter muitas músicas, vídeos e podcasts consigo, recomendo que procure comprar o modelo com a maior memória que seu orçamento permitir. Por experiência própria, se você for esse tipo de pessoa que possui muita música e vídeos — sem contar os aplicativos — 8 GB ou 32 GB vão ser preenchidos muito mais rapidamente do que você gostaria.

Considerações finais

Além de tudo o que foi abordado nesse review, vale a pena se lembrar que o iPod Touch é, de certa forma, um computador de bolso, então atividades como navegação na internet, programas de mensagens instantâneas (como MSN e Gtalk), e leitura de e-mails são, entre outras, algumas das atividades que podem ser desenvolvidas nesse aparelho. Considerá-lo um mero reprodutor de mídia seria uma simplificação exagerada.

Isso posto, compreende-se porque alguém pode querer investir um dinheiro muito maior em um iPod Touch do que seria necessário para comprar um reprodutor de mídia “comum”. O investimento, para quem realmente irá usar as funcionalidades do aparelho, vale cada centavo, e a experiência tende a ser de muita satisfação entre os usuários.

Comparado ao iPhone 4 — ironicamente aquele que parece ser seu maior concorrente — ele não faz feio, nem um pouco. Se uma câmera de maior qualidade, GPS e conectividade 3G não fazem falta a você, há poucos motivos para pagar a mais por um iPhone: o iPod Touch de quarta geração faz quase tudo que ele faz, e ainda é mais barato e mais magrinho.

Ficha técnica

Tela multi-toque de 3,5”
Resolução de tela 960 por 640 pixels (326 pontos por polegada)
Sistema operacional iOS
Armazenamento memória interna não-expansível de 8 GB, 32 GB ou 64 GB
Câmera traseira fotos estáticas de 0,7 MP e vídeo (com áudio) em 720p a até 30 fps
Câmera frontal fotos e vídeos VGA, a até 30 fps
Flash não
Equalizador sim
Rádio FM não
Sincroniza com PC sim (via iTunes)
Conectividade Wi-Fi 802.11 b/g/n, Bluetooth 2.1 EDR e USB
Dimensões 111 x 58,9 x 7,2 mm
Peso 101 g
Autonomia de bateria 40 horas de áudio / 7 horas de vídeo
Itens inclusos Fone de ouvido, conector USB para Dock e guia rápido

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero

  • Derek Zatta
    2011-10-15T20:03:47

    adorei,to loko pra compra o meu

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Derek Zatta
    2011-10-15T20:03:47

    adorei,to loko pra compra o meu

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário

TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade