Celular

NOTA tt
5.4

Review Motorola Fire

O Motorola Fire é um smartphone Android com entrada para dois chips SIM e teclado físico QWERTY. Apesar de contar com ótimas funções e ter um preço baixo, ele possui um hardware bem simples e uma tela de baixa qualidade.

Marlon Câmara
por
em

A moda dos celulares dual-chip (dois cartões SIM de operadora) deixou muitos usuários com vontade de ter um aparelho com esta vantagem. E este é o caso do smartphone Motorola Fire, que ainda vem com teclado QWERTY físico. O dispositivo é ideal para quem quer economizar, mas traz especificações básicas até demais. Para entender melhor as configurações do Fire, leia este review do TechTudo.

Motorola Fire (Foto: TechTudo/Allan Melo)Motorola Fire oferece compatibilidade para dois chips de operadoras (Foto: TechTudo/Allan Melo)


Design  

Como o Fire tem um preço baixo, não se poderia esperar muito do seu hardware e da sua câmera, por exemplo. Porém, um dos maiores pontos negativos do modelo é o seu design: embora tenha uma tela razoável (com 2,8 polegadas), o seu teclado QWERTY tem teclas bem difíceis de manejar, por seu tamanho reduzido. Além disso, os botões de “Opções”, “Menu”, “Voltar” e “Busca”, que ficam logo em cima do teclado, são muito mal localizados, e esbarrar neles enquanto escreve algum texto é uma ação muito frequente.

Apesar disso, seu design não chega a ser feio, e está longe de seguir a linha da maioria dos smartphones. Ele possui extremidades cromadas e uma traseira emborrachada com uma textura diferente bem interessante. O seu tamanho também o torna bem discreto para ser usado na rua sem dar bandeira de ser um smartphone Android, ainda que seu corpo “gordinho” o deixe bem perceptível no bolso da calça. O aparelho ainda é bem leve, com apenas 110 g.

Android, dual-chip e roteador

Uma característica a ser destacada é a interface customizada do aparelho, que tem pontos muito altos e outros muito baixos: o Android 2.3 (Gingerbread) presente no modelo, por exemplo, apesar de ser um sistema bem atualizado, possui uma customização muito simplificada, que deixa sua aparência feia, com ícones muito pequenos e um pouco desorganizados.

Já a usabilidade da função dual-chip é excelente, superior a muitos aparelhos semelhantes disponíveis no mercado. Enquanto alguns modelos necessitam de um botão físico especial para realizar a troca entre os cartões SIM – uma tarefa pouco prática quando o usuário precisa usar dois números de telefone diferentes em um curto período de tempo -, o Motorola Fire dispõe a função de maneira muito mais intuitiva. Ao discar um número de telefone ou digitar uma mensagem de texto, dois botões (um pra cada SIM) são mostrados simultaneamente na tela, para que você escolha no ato com qual chip deseja completar sua ação. A ideia é bem acertada e faz do Fire um aparelho muito fácil de ser usado para as tarefas mais básicas do dia a dia.

Motorola Fire (Foto: TechTudo/Allan Melo)Motorola Fire cumpre funcionalidades simples como Gmail, Facebook e Youtube (Foto: TechTudo/Allan Melo)

E apesar da aparência feia do sistema, ele pode ser considerado bem funcional, já que roda perfeitamente e traz as funções básicas da plataforma do Google, como o Maps, Gmail, YouTube e Facebook. Além disso, por meio do Google Play é possível baixar muitos aplicativos, como jogos e apps de redes sociais. No entanto, não conte com o celular caso você faça questão de usá-lo para ler livros e histórias em quadrinhos: a sua tela não é ideal para esse tipo de atividade, e o sistema não dá suporte a alguns aplicativos de leitura de HQs, como o Marvel e o DC Comics.

Um outro problema sério do aparelho é sua dificuldade para conseguir um boa conexão com as redes das operadoras de celular. Ao utilizar o dispositivo com dois chips, muitas vezes você pode se encontrar sem sinal em nenhum dos dois números, ficando impossibilitado de ligar ou enviar mensagens.

Mas ainda que tenha diversos defeitos, o modelo possui uma utilidade difícil de ser encontrada nos smartphones, ainda mais em um Android dual SIM. Ao se conectar à Internet 3G, você pode transformar o celular em um roteador Wi-Fi, criando uma rede wireless para ser acessada por outras máquinas. Um diferencial que pode fazer valer o aparelho inteiro.

Motorola Fire (Foto: TechTudo/Allan Melo)Câmera do Motorola Fire não tem flash e fotografa com 3 megapixels (Foto: TechTudo/Allan Melo)


Câmera

Este também está longe de ser um destaque no modelo, mas se você utiliza a câmera do celular somente para registrar momentos despretensiosos e costuma guardar todas as imagens no próprio aparelho, não vai ter problemas com o Motorola Fire. Agora, se você pretende fazer fotografias elaboradas e gosta de postá-las nas redes sociais, fuja deste celular: a sua câmera de 3 megapixels tem uma resolução muito baixa e não possui qualquer atalho para a publicação das fotos na Internet, logo, não vai agradar os mais exigentes.

A câmera é tão humilde que, além de fazer fotos um tanto quanto básicas, não inclui a função Flash, o que torna mais complicado registrar imagens com uma qualidade mínima para divulgação.

Performance

O aparelho tem especificações bem simples, com um processador de 600Mhz e 256 MB de memória RAM, mas como a única característica mais “exigente” do Fire é sua função dual-chip, ele cumpre bem as suas funções. Ainda assim, não é recomendado utilizar muitos aplicativos ao mesmo tempo no dispositivo, já que quando ele está sobrecarregado é comum perceber vários travamentos no sistema.

Motorola Fire (Foto: TechTudo/Allan Melo)Motorola Fire oferece recurso de teclado físico (Foto: TechTudo/Allan Melo)

Um ponto bem negativo a ser destacado é a tela do modelo. Ela possui somente 240×320 de resolução, em uma tela TFT de 2.8 polegadas, o que faz com que as imagens que aparecem no display deixem qualquer usuário decepcionado. Além de uma nitidez baixa, há diversos ruídos e granulados presentes na tela. Uma outra desvantagem a ser destacada é o pífio espaço de armazenamento interno, de somente 2 GB, que felizmente pode ser expandida para 32 GB com um cartão micro SD (que não acompanha o modelo).

As conectividades presentes no aparelho são Wi-Fi, 3G e Bluetooth. Além disso, ele possui a função de rádio FM e GPS.

Bateria  

Apesar de possuir uma boa bateria, com 1.400 mAh, e mesmo tendo uma tela e um hardware simples, a autonomia do modelo fica bem abaixo do esperado: o dispositivo permite cerca de 7 horas de conversação e mais de 10 dias sem descarregar em modo de espera, mas com uso frequente de chamadas, Internet e jogos, e utilizando constantemente a função dual-chip, ele dura no máximo um dia antes de apagar.

A sua bateria é preenchida por um carregador micro USB padrão, e o recarregamento da energia se dá bem rapidamente, em poucas horas.

Motorola Fire (Foto: TechTudo/Allan Melo)Detalhe para a entrada microUSB que integra o Motorola Fire (Foto: TechTudo/Allan Melo)


Custo-benefício  

O preço sugerido do Motorola Fire, de R$ 599, não é alto, ainda mais considerando que é possível encontrar diversas promoções em lojas de operadoras ou virtuais. Mas é importante ressaltar que o modelo realmente só vale a pena se você quer especificamente um celular Android com função dual-chip e teclado QWERTY, já que é difícil encontrar aparelhos com todas essas características no mercado, ainda mais de uma marca famosa como a Motorola.

Sem esquecer, claro, da possibilidade de utilizá-lo como roteador, que pode ser um enorme diferencial para quem se interessa pelo atrativo. Além disso, com ele você economiza não só na hora de comprar um smartphone, mas também na conta do celular - já que pode utilizar chips de duas operadoras simultaneamente.

No entanto, se qualquer uma das funcionalidades forem dispensáveis, saiba que o aparelho em si também é, já que existem muitos modelos bem superiores disponíveis com preços não tão maiores. Logo, só procure pelo Fire se você realmente precisa de um celular com esse perfil e não se importa em ter uma tela ruim, uma câmera limitada e um hardware bem decepcionante.

Ficha técnica

Tela
2,8 polegadas
Resolução240 x 320 pixels
Sistema operacionalAndroid 2.3 (Gingerbread)
Rede3G; Wi-Fi
Armazenamento2 GB
Câmera
3,15 megapixels sem flash
Dimensões116,5 x 58 x 13,45 mm
Peso110 g
Bateria1.400 mAh
Sincronia com o PC
 Sim



Nota TechTudo

NOTA tt
5.4
Design
6
Desempenho
5
Tela
6
Câmera
5
Custo-benefí­cio
5

Prós

  • Dual-chip;
  • Android 2.3;
  • Teclado QWERTY;
  • Pode ser usado como roteador.

Contras

  • Câmera ruim;
  • Tela de baixa definição;
  • Manuseio difícil;
  • Perda de sinal.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares