Jogos de aventura

NOTA tt
8.5

Review Life is Strange: Before the Storm

Com uma nova protagonista, será que Before the Storm é capaz de atender as expectativas dos fãs de Life is Strange? Leia nossa análise e descubra.

Tais Carvalho
por
em

Life is Strange foi um um dos grandes sucessos de 2015. O jogo surpreendeu por apresentar temas controversos, como bullying, suicídio e a maneira na qual as pessoas lidam com uma perda. A cidade de Arcadia Bay se expandiu em cinco episódios para narrar a história de Max, uma garota com poderes para voltar no tempo. Before the Storm é o novo jogo que vem para recontar, em três partes, como foi a calmaria antes da tempestade. Com versões para PC (Steam), PS4 e Xbox One, o primeiro capítulo de Life is Strange: Before the Storm, "Despertar", revela novos detalhes sobre Chloe e Rachel. Mas com tamanha expectativa dos fãs, será que o prelúdio manteve a essência da série? Confira em nossa análise.

Veja como salvar a Kate no segundo episódio de Life is Strange

A calmaria antes da tempestade

Para quem não conhece, Life is Strange é uma aventura episódica que narra os dias da personagem Max Caulfield na cidade de Arcadia Bay. Após cinco anos morando em Seattle, a garota retorna a sua cidade natal para estudar fotografia e descobre ter poderes para voltar no tempo. Seu novo dom a coloca, novamente, no caminho de Chloe, sua melhor amiga com a qual perdeu o contato cinco anos atrás. A trama se complica quando Max se depara com a morte prematura de Chloe e decide usar seus poderes para salvá-la.

Li (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Life is Strange: Before the Storm - Episódio 1: Despertar (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)


Com personagens marcantes e finais questionáveis, Life is Strange conquistou uma legião de fãs que certamente não se contentaram com apenas cinco capítulos. No entanto, em vez de receber uma continuação, Before the Storm surgiu para suprir dúvidas e contar em detalhes a saga de Chloe Price, muito polêmica e querida na série. Desta vez, a aventura a insere como protagonista ao lado de Rachel, a garota que desaparece misteriosamente no começo de Life is Strange.

“Despertar” apresenta ao jogador os conflitos que levaram Chloe a se tornar a pessoa arrogante e egoísta do primeiro game; entre a morte de seu pai, a raiva que sente Max por abandoná-la e o desgosto de ver sua mãe se relacionando com um homem que ela desgosta, a protagonista só consegue odiar tudo e a todos. Contudo, ainda podemos ver outra faceta dela, mais nova e inocente, e bem mais consciente sobre seus atos.

Life is Strange: Before the Storm (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Life is Strange: Before the Storm conta a história de Chloe e Rachel (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)




O episódio acerta em mostrar a história de uma perspectiva diferente. Além de Chloe, também somos apresentados a um lado novo de nomes já conhecidos - e odiados -, como Victoria e Nathan. Há outros novos que, provavelmente, devem se encaixar em pontos-chave da trama para revelar detalhes importantes - e obscuros - da série.

O diálogo (não) é a solução

A primeira diferença marcante em Before the Storm é a ausência da mecânica de tempo. Como houve mudança na protagonista, temos um jogo mais simples e focado na narrativa. Contudo, a jogabilidade se mantém praticamente a mesma, incluindo os colecionáveis - que agora são grafites que a personagem principal pode pichar nas paredes. O que há de novo é uma mecânica de discussões, com um mini game de escolhas rápidas. Se Chloe acertar as opções, ela pode vencer a discussão da maneira que mais gosta: xingando e quebrando tudo.

Life is Strange: Before the Storm (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Em vez de poderes para viajar no tempo, Chloe conta com seus poderes de persuasão em Life is Strange: Before the Storm (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)




Em troca dos poderes do tempo, temos o poder de persuasão. A troca não é exatamente equivalente, já que os poderes do tempo de Max geram uma sensação de impacto maior em suas escolhas, o que deixou um pouco a desejar em “Despertar” - mas que ainda pode mudar durante os próximos dois capítulos que encerram o prelúdio.

Chuva de verão

Before the Storm têm períodos diferentes entre suas três poucas horas de duração. O começo é relativamente lento, com diálogos que são, no mínimo, desconexos e não parecem se encaixar bem com a personalidade que conhecemos de Chloe. A narrativa melhora consideravelmente a partir do momento que Rachel aparece. A dinâmica entre as duas parece natural e temos a oportunidade de ver uma Chloe mais introvertida que se perde na contradição de querer se enturmar e não saber o que falar. Ela é apenas uma adolescente revoltada que quer ser "descolada" e acaba seguindo pior caminho para chamar a atenção.

O destaque, porém, está nos diários da protagonista. Assim como em Life is Strange, o jogo nos apresenta um diário pessoal, além de informações adicionais sobre outros personagens em fotos e as mensagens pessoais dela no celular. O diário é, na verdade, uma carta para Max; ao ser ignorada pela sua melhor amiga, o caderno evita que ela crie expectativas em cima de uma possível resposta da amiga - que nunca chegará.

Life is Strange: Before the Storm (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)O diário traz detalhes importantes da história de Life is Strange: Before the Storm (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)

O ponto negativo disso é que, se o jogador não prestar atenção periodicamente no diário, ele perderá uma parcela importante da narrativa e da construção da personagem. Grande parte desses detalhes não é inserida durante o jogo em diálogos ou em pensamentos.

Em essência, Before the Storm é Life is Strange a todo momento. Os cenários, ângulos, as pausas para ouvir música, as escolhas, tudo certamente está lá. O único problema é que do meio para o final do primeiro capítulo a qualidade da narrativa se perde um pouco. 

Life is Strange: Before the Storm (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Before the Storm mantém a essência de Life is Strange (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)


Ao invés da formação lenta de uma tempestade, acabamos com uma chuva rápida de verão, em que a aproximação de Chloe e Rachel acontece de maneira muito acelerada. De uma cena para a outra, as duas parecem ter um nível de intimidade maior do que foi possível observar no episódio, o que quebra a naturalidade entre ambas. O que fica é uma sensação de buraco, que algo aconteceu entre aquele meio tempo e não apareceu.

“Tamo junto”

Outro ponto que merece destaque é a localização de Before the Storm para o português. Um dos elementos que marcam a série é a linguagem coloquial e as gírias usadas. Além de contar com legendas para o português brasileiro, a localização adaptou gírias e até mesmo xingamentos de maneira exemplar. Tanto que, em determinados momentos, podemos sentir um certo desconforto ao ler algumas expressões bobas e bem típicas de adolescentes - afinal, quem nunca sentiu vergonha do jeito que falava quando era mais novo, não é?

Life is Strange: Before the Storm (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Life is Strange: Before the Storm (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)



Em termos visuais, o jogo mantém o mesmo estilo do primeiro. Há algumas melhorias gráficas, como efeitos de luz e cenários mais vivos, mas nada muito significado. Já a trilha sonora continua impecável como de costume. Há momentos em que o jogador pode simplesmente parar para apreciar as músicas em curtas animações durante o jogo.

Conclusão

Apesar de correr na parte final, Before the Storm ainda é Life is Strange em sua forma, essência e imersão. A trama de Chloe e Rachel está no início e ainda podemos esperar por grandes reviravoltas nos próximos dois capítulos. A vantagem de ser um prólogo é que mesmo aqueles que não jogaram Life is Strange podem experimentar o começo dessa saga sem se perder. Já para os fãs, o game tem potencial para alcançar as expectativas e responder perguntas que ficaram no ar durante os primeiros cinco episódio da série. O jogo também é uma oportunidade de mergulhar novamente em assuntos recorrentes e conhecer um pouco mais sobre Chloe, amando ou odiando a nova protagonista.

Qual o melhor jogo de ação ou aventura para PC? Dê a sua opinião no Fórum do TechTudo.

Nota TechTudo

NOTA tt
8.5
Gráficos
7
Jogabilidade
8
Diversão
9
Som
10

Prós

  • Personagens novos e conhecidos;
  • Mecânica de persuasão;
  • Localização para o português;
  • Diário da Chloe;
  • Nova perspectiva sobre a história.

Contras

  • Final corrido;
  • O relacionamento de Chloe e Rachel avança muito rápido;
  • Detalhes importantes da história ficam apenas no diário.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Isabela Silva
    2017-09-11T02:11:27

    Não tem data pra sair o segundo episódio???

  • Rafael Lazzari
    2017-09-06T12:20:15

    Jogo para depressivos e rebeldes entediados.

  • Tharick Cupertino
    2017-09-06T15:07:38

    Sou novo no jogo, mais já estou adorando toda a trilha sonora, os detalhes, tudo! A Clhoe definitivamente é a minha personagem favorita, e é uma pena que ela tem um fim tão trágico no life IS strange, o jogo em si é muito bom, mais devo confessar que fiquei desapontado com os finais do primeiro game, espero que before The storm mostre um rosto diferente, cheio de novas escolhas, simplesmente, estou adorando ver os vídeos no YouTube da galera jogando, infelizmente não posso comprar o game ainda, mais só de ver a galera jogando, já estou adorando o jogo.

  • Vinicius Henrique
    2017-09-06T12:04:43  

    Jogo Horrivél

    recentes

    populares

    • Vinicius Henrique
      2017-09-06T12:04:43  

      Por que vc acha isso? Eu achei incrível, história, trilha sonora, referências...

  • Julliano Vieira
    2017-09-06T12:10:35

    Click bait pra fazer as vovozinhas entrarem na matéria pra ler. Desnecessário, cara. Só apontando os pontos positivos vc conseguiria o mesmo. Você tem capacidade pra fazer melhor do que isso.

  • Mister Caramba
    2017-09-06T11:47:37

    "Jogo polêmico com suicídio e bullying ganha nova versão"...Kkkk que piada !!

  • Elie Feghali
    2017-09-06T11:00:53

    A trilha sonora do primeiro é o ponto alto do jogo! Mantendo isso já é o suficiente!

  • Elie Feghali
    2017-09-06T10:53:09

    Aqui no Brasil tudo que é um pouco diferente vira ""polêmico"", kkk! Enfim, o primeiro tem personagens legais, mas a Trilha Sonora é o ponto alto do jogo! Mta música boa! Diversas vezes liguei o Shazam pra ja incluir a musica no spotify!

  • Sr Saraiva
    2017-09-06T10:41:32

    Vamos ver se é tão bom quanto o primeiro