NOTA tt
8.0

Review Skylanders: Spyro’s Adventure

Skylanders: Spyro’s Adventure marca um recomeço para Spyro, tanto em relação à sua história quando ao seu universo. Ele sempre foi um personagem querido entre os fãs do PlayStation. Afinal, foi no PSOne que o dragãozinho nasceu. Sua popularidade, no entanto, se perdeu ao longo dos anos, principalmente após ganhar outras plataformas.

Felipe Vinha
por
em

Nome: Skylanders: Spyro’s Adventure
Gênero: Aventura
Distribuidora: Activision (Distribuído no Brasil pela Neoplay)
Plataformas: PS3, Xbox 360, PC, Wii e Nintendo 3DS

Skylanders (Foto: Divulgação)Skylanders: Spyro's Adventure (Foto: Divulgação)

Skylanders: Spyro’s Adventure marca um recomeço para Spyro, tanto em relação à sua história quando ao seu universo. Ele sempre foi um personagem querido entre os fãs do PlayStation. Afinal, foi no PSOne que o dragãozinho nasceu. Sua popularidade, no entanto, se perdeu ao longo dos anos, principalmente após ganhar outras plataformas.

O personagem passou pela mão de várias produtoras e parou nas da Activision, dona de Call of Duty e Guitar Hero. A companhia, que sabe como fazer dinheiro, reinventou a saga. Se Spyro não era mais tão relevante no mundo dos games, como torná-lo um ícone novamente? Um novo mascote para uma nova geração de jogadores – e foi como nasceu o atual projeto.

Em Skylanders: Spyro’s Adventure, o dragão agora é um skylander, uma classe de criaturas heroicas e lendárias que salvam o mundo sempre que preciso. E este herói, bem como seus amigos, fica guardado em sua casa, na sua estante, em uma caixa de brinquedos - onde você bem entender.

Leia a análise do TechTudo de Skylanders: Spyro’s Adventure nas versões Xbox 360 e PlayStation 3 para entender um pouco mais.


Heróis de brinquedo

A ideia que a Activision criou para Skylanders foi juntar videogame com brinquedos reais, ou “bonequinhos”, se você preferir um termo mais simples. O game faz um uso simples de pequenos bonecos, que são transportados para dentro do jogo e utilizados como personagens jogáveis.

A magia acontece por meio de um portal, uma espécie de pedestal onde o boneco é posicionado para ser lido pelo videogame. O portal, claro, acompanha o pacote inicial do jogo, que vem também com três bonecos – Spyro, Gill Grunt e Trigger Happy. O funcionamento de todo o esquema é mais simples do que parece e você só acredita mesmo ao testar todo o aparato, que funciona da seguinte forma: portal no videogame, boneco em cima do portal e controle na mão.

É assim que a magia funciona (Foto: Divulgação)É assim que a magia funciona (Foto: Divulgação)

Claro que há uma grande variedade de bonecos já existentes. A coleção completa, ainda não disponível em sua totalidade, compreende mais de 20 peças, mas já existem 11 delas disponíveis para compra além dos três iniciais. Cada uma faz parte de um dos “elementos” do game, que varia entre água, terra, máquina, morto-vivo, ar e por aí vai.

Este esquema de elementos é o que dá a variedade do jogo. A missão dos participantes é avançar cada fase com seu skylander favorito e completar a história, mas nem sempre será possível utilizar o mesmo personagem durante todo o jogo.

Cuidado com o bolso

É aí que nasce a verdadeira natureza de Skylanders: fazer você gastar, e gastar bem. Há determinadas áreas do game que necessitam de um certo tipo de elemento para serem desbloqueadas. Por exemplo: Spyro é do tipo “magia” e Gill Grunt é do tipo “água”. Você não poderá passar por um portão do tipo “máquina” com nenhum dos dois. Para isso, é preciso utilizar Trigger Happy, que é do tipo “máquina”. Este tipo de mecânica está presente em todas as partes do jogo, e não só com passagens.

Em alguns cenários, é possível receber bônus nos ataques contra inimigos por utilizar determinado elemento. Em outros cantos você pode coletar habilidades específicas para determinado personagem ou tipo de personagem. Pense sobre isso e logo você vai notar que, para aproveitar o game em sua totalidade, é necessário comprar mais alguns bonequinhos da linha. Nos Estados Unidos, cada um sai por US$ 8, enquanto por aqui você não encontra cada um por menos de R$ 80. Claro que há bonecos mais raros (mais poderosos) e até mais bonitos, e isso pode encarecer seu preço, tanto lá fora quanto por aqui.

Skylanders: Spyro's Adventure (Foto: Divulgação)Skylanders: Spyro's Adventure (Foto: Divulgação)

Outro elemento bem bacana nos bonecos é que cada um possui seu próprio “cérebro” e são independentes em relação a plataformas. Isto é: você pode evoluir seu Spyro, ganhar mais níveis, destravar habilidades especiais e até decorar o dragão com um chapéu estiloso. Tudo isso fica salvo dentro do próprio boneco, que conta com uma memória. E o melhor: É possível utilizar o mesmo boneco em uma versão do jogo para PlayStation 3, Xbox 360, Wii, 3DS e PC com os mesmos poderes, chapéus e até apelido.

No final das contas, Skylanders é um jogo caro em sua totalidade (o próprio pacote básico não é tão barato assim), mas é bem divertido e conta com inovações tecnológicas muito interessantes. Sem falar que os próprios bonecos são muito bem feitos, e ainda servem como um belo enfeite em sua estante.

Mas e o resto?

Tudo bem, você conheceu a mecânica principal de Skylanders, mas e o resto? Como é a jogabilidade em si? Há um modo de história? Sim, e vamos começar por ele. O enredo quase não existe. Melhor ainda: ele existe, mas é muito básico. Pense que se trata de um game voltado para crianças, que não exigem tanto assim uma história superdesenvolvida.

Basicamente, os Skylanders foram atacados em sua própria terra por um mago maligno e foram transformados em estátuas (os brinquedos) na terra dos humanos, que por um acaso é o nosso planeta. A partir daí, cabe ao jogador, chamado no game de Mestre do Portal, controlar os Skylanders na batalha contra o mal, salvar seus aliados e libertar o reino mágico do inimigo de uma vez por todas.

Skylanders: Spyro's Adventure (Foto: Divulgação)Skylanders: Spyro's Adventure (Foto: Divulgação)

Dito isto, imagine que o game é justamente o que citamos mais ali acima: avançar fases até o final para concluir a história. Há variações, pois é possível voltar a um cenário já completo para tentar fazer o máximo por lá, coletando itens especiais e mais. Spyro, por exemplo, só consegue a habilidade de voar em um nível mais avançado – e por isso o jogador precisará voltar à primeiríssima fase para conseguir um objeto especial que só pode ser obtido com a técnica de voo. Mas, se você não se preocupar com isso, basta avançar as fases e terminar o game, que é até um pouco curto se for encarado desta forma.

Pequenos extras

Há um modo multiplayer presente no jogo, que pode ser competitivo ou cooperativo. O cooperativo é bem simples e envolve jogadores participando da história ao mesmo tempo, cada um com seu Skylander. Não há muita diferença deste modo para o de um jogador, com a exceção de que os personagens não podem se afastar muito, ou terão problemas com a câmera.

O modo competitivo é um pouco mais divertido e envolve arenas variadas, onde dois jogadores poderão competir em três modalidades diferentes. Uma delas é uma espécie de futebol americano com violência leve e disputa de pedras mágicas. É possível interagir com os cenários para se dar bem, o que é bem divertido.

Skylanders: Spyro's Adventure (Foto: Divulgação)Skylanders: Spyro's Adventure (Foto: Divulgação)

Por fim, cabe ressaltar que os próprios bonecos podem ser usados também no PC, e não estamos falando da versão PC do jogo. É possível acessar o site oficial do game, ligar o portal na saída USB do computador e participar de uma comunidade online preparada especialmente para o game e seus fãs. Você pode registrar seus bonecos por lá e comparar pontos com amigos.

Ah, e para quem está preocupado com os gráficos (por ser um título multiplataforma), nossa dica é: não esquente a cabeça com isso. Skylanders apresenta gráficos bem básicos, para nivelar entre todas as plataformas de mesa, mas que ainda assim parecem bonitinhos nos consoles de alta definição. O mesmo não pode ser dito da dublagem, que é bem fraca.

Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Gráficos
7
Jogabilidade
8
Diversão
9
Som
7

Prós

  • - Inovação tecnológica.
  • - Diversão instantânea.
  • - Multiplayer adiciona conteúdo.
  • - Bonecos bem feitos.

Contras

  • - É um game bem caro.
  • - Gráficos e som simples.
  • - História curta.
Seja o primeiro a comentar


Imagem do usuário
Sair

Quer realmente sair da globo.com?

Imagem do usuário

recentes

populares

  • Derek Oliveira
    2013-01-14T18:41:55

    no skylanders spyro's adventure a história é simples principalmente para quem já jogou inFAMOUS, se é que me entende...

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Felipe Vinha
    2012-02-08T10:57:40

    Jefferson, o portal é único para cada console. O do PS3 não pode ser usado no Xbox 360, por exemplo.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Jefferson Paulo
    2012-02-05T16:45:18

    qeria tirar uma duvida sera qi podia usar o portal do PC no Xbox ou vice verça??

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • José Biazoti
    2012-02-03T17:09:56

    mt legal isso!!!! gostei pra caramba e qualquer dia vou jogar em casa!!!!

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário