TechTudo a tecnologia descomplicada
Octodad: Dadliest Catch

Octodad: Dadliest Catch

saiba tudo
  • Categoria Jogos e Diversão

Review

Notas do editor
  • 8
  • 7
  • 9
  • 9
Prós
  • Jogabilidade desafiadora
  • Muito humor e comédia pastelão
  • Estilo cativante e único
Contras
  • A dificuldade é quase inexistente
  • O jogo é um pouco curto demais
Conclusão

Octodad: Dadliest Catch é um jogo extremamente engraçado em sua premissa e muito diferente de tudo que encontramos no mercado hoje em dia. Se você acha que tem paciência com jogos de péssima jogabilidade, espere até tentar este título, onde os desenvolvedores tentaram criar os comandos mais descoordenados e difíceis possíveis só para ver o seu polvo sofrer em ações simples como caminhar. Octodad vale pelo seu humor e proposta inovadora.

05/Fev/2014 09h30

Review: Octodad Dadliest Catch traz humor 'pastelão' com história insana

Felipe Velloso Para o TechTudo

Octodad: Dadliest Catch é um jogo muito diferente do que estamos acostumados, misturando muito humor com uma jogabilidade criada para ser horrível e te fazer sofrer. Desenvolvido para PC e PS4 e com um enredo derivado de uma comédia surrealista, onde você deverá manter sua natureza de polvo incógnita de sua esposa e dos seus filhos enquanto persegue os mais diferentes objetivos que vão de comprar leite no mercado, até invadir um prédio sem ser visto.

Conheça Don’t Starve, outro jogo Indie para PS4

Octodad é um dos personagens mais bizarros dos games (Foto: Divulgação)Octodad é um dos personagens mais bizarros dos games (Foto: Divulgação)

O jogo oferece uma experiência de jogo muito diferente do que estamos acostumados, sem dúvidas a característica mais marcante deste título é o seu humor ingênuo e praticamente infantil que envolve muitas quedas e cascas de banana. Sempre potencializados pelos controles terríveis e extremamente difíceis de se situar.

Octodad é um game relativamente simples e curto, apresentando apenas dois modos de jogo: single player e coperativo. Este segundo é particularmente engraçado, nele até quatro pessoas controlam os membros do protagonista, ou seja, um jogador controla a perna direita, outro a esquerda, o terceiro o braço direito e o quarto o outro braço, sempre exigindo muito esforço e combinação para que o polvo saia do lugar.

Enredo

Octodad: Dadliest Catch parece tentar imitar uma típica sitcom dos anos oitenta, com uma família feliz, embora um pouco disfuncional onde o pai é secretamente um polvo. Para todos nós é muito óbvio que nosso protagonista não é humano, mas por alguma razão ninguém consegue perceber sua identidade. O jogo também nos faz perguntar como ele mesmo foi capaz de gerar dois filhos humanos.

Até ir ao supermercado é um problema quando se é um polvo (Foto: Divulgação)Até ir ao supermercado é um problema quando se é um polvo (Foto: Divulgação)

 

A história não poderia ser mais simples e começa durante o casamento de Octodad com sua esposa. Basicamente, você terá que se vestir e chegar a tempo no altar sem deixar que os outros percebam que você é um polvo. Este é normalmente o objetivo maior de todas as fases, o que significa que você deverá controlar muito bem os tentáculos do protagonista para que ele pareça humano. Os objetivos e as fases são sempre muito variados entre si, o que ajuda a manter o jogo sempre interessante e surpreendente, apesar das piadas bobas e ingênuas.

Jogabilidade

No PC ou no PS4 a jogabilidade de Octodad é uma das piores jamais inventadas, no entanto, no caso deste jogo isso não importa muito, pois ela foi feita desta maneira de propósito, visando tornar o título ainda mais engraçado. Dessa maneira é quase impossível mover Octodad em uma linha reta, e mais difícil ainda é conseguir pegar um objeto sem derrubar tudo a sua volta.

Os controles efetivamente parecem reproduzir a enorme dificuldade que um povo tem de andar fora d’água, só que de maneira bem mais engraçada e molenga. Apesar da dificuldade, Octodad te incentiva o tempo todo a melhorar suas habilidades, já que o polvo sempre deve se passar por humano e por isso não pode simplesmente sair andando e derrubando tudo sem qualquer tipo de reflexão.

Os cenários do aquário são estranhamente familiares (Foto: Divulgação)Os cenários do aquário são estranhamente familiares (Foto: Divulgação)

Tanto o teclado e o mouse do PC, quanto o DualShock 4 do PS4 parecem igualmente incapazes de reproduzir com perfeição os movimentos do protagonista, fazendo que nenhuma versão leve realmente vantagem neste campo. No modo multiplayer, certamente é mais divertido jogá-lo ao lado de mais três amigos na sala com seus respectivos controles na mão.

Uma das contra-partidas de ser engraçado é a dificuldade quase inexistente no jogo, que prefere te dar a possibilidade de fazer mais piadas e ser mais bobalhão jogando do que efetivamente se focar de maneira fixa em seu objetivo. Quanto mais peças e coisas para derrubar mais divertido será a trama e mais trabalho Octodad terá para esconder sua verdadeira identidade.

Apresentação

Em termos estéticos Octodad: Dadliest Catch apresenta gráficos simples e cartunescos, com visuais que agradam, mas sem qualquer tipo de destaque. A exclusividade do PS4 se justifica apenas pelo conteúdo do jogo, pois não seria espantoso ver este título rodando sem dificuldades em sistemas mais antigos como o Wii.

O principal destaque aqui fica mesmo com o belíssimo design de personagens e o estilo que os animadores utilizaram para o protagonista, que consegue ser engraçado quase o tempo todo graças aos seus movimentos desengonçados. As fases também sçao sempre muito bonitas e bem desenhadas, contando com uma série de homenagens especiais para divertir os jogadores, como um vitral dedicado a Cthulhu na Igreja do casamento.

O jogo consegue ser engraçado mesmo repetindo a mesma piada (Foto: Divulgação)O jogo consegue ser engraçado mesmo repetindo a mesma piada (Foto: Divulgação)

Apesar destas qualidades, o visual ainda parece um pouco datado para nossa geração de consoles atuais, mesmo se levarmos em conta o estilo desenho animado, muitas vezes os lugares e as coisas parecem muito carentes de detalhes.

No campo sonoro, Octodad também não desaponta com uma belíssima e cativante música tema com uma letra hilária. O resto da trilha é muito cativante e animada, com um tom meio rock dos anos 60, sempre mantendo o jogador no clima certo para as loucuras e acidentes provocados pela falta de coordenação motora do protagonista.

Conclusão

Octodad: Dadliest Catch é um jogo extremamente engraçado em sua premissa e muito diferente de tudo que encontramos no mercado hoje em dia. Se você acha que tem paciência com jogos de péssima jogabilidade, espere até tentar este título, onde os desenvolvedores tentaram criar os comandos mais descoordenados e difíceis possíveis só para ver o seu polvo sofrer em ações simples como caminhar. Octodad vale pelo seu humor e proposta inovadora.

Qual o seu jogo Indie preferido do PS4? Acesse o Fórum do TechTudo e comente.


  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero

  • Edmilson Fraga
    2014-02-06T17:44:03

    PSN brasileira não tem...

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Edmilson Fraga
    2014-02-06T17:44:03

    PSN brasileira não tem...

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário

TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade