Jogos de RPG

NOTA tt
6.0

Review Sword Art Online: Lost Song

SAO Lost Song pode ser descrito como um “filler” do anime em forma de jogo

Dário Coutinho
por
em

Sword Art Online: Lost Song é um RPG de ação com versões para PlayStation 3, PlayStation 4 e PS Vita. Baseado no anime e light novel Sword Art Online, o game narra as aventuras de personagens que jogam um game de realidade virtual. Mirando nos fãs da série, Lost Song encanta pela mecânica de combate diferenciada, mas o resto do jogo não acompanha a inovação das batalhas. Confira nossa análise!

Review Sword Art Online: Hollow Fragment

Jogo dentro do jogo

Em Sword Art Online Lost Song, os personagens jogam um game de realidade virtual chamado ALfheim Online. Kirito, controlado pelo jogador, quer ser o primeiro a concluir todas as dungeons de Svart ALfheim. Ele não estará sozinho nessa disputa, pois a guilda Shamrock planeja cumprir tal feito.


SAO Lost Song traz Kirito e seus amigos em nova expansão do jogo virtual ALfheim (Foto: Divulgação / Bandai Namco)SAO Lost Song traz Kirito e seus amigos em nova expansão do jogo virtual ALfheim (Foto: Divulgação / Bandai Namco)

A aventura apresentada é tratada pelos personagens como um grande update, realizado para acrescentar novas áreas ao jogo original. Embora brinque com essas temáticas, o jogo nunca fica tão sério como no anime, onde várias escolhas têm implicações diretas sobre quem vive e quem morre. Sword Art Online Lost Song tem enredo simples e sem impacto para o resto da série.

Apesar do “Online” no nome do tema do “jogo dentro do jogo” ser um MMO, SAO Lost Song é um game de RPG offline com elementos online, como por exemplo multiplayer cooperativo.

Voar voar, subir, subir

Nos combates, SAO Lost Song funciona como qualquer jogo de ação e RPG. Salvo por uma única diferença: a possibilidade de voar a qualquer momento. Diferente de alguns MMOs, o voo não é utilizado apenas para transporte. Em Lost Song, ele pode usado nos combates também.

Enfrentar monstros ao lado dos seus amigos é um dos pontos fortes do jogo (Foto: Divulgação / Bandai Namco)Enfrentar monstros ao lado dos seus amigos é um dos pontos fortes do jogo (Foto: Divulgação / Bandai Namco)

É possível voar e atacar inimigos no chão ou no ar. Entretanto, na grande maioria dos cenários, há um limite de altitude. É permitido voar apenas a poucos metros do chão e apenas na hora de explorar lugares mais altos, é que o game permite ir além do limite. Isso acontece ao ultrapassar a primeira metade do jogo.

Embora os comandos sejam simples e fáceis de entender, é comum ficar perdido durante algumas batalhas contra inimigos que ficam no ar. Principalmente contra monstros que manipulam o vento. O motivo é que é preciso ficar girando a câmera com o analógico direito constantemente.

Missões e dungeons repetitivas

SAO Lost Song é um jogo um pouco longo, leva-se de 20 a 30 horas para terminá-lo. Porém, comparado com a sua extensão, a jogabilidade não apresenta uma qualidade que justifique a demora para chegar ao final da jornada de Kirito e seus amigos.

Missões repetitivas são uma das falhas de SAO Lost Song (Foto: Divulgação / Bandai Namco)Missões repetitivas são uma das falhas de SAO Lost Song (Foto: Divulgação / Bandai Namco)

O game possui inúmeras missões e principalmente dungeons, totalmente idênticas. O sistema de combate também não ajuda a deixar o ciclo menos repetitivo. É o velho esquema de muitos jogos japoneses. Combates simples e mensagens de apoio de NPCs com “ganbatte”, dentre outros jargões.

Felizmente, o modo cooperativo é algo que ajuda bastante a suportar as missões repetitivas. É possível convidar até dois amigos para partidas online. O game conta ainda modo vs onde dois jogadores podem duelar.

Nova aventura com cara de “filler”

Com uma proposta nova e visual bacana, a animação de jogar Sword Art Online Lost Song se esvai em uma história simples e que não afeta o enredo da série original. Não há grandes vilões ou cientistas loucos prendendo ninguém no mundo virtual.

Sword Art Online: Lost Song (Foto: Divulgação)Sword Art Online: Lost Song (Foto: Divulgação)

A partir de um certo ponto, é possível trocar Kirito, por qualquer um dos 16 personagens principais. O jogador pode até alternar entre eles, evoluindo todos os personagens da sua party, caso jogue sozinho.

As cidades e o conteúdo para customizar os personagens são um dos pontos positivos de SAO Lost Song. Há muitos itens para masterizar e coisas para explorar até que seus personagens atinjam o nível máximo. Esses são elementos que encorajam o jogador a continuar na aventura.

Conclusão

Sword Art Online Lost Song possui combates repetitivos, uma história fraca, e muita reciclagem de conteúdo para oferecer novos desafios. O game se estende além do necessário e o resultado é uma jornada difícil de aturar até mesmo para os fãs mais fervorosos do anime.


Vale a pena trocar o Playstation pelo Xbox nesta nova geração ? Comente no Fórum do TechTudo!


Nota TechTudo

NOTA tt
6.0
Gráficos
7
Jogabilidade
5
Diversão
5
Som
7

Prós

  • - Gráficos coloridos
  • - Legendas em inglês e dublagem em japonês
  • - Controles simples

Contras

  • - Batalhas repetitivas
  • - História fraca
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares