The Hobbit: Armies of the Third Age

The Hobbit: Armies of the Third Age

OPINIÃO DOS USUÁRIOS

Lidere um exército nesta emocionante batalha inspirada em 'The Hobbit'

Raquel Freire
por Raquel Freire em 02/04/2013 17h52

The Hobbit: Armies of the Third Age é um jogo de estratégia online inspirado na trilogia O Hobbit. Nele, o jogador escolhe entre anões, elfos ou orcs e comanda um exército em batalhas PvP (Player versus Palyer) ou PVE (Player versus Environment, ou seja, jogador contra a máquina).

Antes de começar o jogo propriamente dito, o usuário tem a opção de ver um tutorial que explica as principais ferramentas e objetivos da aventura, caso queira, é possível pular essa parte facilmente, já que a interface do game apresenta os botões principais de forma simples e intuitiva. Depois que você clica para atacar algum lugar, por exemplo, o combate começa imediatamente, sem tempo de espera ou marchas até encontrar a tropa adversária.

Características do Jogo

A clareza e riqueza de detalhes dos mapas contrastam com um plano de fundo escuro, garantindo um visual coerente com a da terra média. O desenho dos personagens famosos – como Legolas, Gollum, Bilbo e Gandalf – é minuciosamente detalhado e colorido, mas só nas imagens paradas, durante as batalhas não é possível distinguir as figuras. A perspectiva ligeiramente inclinada do cenário, visto de cima para baixo, dá aos jogadores uma maior sensação de controle sobre o campo.

A principal maneira de vencer o inimigo é acumulando recursos, que servem para aumentar tropas, pesquisar tecnologia e reforçar seu poder. Para isso, o usuário deve construir fazendas, minas e estruturas diversas, que poderão servir para o próprio abastecimento de comidas, moedas, madeira e pedras.

Também é possível aumentar os recursos no estoque ocupando florestas e colinas na região ou atacando cidades inimigas e tomando o espólio de guerra. Com o passar do tempo, o jogador cria uma tropa poderosa, cada vez mais capaz de varrer do mapa os adversários.

Como jogar

Seus generais são listados na parte inferior da interface de batalha. Você pode clicar em um deles e, em seguida, colocá-lo em qualquer um dos três lados da cidade inimiga para lutar contra os oponentes. Como de costume, quanto mais alto o nível da fase, mais estruturas e tropas de defesa estão na tropa inimiga, dificultando a batalha.

Uma das particularidades do game é uma tela de bate-papo, localizada na parte inferior esquerda do vídeo, que possibilita a interatividade entre jogadores. Muito do que é conversado por ali não diz respeito à partida, mas o espaço acaba permitindo que usuários se conheçam. E isso pode ser bastante útil para a disputa, já que os jogadores também podem formar alianças e competir um contra o outro para determinar quem tem mais “valor” na terra.

Nossa opinião

Apesar de ser um jogo de estratégia, The Hobbit: Armies of the Third Age proporciona aos jogadores um emocionante combate em ritmo acelerado. Se você é acostumado com os jogos de estratégia da Kabam, desenvolvedora, vai se familiarizar rapidamente com o game. A jogabilidade é essencialmente a mesma, mas, por outro lado, este título possui controles mais fáceis e uma interface simplificada em relação aos outros títulos.

Os desenhos detalhados dos personagens são extremamente atraentes. O game não apresenta travamentos mesmo em navegadores desatualizados e não há gasto significativo de recursos do sistema, o que faz com que ele não interfira nas outras tarefas em execução no computador. A interface simples e organizada dispensa apresentações prévias ao jogo, o que sempre é uma vantagem.

Mas nem tudo é perfeito no Armies of the Third Age. Em primeiro lugar, ele apresenta muitas tarefas simultaneamente, porém, sem a possibilidade de execução ao mesmo tempo. Por exemplo: as missões exigem uma grande quantidade de recursos, obtidos sobretudo construindo fazendas e outras estruturas, o que demanda tempo. Então ou você espera tempo para reunir os recursos necessários para completar uma determinada missão ou se esforça para completar outras missões e tentar ganhar as recompensas antes de começar a busca principal.

O jogo ainda tem algumas falhas bobas, como recompensas que não são dadas mesmo depois que os jogadores cumprem o objetivo. Isso acontece na missão cuja finalidade é atingir o nível 2, mesmo atulizando a página, o prêmio não é conquistado efetivamente.

Há também uma disparidade grande entre os muitos recursos gastos e as poucas recompensas na fase “charadas de Gollum”. A etapa, que consiste em uma roleta giratória, é ainda mais irritante pelo fato de que o único botão da interface é o “Play”, fazendo com que o jogador gire a roda – e gaste mais recursos – quando na verdade o que ele quer é fechar a janela.

Prós
  • Fácil de usar
  • Gráficos atraentes
  • Gratuito
  • Ritmo rápido e contagiante
Contras
  • Impossibilidade de realizar tarefas simultâneas
  • Recompensas não são corretamente dadas
  • Batalhas com recompensas ruins

Fotos

Opinião dos usuários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

avatar
Qual a sua nota?

Escreva a sua opinião:

0
Agora não
Baixar para baixar
mais infos +

downloads

tamanho do download

Licença

Idioma

Desenvolvedor

Kabam

Lançamento

02/04/2013

Nossa Opinião

NOTA tt
8.3

Apesar de ser um jogo de estratégia, The Hobbit: Armies of the Third Age proporciona aos jogadores um emocionante combate em ritmo acelerado. Se você é acostumado com os jogos de estratégia da Kabam, desenvolvedora, vai se familiarizar rapidamente com o game. A jogabilidade é essencialmente a mesma, mas, por outro lado, este título possui controles mais fáceis e uma interface simplificada em relação aos outros títulos.

Opinião dos usuários

Fórum

Você ficou com alguma dúvida sobre Jogos de estratégia ? Visite o Fórum TechTudo e peça ajuda para a comunidade.

Você vai gostar

Veja tudo sobre Jogos de estratégia