NOTA tt
9.2

Review Lumia 920

O Lumia 920 é um ótimo smartphone para quem foge das complexidades dos telefones mais modernos. Quase tudo nele é fácil: postar e conferir as redes sociais, pesquisar na internet, usar os principais serviços, ouvir música, entre outras tarefas.

Allan Melo
por
em

Neste review do Nokia Lumia 920, extraímos dele quase todo o seu potencial. O smartphone faz parte da segunda geração de telefones Nokia com Windows Phone e é um dos primeiros modelos no Brasil a ser homologado para o 4G (que, infelizmente, ainda não pode ser testado). Nessa análise, descobrimos porque o Lumia 920 consegue ser tão amado e odiado pelo público. Confira.

Lumia 920, o top de linha da Nokia (Foto: Allan Melo / TechTudo)Lumia 920, o top de linha da Nokia (Foto: Allan Melo/TechTudo)


Design

As curvas do Lumia 920 já são conhecidas desde o primeiro Windows Phone da Nokia. Seguindo a fórmula bem-sucedida do Lumia 800, este novo modelo trouxe pouquíssimas modificações.

Uma das melhorias é a adição de uma pequena linha plástica entre a carcaça e a tela, atuando como se fosse uma borda. Mais do que um elemento estético, ela é a responsável pela resistência absurda de seu display, que já resistiu sem danos a vários testes de impacto.

O Windows Phone 8 é um sistema bonito e fácil de operar (Foto: Allan Melo / TechTudo)O Windows Phone 8 é um sistema bonito e fácil de operar no Lumia 920 (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Graças a ela, toda força recebida pelo case de policarbonato em acidentes deixa de ser transferido diretamente para o vidro e passa a ser distribuído pela borda, dissipando a força de impactos e aumentando consideravelmente a resistência do vidro - que já é tratado para resistir a isso.

Outro pequeno detalhe são os novos parafusos nas extremidades inferiores, que servem para manter a estrutura, a tela e o case presos. Na prática, serve apenas para que o revestimento externo não sofra danos, caso o telefone precise de um reparo.

Traseira do Lumia 920, conector para fone de ouvido e os botões de bloqueio, volume e foto  (Foto: Allan Melo / TechTudo)Traseira do Lumia 920, conector para fone de ouvido e os botões de bloqueio, volume e foto (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Ainda comparado ao Lumia 800, o acesso a entrada microUSB agora é feito sem proteções na base do telefone, dando fim àquela entrada escondida por uma pequena tampa plástica no topo do telefone.

Na entrada do chip SIM, a pequena gavetinha facilmente removível do Lumia 800 foi abandonada e substituída por uma versão menos "acessível", muito semelhante a usada no iPhone. Por experiência, provavelmente essa "melhoria" foi feita dado o número de pessoas que simplesmente ejetava o cartão ao explorar o telefone pela primeira vez, obrigando o sistema a reiniciar para reconhecer o novo SIM.

Conector microUSB do Lumia 920 agora fica na parte inferior (Foto: Allan Melo / TechTudo)Conector microUSB do Lumia 920 agora fica na parte inferior (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Quanto ao áudio, a entrada para fones foi movida para o centro, comportando com mais facilidade os conectores P2 de 90 graus. O alto-falante para ligações também mudou, saindo do case e descendo para uma pequena abertura na tela, antes ocupada pelo logo da Nokia (este jogado ao canto superior direito). Já a caixa de som e o microfone na base foram separados, diminuindo ruídos e interferências.

Além da parte visível, é impossível não compará-lo com um "tanque", principalmente depois de ouvir diversos comentários sobre o seu peso. Mas seus 185 g só impressionam no primeiro encontro: o peso não é um incomodo no dia a dia, e no geral ele só te dá mais segurança e certeza de que você está segurando um smartphone realmente resistente e robusto.

Tela

É impossível pegar este telefone e não se admirar com a tela de 4,5 polegadas. A sua capacidade de reproduzir imagens em HD é impressionante, e a combinação de brilho, contraste e saturação de cor atuam em grande harmonia, mantendo sempre um resultado impecável e exuberante aos olhos. Só isso já seria suficiente para julgá-lo como uma das melhores telas do mercado. Mas a Nokia fez melhor.

Tela do Lumia 920: qualidade HD e tecnologia PureMotion merecem destaque  (Foto: Allan Melo / TechTudo)Tela do Lumia 920: qualidade HD e tecnologia PureMotion merecem destaque (Foto: Allan Melo/TechTudo)

O seu frame rate de 110 fps é um dos exemplos disso; um trabalho que eles chamaram de "PureMotion HD". Graças a esta tecnologia, a tela do Lumia consegue responder a transição de uma imagem em 9 milissegundos, contra os 23 milissegundos da concorrência. O resultado: você não tem aquela impressão de borrão quando percorre um menu com rapidez e percebe as imagens e letras se embaralhando; ou vê um filme de ação e não consegue identificar quase nada na tela.

Outro diferencial da tela do Lumia 920 é a tal "super sensibilidade". Para nós, brasileiros, que costumamos não usar luvas, ela não representa algo lá tão impressionante. Talvez ela possa ser mais útil quando você quiser manusear o telefone depois de um mergulho; com as mãos molhadas sobre algum pano. Ou então durante alguma viagem para lugares mais frios.

Por fim, o Gorilla Glass 2 aliado a borda que separa o case do vidro da tela. Não há nem muito o que falar sobre esta característica, diante de tantos vídeos no YouTube mostrando centenas de testes de tortura que o telefone sobreviveu intacto. No dia a dia, já sobreviveu a várias quedas bobas, sem deixar nenhum arranhão. É a Nokia sendo a velha e boa Nokia.

Sistema

O Windows Phone é um sistema ótimo para quem está dando seus primeiros passos no mundo dos smartphones. É também útil para quem teve más impressões com outros sistemas em telefones de baixo desempenho.

Nokia Lumia 920 vem com o Windows Phone 8 (Foto: Allan Melo / TechTudo)Nokia Lumia 920 vem com o Windows Phone 8 (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Leve, fluido, personalizável, o Windows Phone 8 é facílimo de ser aprendido e perfeito para os impacientes com configurações. Se você basicamente quer um telefone para redes sociais, vídeo, música e navegação na Internet, você ficará muito feliz com o WP8.

O problema do sistema só aparece aos que não abrem mão dos milhões de aplicativos deste mercado. Muitos famosos já se mostram presentes, como Angry Birds, WhatsApp, Facebook, Twitter, Viber, Skype, Rdio e TripAdvisor; mas ainda faltam importantes players como o Zinio, o Flipboard, o Pocket e o "invejado" Instagram. Isso, claro, sem contar com os teclados personalizados, apps de personalizações agressivas (launchers e automatizadores) e jogos e serviços recém-lançados. É por isso que dificilmente alguém que tenha aproveitado todo o potencial de um Galaxy S2 ou de um iPhone 4 consiga fazer a troca por um Lumia.

Loja de apps do Windows Phone: básica, ainda é fraca diante da concorrência  (Foto: Allan Melo / TechTudo)No Lumia 920 a loja de apps do Windows Phone: básica, ainda é fraca diante da concorrência (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Analisando o Windows Phone por sua loja, a Nokia claramente é a responsável pelas boas intervenções que tornam este sistema minimamente suportáveis para alguém que já tenha tido experiências melhores. Nokia Mapas, Nokia Music, os diversos apps de câmera (como o Cinemagraph e o Creative Studio), e até serviços de terceiros, como o jogo Words With Friends e, em breve, a loja de revistas Zinio - todos vindos pelas mãos da Nokia. A Microsoft parece não se importar ou incentivar de maneira correta os desenvolvedores de que tanto precisa. Até campanha pelo Instagram a Nokia fez!

Essa impressão é tão clara que muitos usuários fazem questão de optar apenas pela fabricante finlandesa ao escolher um Windows Phone. Nas propagandas, aqui e em outros países, até parece que o WP é da Nokia, de tanto que a empresa investe. Se ouve mais "Windows Phone" na boca dos funcionários da Nokia do que da Microsoft.

Nokia Maps: um dos grandes destaques do Windows Phone funciona sem gastar o pacote de dados (Foto: Allan Melo / TechTudo)Nokia Maps: um dos grandes destaques do Windows Phone funciona sem gastar o pacote de dados do Lumia 920 (Foto: Allan Melo/TechTudo)

De resto, o sistema é o velho conhecido e pode ser acompanhado com mais detalhes em nosso agregador de matérias do Windows Phone.

Áudio

Nesse quesito a Nokia nunca decepcionou. A qualidade das músicas continua cristalina e com uma boa potência, sem adicionais com realces artificiais de graves ou agudos estridentes. A única função que faz alguma alteração desse tipo é o Dolby Surround. O recurso funciona em todos os fones, mas nos que foram especialmente projetados para esta tecnologia, a noção de espacialidade que se obtém nas músicas é impressionante.

Aos que não usam arquivos de boa qualidade ou não se acostumam com o padrão flat, é possível usar um equalizador pelas configurações do sistema. O recurso é o mais flexível da categoria, oferecendo opções de perfis por estilo de música ou a configuração na mão, por conjunto de frequências. Ponto positivo para o Lumia, já que raríssimas são as vezes que a concorrência coloca o equalizador à disposição.

Câmera do Lumia 920: o grande diferencial do top da Nokia (Foto: Allan Melo / TechTudo)Câmera do Lumia 920: o grande diferencial do top da Nokia (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Quanto aos fones que o acompanham, a qualidade poderia ser melhor. Sua caixa de som externa, no entanto, é bem eficiente. Mesmo os toques discretos do Windows Phone ganham vida nos pequenos alto-falantes embutidos do Lumia 920. No Bluetooth, não há perdas de qualidade.

Câmera

A câmera do Lumia 920 é a melhor do mercado e não há o que discutir quanto a isso. O conjunto de tecnologias associada a ela é inédito no mercado, e mesmo que você ache algum outro smartphone que tire fotos melhores, tenha uma captação de áudio melhor, um estabilizador melhor ou uma abertura de diafragma melhor, você dificilmente achará todos eles juntos em um mesmo aparelho.

Começando pelas fotos, os resultados são impressionantes. A fidelidade das cores e a flexibilidade das configurações sempre resulta em boas imagens. Aliado a capacidade de abrir o diafragma para captar mais luz em menos tempo, é impressionante o resultado que se obtém com o Lumia 920 em fotos noturnas.

Exemplo de foto tirada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo / TechTudo)Foto tirada com o Nokia Lumia 920 em ambiente com luz artificial (Foto: Allan Melo/TechTudo)


Exemplo de foto tirada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo / TechTudo)Fotografia clicada com o Nokia Lumia 920 em exposição de luz (Foto: Allan Melo/TechTudo)


Exemplo de foto tirada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo / TechTudo)Foto noturna tirada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo/TechTudo)


Exemplo de foto tirada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo / TechTudo)Detalhe da fotografia registrada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo/TechTudo)


Exemplo de foto tirada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo / TechTudo)Exemplo de foto tirada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo/TechTudo)


Exemplo de foto tirada com o Nokia Lumia 920 (Foto: Allan Melo / TechTudo)Detalhe da foto tirada com o Nokia Lumia 920 em ambiente noturno (Foto: Allan Melo/TechTudo)

No vídeo, a estabilização de imagem funciona como naturalidade, mas o maior espanto é a captação de áudio. Em filmagens externas, simplesmente não há aquele ruído de fundo característico das ruas. Em locais internos, mesmo com o excesso de barulho a sua volta o Lumia faz uma ótima captação de voz e dos elementos próximos. A qualidade é tanta que, mostrado o resultado a profissionais de áudio e vídeo, todos disseram que a captação parecia ter sido feita com microfones profissionais. Seria até um ótimo substituto das câmeras de vídeo semi-profissionais usadas na gravação de programas de viagens.

Tecnologias sem fio

As tecnologias sem fio que acompanham o Lumia 920 estão longe de serem inúteis. Depois da MWC 2013, é perceptível que todo o mercado está caminhando para um " futuro sem fios". Por isso, a Nokia se saiu à frente de todas as outras fabricantes lançando um smartphone já preparado para este futuro.

O carregador sem fio, por exemplo, parece um luxo desnecessário, até porque não é trabalho nenhum conectar o USB no telefone. Mas o grande atrativo desta tecnologia não é o celular ter esta comodidade, mas os acessórios que estão vindo com ela: almofadinhas, caixas de som, suportes para painel de carros e até mesas de bar com hotspots de carregamento embutidos. Já não parece mais tão inútil, não?

O NFC também está longe de ser um luxo, apesar das constantes incompatibilidades em transferências de dados entre smartphones. O grande "boom" de adoção desta tecnologia ainda não aconteceu, mas ela vai acontecer. E isso é certo. Cartões de ponto sem fio (muito usados em prédios comerciais), de transporte público, de fidelidade e até os cartões de crédito. Todos serão substituídos por apps que usarão o NFC. No Brasil, já existem até terminais de banco e maquininhas de cartões prontos para usar esta tecnologia.

Bateria

Muitos são os fatores que ajudam o Lumia 920 a sobreviver um longo tempo distante das tomadas. O Windows Phone, por exemplo, naturalmente gasta menos bateria. O processador dual-core, que não é o top de linha do mercado, está em uma nova geração que faz mais operações com menos energia. Com eles, a bateria de 2.000 mA - equivalente a bateria estendida do Galaxy S2 - assume todo o trabalho sem grandes sacrifícios.

Juntos, provêem uma durabilidade ao 920 que o faz sobreviver um dia de trabalho intenso sem problemas. No dia a dia, usando a maioria dos seus recursos com parcimônia - desligando o Wi-Fi quando estiver na rua ou fechando apps quando acabar de usar -, você consegue usá-lo em seu pleno potencial sem ficar na mão até a noite. Em seu pior dia de teste, foi usado para gravações e fotos o dia inteiro, e só morreu no jantar, quase às 23 horas.

Ficha técnica

Sistema operacional Windows Phone 8 
Câmera 1,3 e 8 megapixels
 Tela4,5 polegadas IPS 
Resolução HD, 1280 x 768 (332ppi) 
Processador Snapdragon S4 dual-core de 1,5 Ghz 
Bateria 2.000 mAh 
Memória RAM 1 GB
Armazenamento 32 GB
Peso 185 g 
Fabricante
 Nokia


Nota TechTudo

NOTA tt
9.2
Design
10
Desempenho
9
Tela
9
Câmera
10
Custo-benefí­cio
8

Prós

  • Melhor câmera do mercado;
  • Ótima tela de 4,5";
  • Áudio exemplar;
  • Compatível com 4G;
  • Desempenho da bateria.

Contras

  • Loja de apps ainda limitada;
  • Desbloqueado, tem preço alto;
  • NFC com outros sistemas;
  • Sem suporte a microSD.
Seja o primeiro a comentar


Imagem do usuário
Sair

Quer realmente sair da globo.com?

Imagem do usuário

recentes

populares