Jogos de aventura

NOTA tt
9.5

Review Life is Strange: Episódio 4 – Dark Room

Adventure avança para a sua reta final em um capítulo emocionante.

André Luiz de Mello Pereira
por
em

Life is Strange, jogo de aventura lançado pela Square Enix, dos mesmos produtores de Remember Me, tem no quarto episódio a tarefa de começar a preparar o terreno para o desfecho da trama de Max e Chloe. Será que o game continua no caminho para se tornar um dos melhores títulos dos últimos tempos ou deu o primeiro tropeço? Confira no review a seguir:

Confira o review de Life is Strange: Episódio 3


Jogo impressionante

O final do terceiro episódio de Life is Strange chega como um soco no estômago do jogador, ao mostrar uma realidade alternativa na qual nada do planejado por Max deu certo. O quarto episódio não alivia nem um pouco o impacto do anterior, mostrando, já nos primeiros minutos, que não existem escolhas fáceis durante o jogo.

A maneira como as cenas são construídas é impressionante. Talvez pelo game ter feito um bom trabalho na criação das protagonistas, o público se identifica bastante com elas. Uma das grandes sacadas de Life is Strange é realmente fazer o jogador se importar com algumas personagens e torcer para que nada de ruim aconteça com elas.

Max continua encontrando desastres ecológicos por toda Arcadia Bay (Foto: Divulgação) (Foto: Max continua encontrando desastres ecológicos por toda Arcadia Bay (Foto: Divulgação))Life is Strange: Max continua encontrando desastres ecológicos por toda Arcadia Bay (Foto: Divulgação/Square Enix)


No final do terceiro episódio, uma variação do poder de Max de voltar no tempo foi apresentada, e isso também possibilitou à personagem retornar para períodos ainda mais antigos, graças à presença dela em velhas fotografias.

A habilidade, muito similar à vista no filme O Efeito Borboleta, abriu todo um leque de possibilidades para a história, e fez com que os jogadores imaginassem qual passo dar no capítulo seguinte. Infelizmente, o poder é deixado de lado logo no começo do episódio.

Max deve continuar com a sua investigação sobre o possível fim do mundo (Foto: Divulgação)Life is Strange: Max deve continuar com a sua investigação sobre o possível fim do mundo (Foto: Divulgação/Square Enix)

Max não perdeu a habilidade, mas Dark Room aposta no seguro ao utilizar os mesmos poderes de sempre, para que a moça resolva a trama sobre o desaparecimento de Rachel e dos estranhos acontecimentos em Arcadia Bay.

Entrando no modo detetive

O quarto episódio de Life is Strange tem menos momentos de manipulação temporal e investe mais na inteligência de Max e Chloe. Em dado momento, você precisa investigar documentos, cruzar informações e utilizar o cenário para encontrar respostas para um dos maiores mistérios do game.

A Festa do Fim do Mundo é um dos pontos principais do novo episódio (Foto: Divulgação)Life is Strange: A Festa do Fim do Mundo é um dos pontos principais do novo episódio (Foto: Divulgação/Square Enix)


Em time que está ganhando não se mexe

O quarto episódio de Life is Strange não apresenta grandes mudanças no gameplay, gráficos ou trabalho de som. Conforme informado após o lançamento do primeiro capítulo, não seria possível arrumar o problema de sincronia entre voz e personagem que acontece algumas vezes, mas não é nada que atrapalhe o game.


Com visual estilizado e bem agradável, o jogo continua uma belíssima experiência visual, com trilha sonora inspirada. Bandas como Bright Eyes e a artista Amanda Palmer interpretam músicas presentes nas aventuras de Max e Chloe.

Conclusão

Life is Strange prova que existe vida fora da Telltale quando o assunto são adventures, e apresenta mais um capítulo excelente. A história é cheia de momentos que atingem o jogador como um soco na boca do estômago e faz com que você se importe com todos os que aparecem na tela.

Assim como no episódio anterior, Dark Room termina com um gancho que fará muita gente abrir os braços e soltar um sonoro “Mas o que?”. Isso confirma que, se o quinto e último episódio fosse lançado já na próxima semana, ainda teria demorado demais.

Qual é o melhor jogo de ação ou aventura para PC? Comente no Fórum do TechTudo.


Nota TechTudo

NOTA tt
9.5
Gráficos
9
Jogabilidade
9
Diversão
10
Som
10

Prós

  • Excelente trilha sonora
  • Gráficos bonitos
  • História emocionante
  • Personagens bem construídos

Contras

  • Relativamente mais curto que os anteriores
  • O poder de usar fotografias para voltar no tempo é pouco usado
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Carlos Fonseca
    2015-10-20T16:57:27

    Tradução para o português que é bom, nada.