NOTA tt
3.0

Review Rambo: The Video Game

Rambo: The Video Game é nostálgico e ruim ao mesmo tempo. O game traz protagonista “cabeçudo” em um dos piores jogos do ano. Confira o review completo.

Dário Coutinho
por
em

Rambo: The Video Game teve uma longa jornada até ganhar sua primeira aventura em terceira dimensão. O jogo do herói dos anos 80, foi lançado para PC, Xbox 360 e PS3 resgata a trilha sonora e muitas passagens desta trilogia marcante do cinema. O game engloba apenas os acontecimentos dos três primeiros filmes de John Rambo. Veja o review completo do game:

Jogo faz paródia com heróis do cinema, como Rambo, Blade e Exterminador

Rambo: The Video Game (Foto: Divulgação)Rambo: The Video Game (Foto: Divulgação)

Entretanto, o que parecia uma viagem nostálgica e deliciosa para os fãs de filmes de ação, se revela um paupérrimo jogo de tiro “on rails”. Entenda, jogos de tiro “on rails” não são ruins, mas Rambo: The Video Game sem sombra de dúvida será o “pior pesadelo” para os fãs dos nostálgicos filmes de ação dos anos 80. Rambo: The Video Game não entrega uma experiência de qualidade, nem para cinéfilos, nem para gamers. Pecando literalmente em quase todos os aspectos, sejam eles visuais, sonoros e principalmente na evolução de sua jogabilidade.

Rambo cabeçudo

Logo nos segundos iniciais, Rambo: The Video Game choca o jogador com uma terrível verdade. Você terá que engolir a versão de John Rambo concebida pela pessoal da Teyon. Ou seja, um cara cabeçudo com corpo estranhamente franzino.

Rambo franzino e com cabeção, bem diferente dos anos 80 (Foto: Divulgação)Rambo franzino e com cabeção, bem diferente dos anos 80 (Foto: Divulgação)

O jogo tem gráficos muito aquém do padrão atual. Com personagens desproporcionais que possuem movimentação estranha, robótica e com movimentos nos olhos bizarros. Curiosamente, os cenários do jogo são uma das poucas coisas que chamam a atenção em Rambo: The Video Game. Todos eles reproduzem cenários usados nos filmes. É algo muito legal e nostálgico, mas mal explorado pelo estúdio que desenvolveu o game.

Jogabilidade massante

A parte chata de jogar um jogo de tiro depois dos anos 2000 e a ausência light guns. No PC, onde o jogo foi analisado, ele é menos sofrível. Ainda assim, apresenta um número de inimigos limitado em cada área, tornando a interação enfadonha. Jogos de tiro “on rails” de qualidade são repletos de inimigos, exigindo do jogador habilidade e reflexos rápidos. Rambo: The Video Game não exige nem habilidade e nem reflexos rápidos. Ele exige paciência para suportar vários níveis com sequências de ação previsíveis.

O game tem início nos acontecimentos que antecedem o primeiro filme, “Rambo: Programado para Matar” (First Blood no original). Nesta parte inicial, o jogo até empolga pois poderia focar sua narrativa em contar a história “não contada” do Rambo. Porém a felicidade dura pouco e jogo segue focando apenas nas cenas dos filmes.

Tiroteio em Rambo: The Video Game é chato (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Tiroteio em Rambo: The Video Game é chato (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

No segundo ato, já passeando pelos cenários de “First Blood”, o jogo tenta reproduzir cada cena de ação com partes não jogáveis e partes com “Quick Time Events” ou QTEs. Aqui se descortina outro grande problema do game: longas cenas não interativas com script batido. Ao errar qualquer um dos QTEs, Rambo morre e o jogador precisa tentar novamente a partir de um Checkpoint.

A grande maioria dos jogadores que jogarão Rambo: The Video Game já assistiram os três primeiros, pelo menos duas vezes. Ainda sim, o jogo faz questão de consumir boa parte de sua “jogabilidade” com cenas não interativas. Depois disso, o game segue passeando pelo universo dos filmes do Rambo fugindo muito pouco do script e não dando ao jogador, em nenhum momento, a possibilidade de mover-se pelo cenário.

Talvez a única coisa divertida da jogabilidade de Rambo: The Video Game seja o power-up “Wrath Combo”. Representado por uma barra amarela, no topo da tela, essa habilidade permite ao Rambo soltar um grito de fúria. Deixando a câmera lenta e possibilitando matar vários inimigos com facilidade.

rambo-the-video-game-2Rambo: The Video Game é chato (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)


Áudio de baixa qualidade

Apesar da trilha sonora ser a mesma do filme e de contar com algumas vozes conhecidas, como a do próprio Sylvester Stallone. Rambo: The Video Game peca em alguns efeitos visuais e na direção de arte. Muito efeitos soam repetitivos e artificiais como gritos de soldados e alguns diálogos.

Um fato bizarro é que o jogo utiliza o áudio dos filmes para criar seus diálogos. Há algumas poucas adições para diálogos novos como um general que irá narrar a história de John Rambo.

Conclusão

Rambo, nos cinemas, sempre foi encarado como ação hollywoodiana pura e simples. Porém, os três primeiros filmes tem um interessante background político que poderia ter melhor explorado no game. Em um mundo onde temos lamentos heroicos como em Metal Gear 4: Guns of Patriot e games de ação hollywoodiana como FarCry 3, encarar um game de tiro on rails repetitivo e com um timing enfadonho, é uma tarefa dura até mesmo para os fãs do gênero.


O que você espera do jogo do Rambo?
Opine no Fórum do TechTudo.

Nota TechTudo

NOTA tt
3.0
Gráficos
4
Jogabilidade
3
Diversão
1
Som
4

Prós

  • - Trilha sonora

Contras

  • - Personagens mal feitos
  • - Jogabilidade repetitiva
  • - QTEs
Seja o primeiro a comentar


Imagem do usuário
Sair

Quer realmente sair da globo.com?

Imagem do usuário

recentes

populares

  • Fabiano Mahl
    2014-03-05T21:28:48

    nota 3?? review ate generoso. kk

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Mario Cruz
    2014-03-03T08:26:09

    Gost ei faz parte do passado e vou comprar com certeza pode ser ruim mais gosto nao se discuti. gos

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Italo
    2014-03-03T07:21:48

    Eu já esperava o pior deste jogo.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Mario
    2014-03-02T23:30:21

    CARA VEJO ESSE JOGO SO LEMBRO DO TIO ZANGADO

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Fábio Vitória
    2014-03-02T23:28:07

    Sangue preto tá por fora.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Renato Assis
    2014-03-02T23:05:47

    Depois que Roberto Carlos virou garoto propaganda da FriBoi, nada mais nesse mundo me surpreende. Finalmente alguém conseguiu matar o Rambo. Que pena...

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Cleysson Rodrigues
    2014-03-02T22:31:13

    Único jogo do Rambo bom era aquele que saiu p/ o Mega Driver.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Wellington Santos
    2014-03-02T22:27:04

    Rambo não merecia isso!

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Luis Zeni
    2014-03-02T22:14:12

    Putz se tivesse sido lançado a 20 anos atras, quem sabe teria feto sucesso... para eu que sou da epoca dos filmes, e epoca dos video games atual, .... não gostei !!!!!!!!!!!!!!!!!!

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Laerte Renck
    2014-03-02T21:31:14

    Há tempos vi umas imagens desse jogo e só pelas imagens já vi que iria ser uma porcaria.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Coringa Net
    2014-03-02T18:18:42

    Como os produtores no cinema deixaram um jogo tao ruim como este ser lançado em sua famosa franquia ?? Isto é um absurdo para os jogos atuais de tiro. Vendessem a franquia Rambo para os produtores de Call of Duty ou Battelfield. PESSIMO !!

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Ed Sei
    2014-03-02T16:48:50

    Ainda bem que não pago jogos de Xbox 360, esse não durou 10 minutos no HD do meu console. Pior jogo do ano logo no começo de 2014. Tiro no pé kkkkkkkkkk

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário