Imposto de Renda 2018

Imposto de Renda 2018

9.0
OPINIÃO DOS USUÁRIOS

Baixe o IRPF 2018 da Receita Federal para fazer a declaração do Imposto de Renda

Taysa Coelho
por Taysa Coelho em 28/02/2018 19h01

IRPF 2018 é o programa da Receita Federal para fazer e declarar Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2018, ano-base 2017. O software e o aplicativo estão disponíveis para download no PC Windows, Mac, Linux ou celular Android e iPhone (iOS). O prazo para baixar o programa e enviar da declaração de IRPF é partir do dia 1º de março e vai até o dia 30 de abril. Caso perca o a data e envie sua contribuição após o limite, será taxada uma multa mínima de R$ 165,74.

Para realizar a declaração, basta baixar o programa, escolher a versão nos links e preencher o formulário passo a passo. No ano passado, a aplicação Receitanet foi incorporada ao IRPF, não havendo mais a necessidade de instalá-la à parte para fazer a entrega do imposto.

A vantagem de utilizar o IRPF 2018 é que ele observa os limites legais das deduções e calcula automaticamente o imposto a pagar ou a restituir. O programa do Imposto de Renda também analisa e informa ao contribuinte qual opção de declaração (completa ou simplificada) lhe é a mais favorável. Caso o usuário tenha instalada uma versão anterior da aplicação, basta acessar a opção “Verificar Atualizações” do menu “Ferramentas”, para baixar a versão mais atual.

Download

O programa para preenchimento de declaração do imposto de renda da pessoa física pode ser baixado em qualquer sistema operacional. A Receita Federal disponibiliza download gratuito para PCs com Windows, Mac, Linux, iOS ou celulares Android e iPhone. Além desses, ainda é oferecido o software como arquivo em formato .Zip (multiplataforma), que pode ser salvo em um pendrive e descompactado, independente do sistema operacional da máquina.

Na opção de download do arquivo multiplataforma, basta descompactar os arquivos da pasta .Zip. Em seguida, execute especificamente o arquivo .txt para abrir o programa de preenchimento de declaração do IRPF 2018. No caso das versões para computadores, o IRPF 2018 necessita da máquina virtual Java para funcionar.

Novidades

Este ano, o IRPF ganhou várias novidades para a versão desktop. A primeira delas é notada logo ao abrir o programa: a remodelação do painel inicial, que passa a contar com as fichas identificadas como as mais relevantes, a fim de facilitar o preenchimento do formulário para declaração.

Foram criados campos específicos para informações complementares relacionadas a alguns tipos de bens, além do recurso de recuperação de dados que permite, ao digitar ou importar um nome para um CPF/CNPJ, o armazenamento do nome no sistema para facilitar o preenchimento futuro.

Os usuários agora têm fácil acesso à visualização da alíquota efetiva, ou seja, da relação percentual entre o imposto devido e o total de rendimentos tributáveis. O sistema passa a oferecer, ainda, a impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) de todas as quotas do imposto. Ele também calcula os valores de juros Selic para o respectivo vencimento do documento, com direito a cálculo dos devidos acréscimos legais no caso de Darf emitidos fora do prazo.

Quem deve fazer a declaração do IRPF 2018

1 - Pessoas que receberam rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma anual foi superior a R$ 28.559,70 em 2017;

2 - Pessoas que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;

3 - Pessoas que obtiveram receita bruta anual de valor superior a R$ 142.798,50, oriunda de atividade rural;

4 - Pessoas que obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou que realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

5 - Pessoas que optaram pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no Brasil, no prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda, nos termos do art. 39 da Lei nº 11.196, de 21 de novembro de 2005;

6 - Pessoas com posses de bens ou direitos de valor total superior a R$ 300 mil até o dia 31 de dezembro de 2017;

7 - Pessoas que passaram a morar no Brasil em 2017 e ainda se encontravam no país até o dia 31 de dezembro;

8 - Pessoas que optaram pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais.

Relativamente à atividade rural:

1 - Obteve receita bruta anual em valor superior a R$ 142.798,50;

2 - Pretenda compensar, no ano-calendário de 2017 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2017.

Dois modos de declarar: documento completo ou simplificado

O contribuinte pode entregar o documento de duas formas: completa ou simplificada. No modo completo, todas as deduções legais podem ser aplicadas, desde que você possa comprovar todos os rendimentos em questão. Se for fazer a declaração completa, é fundamental que tenha em mãos todos os recibos de suas despesas médicas e de educação.

Já no modo simplificado, você ganha o desconto de 20% na renda tributável, substituindo todas as deduções legais da declaração completa. O limite do desconto é de R$ 16.754,34.

Para educação, podem ser deduzidas em até R$ 3.561,50 por pessoa incluída na declaração, seja titular ou dependente. Não há limite para despesa médica. Sendo assim, todos os gastos podem ser deduzidos. Ainda existe um desconto fixo para cada dependente de R$ 2.275,08.

CPF para dependentes maiores de oito anos

Contribuintes precisarão informar o CPF de dependentes que tenham a partir de oito anos (completados até 31 de dezembro de 2017). Até 2017, essa exigência se aplicava somente a dependentes a partir de 12 anos.

Como entregar

A declaração do IRPF 2018 pode ser entregue via Internet, por meio do programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), online (com certificado digital) na página do próprio Fisco ou através do serviço ''Fazer declaração'', disponível para smartphones e tablets. A entrega via formulários foi extinta.

Prazo de entrega do IRPF 2018

A partir de 1º de março já será possível enviar a declaração. O prazo de entrega do IRPF 2018 é até 30 de abril. Caso perca a data, terá de pagar uma multa no valor mínimo de R$ 165,74 mais 20% do imposto sobre a renda declarada.

Nossa opinião

Preencher a declaração da pessoa física do Imposto de Renda tem ficado mais fácil a cada ano. Em 2018, não foi diferente. O ato de declarar o IR pode ser feito em qualquer sistema operacional, seja em computadores ou dispositivos móveis. Se você tiver dúvidas sobre qual sistema usará para fazer a declaração, é possível baixar o arquivo .Zip, que é multiplataforma.

Prós
  • Pode ser usado em qualquer sistema
  • Permite fazer rascunho
  • Ganhou função de recuperação de dados
Contras
  • Não tem app para Windows Phone

Fotos

Opinião dos usuários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

avatar
Qual a sua nota?

Escreva a sua opinião:

0
Agora não
Baixar para baixar
mais infos +

downloads

tamanho do download

Licença

Idioma

Desenvolvedor

Secretaria da Receita Federal

Lançamento

28/02/2018

Nossa Opinião

NOTA tt
9.0

Preencher a declaração da pessoa física do Imposto de Renda tem ficado mais fácil a cada ano. Em 2018, não foi diferente. O ato de declarar o IR pode ser feito em qualquer sistema operacional, seja em computadores ou dispositivos móveis. Se você tiver dúvidas sobre qual sistema usará para fazer a declaração, é possível baixar o arquivo .Zip, que é multiplataforma.

Opinião dos usuários

Fórum

Imposto de Renda 2018

Você ficou com alguma dúvida sobre Produtividade ? Visite o Fórum TechTudo e peça ajuda para a comunidade.

Você vai gostar

Veja tudo sobre Produtividade