Celular

NOTA tt
9.0

Review Lumia 1020

O Lumia 1020 é o grande nome do mercado quando o assunto é foto de celular. Com uma câmera de 41 megapixels e investimento adicional para atingir sucesso no ramo, será que o smart da Nokia vale mesmo os seus R$ 2.399? Confira o review e descubra

Luciana Maline
por
em

O Lumia 1020 é o top de linha da Nokia que tem ganhado o título de sonho de consumo daqueles que curtem fotografia. Isso graças ao conjunto e tanto formado pela famosa câmera de 41 megapixels, suas seis lentes Carl Zeiss com tecnologia Pure View, vários aplicativos voltados a ampliar o campo criativo das fotos, entre otras cositas más. Porém, as perguntas que pairam na cabeça dos encantados com a boa imagem captada por um aparelho sempre à mão são: um celular se basta por uma excelente câmera? Os atributos do smartphone compensam as restrições do Windows Phone? Contamos tudo no review abaixo.

Quer investir um pouco menos em um "cameraphone"? Confira o  review do Lumia 925

Lumia 1020 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)O Lumia 1020 é a aposta mais ousada da Nokia no ramo de "cameraphones" (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


Design

Diferente do seu irmão de lançamento, o 925, cuja estrutura de alumínio garantiu a leveza de seu corpo, a Nokia não priorizou esse fator em seu top de linha.  O 1020 é grande, grosso e pesado, alcançando as medidas de 130,4 x 71,4 x 10,4 mm, e peso de 158g. Isso, entretanto, sem perder a aparência moderna e delicada; ele é robusto, mas não tem cara de “tijolão”. Vale lembrar também que os acostumados com o Lumia 920 e as suas 185 g alcançadas na balança vão achar o 1020 uma pena.

Comparado aos demais, o conjunto de medidas dificulta, inegavelmente, na portabilidade do smart, não podendo ser camuflado, muitas vezes, nem sequer guardado em qualquer bolso ou bolsa. 

Lumia 1020 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)O 1020 é robusto e não cabe em qualquer compartimento (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



Por outro lado, o seu formato retangular com bordas retas, que podem se “encaixar” na parte da mão logo abaixo do polegar e dá mais estabilidade na “pegada”. Principalmente quando se precisa acessar os botões das laterais. Entretanto, as quinas neste formato evidenciam mais o destaque gerado por colisões, seja por queda ou por ficar solto na bolsa. 

Aliás, a estrutura de retângulo bem definido, tal qual a largura adequada, gera segurança também ao pegar o telefone na horizontal. Isso é um fator excelente para a utilização de sua câmera, principalmente em fotos noturnas, cuja nitidez fica facilmente prejudicada.

A frente do smart é formada quase que unicamente pelo display de 4,5 polegadas, que ainda conta com três botões na parte inferior. Da direita para a esquerda, há o de retorno na página, o de menu, que leva para a interface do Windows Phone 8, e o de busca, representado pelo ícone de uma lente de aumento. Acima do display, no canto superior esquerdo, a câmera frontal.

Os botões físicos ficam concentrados na lateral esquerda do aparelho, sendo eles: volume na parte superior, o liga/desliga ao centro e, na parte inferior, o disparo da câmera. Assim, quando o celular é posto na horizontal, ele fica exatamente na altura do dedo indicador. Todos são sensíveis ao comando e respondem de forma imediata, porém, não são menos resistentes e suportam pressões um pouco mais fortes sem afundar. 

Acima do celular, há o espaço embutido para o chip e, ao centro, a saída para fone de ouvido. Na parte debaixo do telefone, a caixa de som ao lado da saída USB. 

Lumia 1020 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)A caixa de som fica localizada na parte debaixo do display; uma escolha infeliz da Nokia (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



A caixa de som fica localizada embaixo do display e, diga-se de passagem, uma escolha infeliz da Nokia por dois aspectos: quando em posição vertical, o som é projetado para baixo, prejudicando a qualidade do áudio ao dar o aspecto de “abafado”. Quando posto na horizontal, os dedos do usuário competem com a posição da caixa de som e a sobrepõe. 

Lumia 1020 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Os dedos sobrepõem a caixa de som, quando o 1020 está em posição horizontal (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



Na parte traseira, a câmera apresenta uma elevação desagradável gerando não só um visual feio e irregular, mas uma certa dificuldade em transportar em determinados compartimentos, como, por exemplo, no bolso da calça. No mínimo, causa volume e chama a atenção. Ou até não passa. Junto a ela, o Flash Xenon. Ele está disponível nos modelos em branco, preto e amarelo. 

Tela

A tela também é um ponto a favor do 1020. Tal qual os irmãos da linha Lumia, ele conta com uma AMOLED de responsa, com 4,5 polegadas e resolução de 1280 x 768. Isso quer dizer? Concentração de pixels por polegada capaz de proporcionar nitidez, contraste e contornos bem definidos. A cartela de cores também é apresentada de forma clara e bem saturada, gerando uma excelente experiência visual mesmo a longo prazo, como na visualização de vídeos ou edição de fotos pelo celular. 

Lumia 1020 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)O Lumia 1020 tem uma tela clara, sensível e resistente (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



Em uso, ela apresenta um touchscreen super sensível e, na maioria esmagadora das vezes, apenas um e sutil toque já é suficiente para um comando ser efetuado. Além desse conjunto de vantagens, ela ainda é resistente a quedas e arranhões de contato com aparelho pontiagudos, como chaves. Ou seja, usuários mais descuidados terão o aparelho por mais tempo, sem precisar trocar pelo desgaste cotidiano. 

Um pontinho, entretanto, vale o destaque, mas nada que acabe com o brilho da tela: ela reflete muito e, em casos de uso em lugares ensolaradas, fica praticamente inutilizável, em muitos momentos.  

Desempenho

O aparelho, em um panorama geral, cumpre bem as suas funções. Ele proporciona ligações claras e de tom uniforme, tanto para quem liga e para quem recebe, até em ambientes de maiores ruídos, como dentro de ônibus. Porém, em caso de ligações mais longas, a estrutura do aparelho tende a esquentar ao ponto de gerar um calor incômodo na orelha.  

No interior, ele conta com o Qualcoom Snapdragon 1,5 Ghz, um processador e tanto, além de 2 GB de RAM. Apesar de alguns travamentos no percurso, o smart roda bem o Windows Phone, sem grandes problemas para uso cotidiano, como com os apps WhatsApp, Facebook, Instagram Beta, ou o game Angry Birds

Lumia 1020 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)O 1020 roda bem o Windows Phone, apesar das restrições que o sistema ainda mantém. (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



Por falar no sistema operacional da Microsoft, ele ainda vem causando estranhamento aos usuários acostumados com os clássicos Android e iOS. Apesar de aberto para personalizações, como para mudanças de cor, a interface do sistema e de algumas versões para apps ainda causam estranhamento e falta de identificação visual, ainda que inicial. Sem contar com a ainda restrita oferta de apps, principalmente no ramo dos jogos. 

Além dos apps, o que mais falta ao WP?Opine no Fórum do TechTudo.

Em termos de espaço interno, não há muito o que reclamar, ao contrário. Ele oferece opções de armazenamento de 32 GB e 64 GB, sem slot para microSD. Sua bateria, no entanto, de 2.000 mAh tende a deixar um pouco na mão, com vida útil de 10 horas seguidas, o que, em um dia de atividade normal, ele inegavelmente não volta para a casa com carga. 

Câmera 

Lumia 1020 - Câmera (Foto: Luciana Maline/TechTudo)A câmera é inegavelmente a grande estrela do 1020 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


A Nokia prometeu e, de fato, mostrou um mercado de smartphones como ser pioneira e bem-sucedida no quesito câmera. Aos que estão se perguntando se a câmera do 1020 é tudo o que se propõe, a resposta é bem otimista. 

Primeiro, vamos à informação que já está na boca do povo: sua resolução em 41 megapixels, na câmera traseira, o que significa, no caso de câmeras de celular, uma capacidade fora do comum de se fazer zoom sem perder a nitidez e os contornos. Seu zoom tem o alcance máximo de até seis vezes. 

Lumia 1020 Foto em zoom (Foto: Luciana Maline/TechTudo)A câmera é capaz de fazer zoom de 6x sem perder a qualidade da imagem e nem abusar dos ruídos (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



Aliás, os que se arrependeram de dar aquele corte na imagem na hora do clique, ainda têm à mão o recurso de “desampliar” a foto e mudar a sua composição. E, acredite, tudo isso funciona e muito bem. Para fechar, a Nokia ainda colocou um jogo de seis lentes Carl Zeiss com tecnologia Pure View que facilitam (e muito!) a captação de luz. O 920 só tinha cinco delas.

Com isso, o usuário pode tirar fotos com iluminação baixa, sem gerar muitos ruídos. As imagens produzidas em cenário noturno, por exemplo, de fato, ficam claras. Na prática, porém, algumas vezes, a definição em foco e os contornos esperados não foram conseguidos de primeira. Foi necessário tirar três ou quatro fotografias para, enfim, chegar no resultado desejado, fato que ainda prejudica o dinamismo do processo. 

Nokia Lumia 1020 - Foto tirada a noite (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Mesmo sobre um apoio fixo, a foto ainda perde a nitidez em alguns pontos, mas o resultado é superior ao visto no mercado (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



Para compor ainda mais as explicações para o bom detalhamento e nitidez de suas imagens, ela ainda usa o recurso de redução de imagens de 38 para 5 megapixels, de modo que um conjunto maior de pixels assume a função de um só, os chamados “super-pixels”. 

Em seu desempenho geral, ela possui a opção de formato manual, cujas possibilidades de controle são ampliadas com o app Nokia Camera, ou automático. Ambos funcionam super bem, sem travamentos e com cliques rápidos. Na versão manual, o usuário poderá regular cinco categorias, que contam com a profundidade de campo (foco); balanço de branco; iluminação (abertura do diafragma); tempo de exposição (controle do obturador) e ISO.

Todos são acionados - e expostos por semicírculos - por apenas um botão, que à direita do display quando na horizontal, e abaixo, em casos de fotos verticais. Resultado: comandos muito intuitivos, visuais e acessíveis tanto para leigos quando para mais interessados no assunto.

Ela ainda conta com um Flash Xeron que não só ilumina o objeto, mas “pisca”, o que difunde melhor a iluminação artificial ofusca menos a visão dos retratados. Ou seja, ele continua iluminando mais o primeiro plano e escurecendo os demais, além de achatar a imagem, como todo o flash fixo. Mas, inegavelmente, os resultados apresentados dão de mil nos outros flashes vistos no mercado. 

O sucesso de seu desempenho também é ampliado para o ramo dos vídeos. Ela faz ótimos vídeos em Full HD (1080 pi) e ainda conta com um estabilizador de imagem que ajuda a deixar o objeto parado mesmo quando a câmera treme, além de sua rapidez na hora de fazer foco. Seu microfone capta muito bem o som, de forma limpa e sem espaço para ruídos. 

Lumia 1020 - Câmera Frontal (Foto: Luciana Maline/TechTudo)A câmera frontal do 1020 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



O smart também possui uma câmera frontal de 1,2 megapixels e resolução 1280 x 960 pixels. O desempenho não é nada mal perto das vistas por aí. As fotos noturnas também apresentam menos ruídos do mercado, além de funcionar super bem para conversas por vídeo, como via Skype ou até mesmo Facebook.   

Aplicativos e acessório

Não satisfeita com a qualidade acima do comum escolhida para a estrutura da câmera, a Nokia ainda trouxe alguns aplicativos e o acessório Camera Grip que somam ainda mais ao conjunto imperdível que o smart traz quando o assunto é fotografia. O primeiro app em questão é o Nokia Camera, que oferece a possibilidade mais completa para o usuário compor uma foto manualmente. 

Com ele, o fotógrafo pode fazer várias “brincadeiras” com nova imagem e, aos mais entendidos, chegar mais precisamente a sua intenção na hora da captura. É possível, por exemplo, tornar uma coloração de foto mais saturada, ao deixa-la levemente super exposta, além do controle da velocidade do obturador poder gerar imagens em movimento ou exercer a prática do light-painting.

Lumia 1020 - Foto tirada com o aplicativo Nokia Camera (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Com o app Nokia Camera, o controle do obturador torna-se manual, o que permite ao usuário captar o movimento (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



Há também o Nokia Smart Cam, um app que já vem instalado no aparelho. Ele tira uma sequência de várias fotos com apenas um disparo, e as seleciona nas categorias: “Melhor Foto”, “Melhor Sequência”, “Foco no movimento”, “Alterar Faces” e, por fim, “Remover objetos em movimento”. Suas fotos alcançam efeitos excelentes e tudo de forma fácil. Vale destacar, entretanto, que não são todos os elementos em movimento que podem gerar os efeitos propostos pelo app. Objetos próximos, quando muito rápidos ou devagar demais, não devem ser escolhidos para esse tipo de fotografia.

Lumia 1020 - Foto tirada com o aplicativo Nokia Smart Cam (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Fotografia tirada com o aplicativo Nokia Smart Cam (Foto: Luciana Maline/TechTudo)



Além desses recursos, a Nokia também oferece o Camera Grip, um acessório compatível com o 1020, capaz de gerar mais segurança aos usuários na hora de dar o clique, que pode ser feito, inclusive, com uma mão só sem pecar na qualidade do clique. 

De quebra, ainda funciona como carregador portátil, muito útil para os problemas de bateria que o smart carrega, ao oferecer a carga extra com potência de de 1020 mAh, ou seja, mais da metade do tempo de uso normal. Feito para ser acoplado a um tripé, ele é oferecido também nas cores preta, branca e amarela. Ele custa R$ 199.

Custo-benefício

O Lumia 1020 pode ser encontrado por R$ 2.399 nas principais lojas físicas e virtuais do Brasil. Apesar de estar um tempinho por aqui, já que chegou em território nacional em outubro de 2013, ele ainda se aproxima de valores dos tops concorrentes, como o Xperia Z1, da Sony, que custa em torno de R$ 2.100, em pesquisa por sites da internet, e também se gaba de sua câmera de 20,7 megapixels, além de ser à prova d´água.

Com todos em preço semelhante, não se pode negar que a câmera de 41 megapixels e adjacências do 1020 faz toda a diferença. Em tempos de compartilhamento de informação e à moda dos selfies, ter uma câmera de qualidade à mão, que desbanca muitas câmeras compactas disponíveis no mercado, já vale o preço.

Vale lembrar que diversas compactas do mercado, boas e com recursos semelhantes, têm seus preços variados de entre R$ 1.200 e R$ 1.800 e só efetuam disparos. Somado a uma bela tela e bom conjunto processador e memória interna, o top da Nokia, de fato, vale um olhar mais cuidadoso daqueles dispostos a investir em um bom celular. O usuário deve, apenas, se questionar o quanto vale o seu apego por seu Android ou iOS de fé.  

Tabela Lumia 1020 (Foto: Arte/ TechTudo)Configurações do Lumia 1020 (Foto: Arte/ TechTudo)


Nota TechTudo

NOTA tt
9.0
Design
8
Desempenho
9
Tela
9
Câmera
10
Custo-benefí­cio
9

Prós

  • Excelente Câmera
  • Tela com boa resolução e touchsreen sensível
  • Oferta de acessórios e apps para fotos
  • Estrutura resistente

Contras

  • Prejuízos na portabilidade: grande e pesado
  • Sistema operacional ainda com restrições