Notebook

NOTA tt
7.3

Review Lenovo ThinkPad Helix

Elegante, mas problemático. O híbrido voltado para escritórios pode ser uma solução para quem está sempre entre uma reunião e outra.

Leonardo Avila
por
em

O Lenovo Thinkpad Helix é o pequeno notável da linha profissional da marca. Metade tablet, metade ultrabook, o modelo chama a atenção por um design compacto e moderno, além de um conjunto de baterias bem capaz e algumas funcionalidades meio fora de série.

Notebook ficando sem áudio? Corrija o problema

No Brasil, a Lenovo vende o Helix em apenas uma versão, que traz processador Intel Core i5-3337U, 4GB de memória DDR3 e disco rígido de 128GB, por R$ 3.800. Lá fora, a empresa lançou em 2014 uma versão mais potente que funciona com processadores de arquitetura Broadwell Core M, que trazem um pouco mais de poderio aliado a uma economia de energia considerável.

Diversos conectores mantêm as peças firmes (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)Diversos conectores mantêm as peças firmes (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)



Sem jeito

O corpo do Helix é ao mesmo tempo a primeira coisa que vai te chamar a atenção e um de seus maiores problemas. A começar, o híbrido não é lá tão móvel assim, pesando um total de 1,6 kg (muito devido à bojuda bateria de 42 WH que de fato é dividida em dois, e encaixada no tablet e na base). Isso até mesmo se você considerar suas dimensões compatíveis com outros Ultrabooks, como o Sony Vaio Pro 11 e o Macbook Air.

O modelo que testamos também é um pouco desengonçado. Com o tablet acoplado (que sozinho tem metade do peso do pacote completo e é menos fino que o teclado) é quase impossível usá-lo no colo sem que ele teime em cair para trás. E para um produto com preço premium (você o encontra por volta de R$ 3.800), o acabamento da peça é frustrante: um plástico macio cobre tudo fora a tela, que tem um aspecto envernizado, mas tudo é muito suscetível a marcas de dedos.


O acabamento perolado fica rapidamente repleto de marcas (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)O acabamento perolado fica rapidamente repleto de marcas (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)

Por outro lado, a Lenovo continua honrando a série Thinkpad no que diz respeito a confiabilidade e organização. A estrutura do híbrido é muito sólida, os conectores do tablet são firmes e fáceis de encaixar e desencaixar (há um enorme botão a esquerda da base que faz o trabalho de destacar as peças, ainda que com um clique meio preocupante) e o teclado é confortável e admiravelmente pouco claustrofóbico para um Ultrabook de 11,6 polegadas.

A distribuição inteligente em seis linhas permite até espaço para dar a cada tecla uma leve concavidade que facilita acesso e traz maior conforto. A base sobre a qual o teclado opera também parece bem sólida.

Finalmente, o trackpad continua sendo muito funcional e permite espaço para largos gestos e para os atalhos de toque do Windows 8. É necessário, entretanto, um certo jogo de cintura para entender onde exatamente clicar o trackpad para que ele realize, por exemplo, as funções de botão esquerdo e direito do mouse. Há ainda um trackpoint aninhado entre as teclas G,H e B para movimentos mais calculados do cursor, mas não é nada que vá mudar sua vida.

Apesar dos coolers e saídas de ar, o Helix tem um problema com aquecimento (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)Apesar dos coolers e saídas de ar, o Helix tem um problema com aquecimento (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)

O maior problema quando o assunto é hardware é mesmo subcutâneo: por alguma razão, depois de algo em torno de duas horas de uso intenso (entre downloads, navegação web e uso de programas de streaming) experimentamos um aquecimento notável do tablet, mesmo quando conectado ao híbrido. Há saídas de ar tanto no topo da tela quando na região de encaixe das peças (e até um flap meio horroroso para fazer o ar circular para cima), mas isso não parece ser o bastante para manter a temperatura do conjunto em um nível não preocupante.

A negócios

O Helix é pensado para o cotidiano do trabalho, e cumpre muito bem suas tarefas neste sentido. É, o hardware por debaixo da máquina é aquém do que heavy-users costumam buscar – o que testamos, com chip Intel Core i5 Ivy Bridge de 1,8GHz e placa de vídeo Intel HD Graphics 4000 de 32MB, sofre para rodar até mesmo jogos desenvolvidos para mobile como Dungeon Hunter 5 e Asphalt 5. Mas não houve problema ao usar programas de edição como o Adobe Photoshop CS5. Além disso, a vida útil da bateria (média de sete horas de autonomia, cinco com o tablet destacado) garante uso quase contínuo no expediente, sem muitas dores de cabeça.


O Talbet do Helix funciona também com canetas digitais  (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)O Talbet do Helix funciona também com canetas digitais (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)

Como toda linha Thinkpad, aqui o usuário também acha um pacote de software e hardware dedicado para segurança, como BIOS encriptada , um chip TPM e a plataforma Intel vPro, que te auxilia em conexões seguras a maneiras de investigar seu setup remotamente.

A tela do híbrido é de 11,6 polegadas, tem resolução 1080p e é um display IPS, o que significa amplo ângulo de visão sem distorção de cor. O ótimo contraste torna a leitura pouco cansativa.

Dicas para montar um PC Gamer em 2015.Participe no Fórum do TechTudo.

Dois outros elementos colaboram para que o Helix seja um bom parceiro de escritório. O primeiro é que a tela de toque também funciona com canetas stylus. O modelo vem acompanhado de uma ótima solução por sinal, desenvolvida pelos especialistas da Wacom. Segundo item legal é que você pode encaixar o tablet ao contrário, de forma que o display fique para o outro lado do usuário – algo muito útil para apresentações, permitindo maior controle sem que haja um teclado (e um ser humano) dificultando a visão de seus colegas.

O tablet pode ser acoplado de formas menos ortodoxas (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)O tablet pode ser acoplado de formas menos ortodoxas (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)



Conectividade

Outro dos destaques do 2 em 1 é a sua conectividade. Em seu formato ultrabook, ele traz duas entradas USB 3.0, um DisplayPort para conectá-lo a outros aparelhos, uma entrada P2 para fones de ouvido no próprio tablet e duas entradas para SD cards que ficam na porção inferior do dispositivo móvel (escondido pela base conectora, mas ainda assim funcional). Quando destacado, o tablet conta ainda com uma saída USB 2.0, DisplayPort e um espaço para cartão SIM. Em ambas as disposições, é possível usar o mesmo cabo para efetuar a recarga.

Mesmo mais pesado e desengonçado que outras opções do seu tipo, o Helix entrega uma boa solução para quem precisa transferir dados entre dispositivos ou não quer ficar preso ao note para aproveitar conteúdo multimídia.


Detalhe da lombada posterior do Helix – conectividade é um dos pontos positivos (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)Detalhe da lombada posterior do Helix – conectividade é um dos pontos positivos (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)



Software

O Thinkpad Helix, não importando que versão, vem acompanhado do sistema operacional Windows 8, com um set inicial leve de aplicativos úteis. No caso de nosso teste, recebemos uma máquina já conectada ao Windows 10, que de fato parece em casa no aparelho. A área de trabalho já se organiza prontamente ao display Full HD do Helix, e é capaz de reconhecer e se adaptar – a um comando do usuário – ao modo ultrabook e ao tablet assim que vocês destaca-o da base. Vale lembrar que o upgrade para o novo sistema operacional será gratuita até julho de 2016 para qualquer usuário de Windows 8 atualizado para o 8.1.


As câmeras (2MP na frente e 5MP atrás) servem mais para teleconferências que para redes sociais (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)As câmeras (2MP na frente e 5MP atrás) servem mais para teleconferências que para redes sociais (Foto: Leonardo Ávila/TechTudo)

Há uma espera de 12 segundos quando você liga a máquina e, em alguns casos, a transição entre o modo tablet e ultrabook ocasiona alguns trancos temporários. Mas de resto o Helix se mantém uma máquina ágil.

Garantia

A Lenovo entrega 3 anos de garantia on-site, que pode ser estendida por mais dois anos. Através deste sistema, empresas podem agendar a visita de um técnico diretamente no escritório caso o problema não possa ser resolvido remotamente.

Conclusão

O Helix é fiel à tradição da linha Thinkpad: ele é um produto refinado especialmente para seu público-alvo. É uma filosofia que parece transbordar até para alguns de seus vício de design – destaque o tablet e você não vai conseguir fechar ou abrir o ultrabook porque a base conectora teima em ficar no mesmo lugar, por exemplo, e ele é desconfortável e um pouco pesado demais para se usar fora de uma mesa de escritório.

Se você quer um companheiro de trabalho versátil e precisa estar sempre indo e vindo de reuniões e apresentações, o Helix é uma ótima pedida. Para qualquer outro público, o custo-benefício da máquina simplesmente não vale a pena – há opções com mais poder de fogo no mercado por preços até mais acessíveis, como o Inspiron 137000.

Nota TechTudo

NOTA tt
7.3
Design
7
Funcionalidades
10
Desempenho
6
Custo-benefício
6

Prós

  • Bom set de baterias
  • Teclado compacto e funcional
  • Corpo firme e confiável
  • Input por teclas, toque e caneta

Contras

  • Design desengonçado
  • Super aquecimento
  • Hardware desatualizado
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Sergio Camardo
    2018-03-13T15:00:00

    Tenho esse notebook há mais de um ano e adoro, hoje procurando NOVAMENTE enfiar o cartão SD no Buraquinho e com medo de quebrar fui pesquisar... Não fala nada nos Manuais e pra Lenovo é como se essa versão Helix 1 não existisse... Só descobri que a leitura SD é FAKE por causa do comentário do Roberto Jr acima... Outra coisa ruim é que não tem atualização pro Windows 10, mas ele trabalha bem com o 8.1. A Webcam parou de funcionar na última atualização;;;

  • Sergio Camardo
    2018-03-13T14:59:52

    Tenho esse notebook há mais de um ano e adoro, hoje procurando NOVAMENTE enfiar o cartão SD no Buraquinho e com medo de quebrar fui pesquisar... Não fala nada nos Manuais e pra Lenovo é como se essa versão Helix 1 não existisse... Só descobri que a leitura SD é FAKE por causa do comentário do Roberto Jr acima... Outra coisa ruim é que não tem atualização pro Windows 10, mas ele trabalha bem com o 8.1. A Webcam parou de funcionar na última atualização;;;

  • Roberto Jr
    2015-08-18T16:27:18

    Este modelo (type 3.xxx) vendido no Brasil não vem com entradas para SD card. As duas entradas referidas são "fake" (É o mesmo chassi do modelo anterior - type c20)

  • Roberto Jr
    2015-08-18T16:23:10

    Este modelo (type 3.xxx) vendido no Brasil não vem com entradas para SD card. As duas entradas referidas são "fake" (É o mesmo chassi do modelo anterior - type c20)