Jogos de ação

NOTA tt
6.8

Review Night Trap - 25th Anniversary Edition

É um jogo? É um filme? É tudo isso, mas agora em alta definição.

Felipe Vinha
por
em
Night Trap foi lançado pela primeira vez em 1992 como uma das grandes atrações do Sega CD, aparelho da Sega que rodava CDs e exibia jogos com alta qualidade gráfica - ou, no mínimo, cenas tiradas de filmes, literalmente. Muito tempo se passou e hoje temos Night Trap - 25th Anniversary Edition disponibilizado no PS4, PC e Xbox One. Como o nome diz, o game comemora 25 anos deste clássico do “horror” que marcou época. Mas será que um jogo tão diferente evoluiu bem ao longo de todos esses anos? Leia nossa análise completa e descubra.

Relembre os melhores jogos de terror lançados em 2016

A festa da garotada

O início de Night Trap te dá uma ideia exata do que ele é. Acompanhamos um filme em que vemos o esquadrão SCAT - que, no original, se chamava Sega Control Attack Team. O jogador é um membro desta equipe e terá como missão vigiar uma noite da casa dos Martin, simpática família do interior dos Estados Unidos, enquanto os pais estão fora.

Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)



Acontece que nesta mesma casa ocorreram relatos de desaparecimentos. A missão principal do jogador, como observador das câmeras que vigiam a residência, é acompanhar os perigos que outras pessoas podem sofrer por lá, graças a um grupo de seres malignos conhecidos como Augers, uma espécie de vampiro sombrio e que suga o sangue de belas moças.

Acompanhando um cinema

A história de Night Trap é bem típica dos filmes de horror adolescente dos anos 80 e 90, principalmente por conta dos atores canastrões. Há reviravoltas ao longo das cenas, é claro, mas o jogador pode perder um pouquinho do enredo se ficar observando as câmeras em prol da segurança.

Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)


Mas calma, “atores”? Isso mesmo. Se você não conhece, saiba que Night Trap é um representante do gênero “FMV”, ou “Full Motion Video”, um gênero de jogo que foi extremamente popular no início dos anos 90. Trata-se de um jogo que usa atores reais, cenas filmadas e narrativa de cinema ou seriados de TV para contar sua história. Na maioria dos casos, os FMVs tinham jogabilidade indireta, na qual o jogador controlava a direção das cenas e ações dos personagens.

Em Nigh Trap isso funciona de forma um pouco diferente. Aqui, não direcionamos os personagens, mas sim apenas acompanhamos as suas vidas, ou melhor, uma noite em suas vidas. Tudo o que fazemos, como operador das câmeras, é modificar as visões para verificar se há inimigos nos cômodos da casa e acionar as armadilhas para prendê-los – salvando, assim, as pessoas que participam da história.

Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)


Para a época, Night Trap quebrou um pouco o ritmo dos jogos de FMV e apresentou uma experiência “meta-game”. O fato de estarmos jogando um jogo acompanhando o que acontece na TV se misturava com o objetivo da aventura, que era justamente apenas ficar de espectador, interagindo o mínimo possível. Por conta disso é que ele ficou conhecido por ser um dos grandes títulos de seu ano – e também um dos mais divertidos. Apesar de a história não ser notável ou digna de Oscar, a narrativa é de “filme B”. O lado bom é que todos esses elementos de narrativa se mantém nesta versão. O lado ruim é que, infelizmente, Night Trap envelheceu um pouco mal.

Não esqueça dos novos jogadores

A jogabilidade de Night Trap é mais simples o possível: apenas mova o cursor das câmeras para selecioná-las e aperte o botão das armadilhas no momento certo. Porém, precisamos sempre nos lembrar de quem está chegando agora. Pessoas mais novas que não viveram nos anos 90 podem ser maioria nos consoles atuais. Há toda uma geração que não conheceu Night Trap e o novo jogo parece esquecer deste fato.

Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)


Isso por conta de sua zero preocupação em situar quem não conhece. Night Trap - 25th Anniversary Edition parece ter sido criado apenas para quem jogou o original, mas isso não é algo recomendável se o seu jogo pode ser aproveitado por qualquer um que comprá-lo na loja – em teoria. O que temos é apenas uma das opções de configuração, que te deixa saber quais são os comandos. Mas não há indicativos ou uma mínima tela que seja ensinando como funciona a estrutura básica da aventura.

Mesmo quem já domina a aventura original pode se perder um pouco nesta nova versão, já que alguns elementos visuais básicos estão bem diferentes e podem confundir. Você pode rir e não entender, em princípio, mas tente dar o controle na mão de alguém que nunca jogou um FMV e ver se a pessoa vai se sair bem nos primeiros 30 minutos – e talvez nem além disso.

Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)



Faltou um melhor cuidado na hora de situar os jogadores mais novos ou quem não conhece esse tipo de jogo. Também não há a possibilidade de saber onde o game foi salvo e, se você perder, ele nem dá o motivo, te deixando encarar um Game Over sem mais nem menos, mesmo que esteja indo bem na captura dos monstros.

“Gráficos” ou “elenco”?

Night Trap tem um elenco afiado no quesito “vergonha alheia”, mas é tudo proposital, ou assim se pensa desde que o jogo foi lançado pela primeira vez. O mais divertido é que agora está tudo mais nítido. Se antigamente tínhamos uma resolução baixíssima, a ponto de prejudicar a fluidez da cena, agora mais parece que estamos assistindo a um DVD remasterizado, com a máxima qualidade possível.

Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)


O trabalho de remasterização, ao contrário da jogabilidade, está muito caprichado. Os jogadores podem acompanhar tudo de forma bem detalhada, com a resolução mais alta, incluindo as cenas mais escuras em que os monstros apareciam, bem difícil de ver nas versões antigas. O único problema que encontramos, neste sentido, foi a falta de legendas.

Há alguns extras que complementam a oferta desta nova versão de Night Trap como um modo Survivor, que coloca inimigos na casa de forma aleatória, e um modo cinema no qual é possível assistir a história sem se preocupar com as ameaças dos Aurgers - ideal para quem perdeu alguma cena durante a jogatina. Por fim, “Scene Crime”, uma espécie de protótipo de Night Trap, também está incluso no pacote. Não é muito grande e nem grande coisa em termos de história, mas é legal ver onde toda essa ideia de FMV surgiu para a SEGA e outras produtoras envolvidas na época.

Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Night Trap - 25th Anniversary (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)



A parte sonora também acompanha o nível de remasterização e está bem clara – ainda que baixa nas vozes dos atores – o que só aumenta a necessidade de termos legendas nesta reedição, algo que infelizmente ficou mesmo de fora.

Conclusão

Night Trap - 25th Anniversary Edition presta homenagem a um dos grandes clássicos do gênero FMV, mas tem alguns problemas graves, como a falta de indicações sobre como jogar ou como funciona seu esquema básico de progressão. O título, porém, foi remasterizado em alto nível e as cenas estão com ótima qualidade. Todo o clima de “filme de horror B” que permeia a aventura é divertido de assistir e algumas cenas chegam a ser hilárias. Vale se você jogou a original, em 1992, mas também serve para dar boas risadas, ainda que a jogabilidade não tenha sido bem adaptada.


Qual o melhor game de terror? Opine no Fórum do TechTudo!

Nota TechTudo

NOTA tt
6.8
Gráficos
8
Jogabilidade
5
Diversão
6
Som
8

Prós

  • Cenas remasterizadas em alta qualidade;
  • Muitos momentos hilários;
  • Alguns extras relevantes;

Contras

  • Sem suporte para quem não conhece o original;
  • Não há legendas, nem em inglês.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Renato Togashi
    2017-09-02T07:22:29

    O jogo é pra qual sistema? Lembro dele no sega cd! Outro jogo que merecia um remaster é Road Avenger.