Wearables

NOTA tt
9.0

Review Mi Band

O TechTudo testou a Mi Band, pulseira inteligente da Xiaomi. Veja todas as nossas impressões.

Helito Bijora
por
em

A Mi Band, pulseira fitness da Xiaomi, começou a ser vendida no Brasil por um preço que chama atenção. Por apenas R$ 95, valor bem abaixo do que é cobrado por produtos similares de outras marcas, o acessório oferece um monitor básico de atividades físicas e de sono. A pulseira conta o número de passos, calcula a distância percorrida pelo usuário e, com esses dados, estima as calorias queimadas ao longo do dia.

Se você está pensando em comprar uma Mi Band, confira o nosso review e descubra os pontos fortes e os pontos fracos da pulseira inteligente da Xiaomi. O TechTudo avaliou as principais características do acessório e, nos próximos parágrafos, descreve em que o gadget acertou e em quais aspectos o produto deixou a desejar. Confira.

Confira o nosso review da pulseira Mi Band  (Foto: Helito Bijora/TechTudo)Confira o nosso review da pulseira Mi Band (Foto: Helito Bijora/TechTudo)


Design

Apesar de ser um gadget simples e barato, o design da Mi Band é de muito bom gosto. A pulseira é feita de um polímero sintético emborrachado e material anti-alérgico, enquanto o monitor de atividades possui corpo de plástico. É tudo muito básico, porém passa a sensação de qualidade e nota-se um acabamento de primeira.

Além da pulseira preta, inclusa na caixa da Mi Band, o usuário pode adquirir separadamente o acessório nas cores laranja, rosa, amarelo, verde e azul. Entretanto, aparentemente essas pulseiras extras ainda não estão à venda na loja brasileira da Xiaomi.

Pulseiras coloridas da Mi Band (Foto: Divulgação)Pulseiras coloridas da Mi Band (Foto: Divulgação)

O único ponto negativo neste quesito é que, após alguns dias de uso, a pulseira preta perdeu um pouco de brilho e ficou “desbotada”. Nada muito notável ou que atrapalhe o uso e funcionalidades do aparelho, mas que é importante ser observado.

Funcionalidades

Como já comentado, a pulseira inteligente da Xiaomi possui um contador de passos e monitor de sono. Baseado no peso e altura registrados pelo usuário no aplicativo, a Mi Band é capaz de calcular a distância que você caminhou ou correu e estimar o seu gasto energético diário.

Levante a mão para ver o seu progresso (Foto: Helito Bijora/TechTudo)Levante a mão para ver o seu progresso (Foto: Helito Bijora/TechTudo)


Já o monitor de sono funciona de maneira quase mágica. Não é necessário ativar nada; ele simplesmente detecta que o usuário está dormindo e registra a hora em que se deitou, quando acordou e o número de horas de sono, separando em sono leve e sono profundo.

Outra funcionalidade interessante da Mi Band é o alarme inteligente. Com o recurso ativado, a pulseira lhe despertará no melhor momento – quando você estiver em sono leve. Dessa forma, você acordará mais disposto e terá menos dificuldade para sair da cama.

Mi Band vem em uma embalagem simples e bem acabada (Foto: Helito Bijora/TechTudo)Mi Band vem em uma embalagem simples e bem acabada (Foto: Helito Bijora/TechTudo)


O alarme em questão é um alerta vibratório com intensidade moderada. Ele deve funcionar para a maioria das pessoas, mas é possível que falhe em acordar quem tem o sono muito pesado. Se esse for o seu caso, é bom não confiar apenas no alarme da Mi Band.

A vibração ainda pode ser configurada para notificá-lo sobre ligações recebidas no celular. O recurso, que vem desativado por padrão, deve ser habilitado nas configurações do aplicativo instalado no smartphone. A pulseira também vibra quando o usuário atinge o objetivo diário de exercícios.

Pulseira pode ser configurada para alertar sobre ligações (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Pulseira pode ser configurada para alertar sobre ligações (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Enquanto a meta não é cumprida, você pode saber o seu progresso pelo aplicativo no celular ou observando os LEDs na pulseira. Para isso, basta levantar o braço como se estivesse vendo as horas em um relógio. Cada luz acesa representa um terço do seu objetivo diário.

A Mi Band também é à prova d’água e de poeira. Isso significa que você dificilmente precisará retirá-la do seu braço – mesmo para tomar banho ou nadar. Por outro lado, o acúmulo de água nas frestinhas da pulseira pode incomodar um pouco.

Bateria

A bateria da Mi Band simplesmente impressiona. Apesar de o acessório ser minúsculo, o que consequentemente torna a bateria ainda menor, a Xiaomi garante até 30 dias de autonomia. E, ao contrário de outros fabricantes, a empresa não está mentindo ou maquiando os números.

Em nossos testes, começando com a pulseira totalmente carregada, a bateria permaneceu com mais de 50% depois de duas semanas de uso intenso. Com isso, não fica difícil prever que a bateria vai chegar com folga aos 30 dias de autonomia, conforme prometido.

Aplicativo

Todas as configurações, sincronização e acompanhamento das atividades e monitor de sono são realizadas pelo Mi Fit, aplicativo disponível para celulares Android e iPhone (iOS). Por esse motivo, é importante que o aplicativo também seja bom. E, nesse caso, há algumas ressalvas.

Interface do aplicativo Mi Fit no iOS (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Interface do aplicativo Mi Fit no iOS (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

A interface do aplicativo em geral é bonita, mas alguns botões são pequenos demais e, por ter sido produzido originalmente em chinês e traduzido para o português, não é raro encontrar textos cortados, o que atrapalha a usabilidade. Felizmente, não é nada que uma atualização simples não possa resolver.

Custo-benefício

Embora alguns recursos importantes tenham ficado de fora, como um monitor cardíaco - incluído na segunda geração da pulseira e por enquanto disponível apenas na China - dificilmente o usuário encontrará um monitor de atividades físicas e sono, embora bem básicos, por um valor menor que o que é cobrado pela Mi Band. Isso faz do produto da Xiaomi o melhor na relação entre custo e benefício.



        Nota TechTudo

        NOTA tt
        9.0
        Design
        9
        Desempenho
        9
        Tela
        0
        Câmera
        0
        Custo-benefí­cio
        9

        Prós

        • Gadget barato e acessível
        • Compatível com iPhone e Android
        • Design simples e bem acabado
        • Bateria com excelente autonomia

        Contras

        • Pouca utilidade no dia a dia
        • Aplicativo precisa de algumas melhorias
        Seja o primeiro a comentar

        Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

        recentes

        populares

        • Tarcyla
          2015-12-13T08:27:35  

          Achei injusta a nota e acho que deveriam reconsiderar. Só porque a pulseira não tem CÂMERA ou TELA vocês jogam a nota lá em baixo? São características de pulseiras assim e a nota de 5,4 passa a impressão de que o produto é muito ruim, o que não é verdade para quem leu o review até o final.

          recentes

          populares

          • Tarcyla
            2015-12-13T08:27:35  

            Olá, também não gostei da nota! O aparelho é muito bom e com certeza será o responsável por espalhar essa tecnologia aqui no Brasil, por seu preço extremamente baixo. Merece muito respeito a Xiaomi por sempre surpreender mundialmente. Por favor, revisem essa nota, merece no mínimo 8!

          recentes

          populares

          • Tarcyla
            2015-12-13T08:27:35  

            Ah, se possível, espero que façam logo um app para dispositivos Windows. Tenho um Windows 10 mobile e gostaria que a Xiaomi criasse um app universal para este produto. Obrigado.