Jogos de estratégia

NOTA tt
7.8

Review The Collectables

Game de ação com estratégia em tempo real agrada nos dispositivos móveis

Dário Coutinho
por
em

The Collectables é um jogo de ação que mistura card games com elementos de estratégia em tempo real. Desenvolvido pela Crytek, o jogo é gratuito e está disponível para iPhone, iPod Touch e iPad.O jogador comanda uma equipe de quatro mercenários e deve completar várias missões em território inimigo. Visualmente, o jogo lembra games como Commandos: Behind Enemy Lines (PC). Porém, a jogabilidade é profundamente diferente, pois The Collectables e infinitamente mais simples.

Confira:Call of Duty Ghosts e Daylight são destaques nos trailers da semana

The Collectables é um jogo de estratégia e card game para iOS (Foto: Divulgação)The Collectables é um jogo de estratégia e card game para iOS (Foto: Divulgação)


Jogabilidade simples e direta

As semelhanças com Commandos acaba no modo como The Collectables é visualizado pelo jogador. Este é um game centrado nos combates, não há ação furtiva. Os controles são simples. Para guiar os personagens pelo cenário, basta tocar em qualquer local da tela com algum tipo de terreno. Imediatamente os mercenários correrão em bloco para o local.

Os ataques as unidades inimigas são automáticos. Assim que os mercenários avistam soldados inimigos, eles começam a atirar. O jogador pode cercar os inimigos, a fim de liquidá-los de uma vez, ou buscar um local para se proteger. Com isso, evita-se mais danos aos seus mercenários.

Contudo, a uma terceira alternativa, que é justamente onde o conceito de card game é aplicado. O jogador pode usar cartas, representando armas ou habilidades especiais. As mais comuns são as granadas e dinamites. Mas a variedade de cartas é grande e, conforme se avança nas missões, essa variedade se justifica.

RTS e Card game se misturam em The Collectables (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)RTS e Card game se misturam em The Collectables (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

Outra característica que lembra card games, é a possibilidade de pegar versões melhores dos seus mercenários. Com o dinheiro ganho nas missões, o jogador pode comprar boosters, pacotinhos com várias cartas. Esses boosters contém cartas de armas, habilidades, e também novos personagens, que são basicamente os mesmos, mas com algum atributo a mais.

Antes de começar cada missão, o jogador pode escolher o seu “deck”. Composto pelos personagens, e em outro menu pelas armas e habilidades. O número de cards é bastante limitado, principalmente para as armas. O jogador terá que escolher sabiamente o que levar para o campo de batalha.

Durante os combates, para utilizar as armas, o jogador deve tocar nas cartas na parte inferior da tela e arrastá-las até o local onde quer que eles atinjam. O personagem com a arma em questão irá realizar a ação. Entretanto, caso ele tenha morrido, a carta será desativada.

Esse estilo de jogar, possibilita dar comandos aos soldados e às cartas de forma muito frenética. Porém, com o número de cartas limitado, o combates tendem a ficar concentrados apenas em como posicionar os soldados.

Gráficos de cair o queixo

Apesar de ser publicado pela Mobage, The Collectables é de autoria da Crytek, o mesmo estúdio por trás de games como Crysis e Far Cry. A assinatura da Crytek aparece no visual bem trabalho de The Collectables. O jogo se destaca facilmente na imensidão de jogos mobile.

The Collectables tem ótimos gráficos (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)The Collectables tem ótimos gráficos (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

The Collectables possui ótimas animações, algumas tão bem feitas que gostaríamos de ver esse primor em outros jogos. O movimento da vegetação quando o helicóptero dos mercenários se aproxima, ou a movimentação dos personagens durante o tiroteio. Tudo é feito com o primor dos jogos de console, o que deixa uma ótima impressão inicial.

Os efeitos de luz e sombra também foram muito bem trabalhados. Até mesmo em dispositivos antigos como o iPad 2, o limite para rodar o jogo, é possível ver sombras e efeitos de explosão convincentes.

Missões pequenas e repetitivas

Mas The Collectables possui um grave problema, suas missões consistem em basicamente o mesmo: chegar em um local detonar os inimigos e ir embora. Para um jogo de estratégia, há muita pouca variação na jogabilidade. O game cobra o seu preço a medida que o jogador avança nas fases. Pois para completar o jogo com 100%, é necessário revisitar a mesma missão cinco vezes.

The Collectables (Foto: Divulgação)The Collectables (Foto: Divulgação)


Mas essa não é a pior parte. Para o jogador que gostou do jogo, a parte ruim é a evidência de que será a carteira, e não a estratégia, que falará mais. Algumas missões são impossíveis de serem concluídas até o jogador tem um card especial que parece ter sido criado para aquela missão.

Com isso, o fator estratégia parece se perder ao longo da jogatina de The Collectables. Não há estratégia no posicionamento dos soldados, pois sequer é possível posicioná-los separadamente. O que vai valer é ter soldados mais fortes e com mais atributos o que dependerá da sorte ou da compra de pacotes de cards.

Conclusão

The Collectables cativa pela criatividade ao unir card games com RTS. Porém, o game escorrega ao longo das fases, entregando a mesma experiência várias vezes de forma muito repetitiva. O jogo também suprime os elementos de estratégia em fator das compras dentro do jogo, algo que fica evidente conforme se avança na aventura.


Quais são os smartphones mais resistentes atualmente?
Opine no nosso fórum!

Nota TechTudo

NOTA tt
7.8
Gráficos
10
Jogabilidade
8
Diversão
6
Som
7

Prós

  • - Gráficos incríveis
  • - Comandos simples
  • - Premissa inovadora

Contras

  • - Desenvolvimento repetitivo
  • - Elementos de estratégia reprimidos
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares