Relic Quest

Relic Quest

Aventura
Acessar
NOTA tt
9.0
acessos
54
Licença
Grátis
Idioma
Inglês
Desenvolvedor
iWin
Tamanho
screenshot de Relic Quest screenshot de Relic Quest screenshot de Relic Quest screenshot de Relic Quest screenshot de Relic Quest

Relic Quest: encontre tesouros perdidos e monte um museu

Nat Garcia
por Nat Garcia
em 01/04/2013 09:41

Relic Quest é um jogo para Facebook no qual você mergulha em uma envolvente aventura arqueológica que combina o estilo hidden object com simulador. Aqui, é preciso não só encontrar relíquias em lugares exóticos, mas também usá-los para montar e decorar um grandioso museu. O título inclui dezenas de missões, quebra-cabeças, itens de ajuda e modo tela cheia.

As cenas de objetos escondidos remuneram o jogador com moedas, pontos de experiência e diversos itens que ajudam na construção e desenvolvimento do museu. Os cenários podem ser jogados várias vezes e estão sempre introduzindo novos objetos de forma desafiadora. Itens especiais localizados na parte inferior direita podem ajudar nas buscas.

Com o dinheiro conquistado nas expedições, o jogador fica apto à aquisição de diversos itens no modo “Build”. Lá, é possível comprar peças para exibir nas galerias, além de mobílias e dezenas de objetos decorativos. O investimento progressivo aumenta a classificação do museu e serve para desbloquear novas cenas repletas de mistério.

Como em muitos games do gênero, Relic Quest traz uma barra de energia que vai lentamente se esgotando durante a brincadeira. Cada cenário custa certa quantidade de energia, mas felizmente reduz a quantia após a primeira expedição. A barrinha de energia é também recarregada gradualmente, ao passar o tempo, na passagem de nível.

NOSSA OPINIÃO
NOTA tt
9.0

Relic Quest é um jogo interessante e criativo, capaz de agradar quem curte jogos de hidden object, simuladores, ou simplesmente gosta de se aventurar por jogos inventivos e bem feitos. O título faz uma dobradinha entre cenas de objetos escondidos e simulador de museu e acerta em cheio nos gráficos e na trilha sonora.

As cenas de objetos escondidos são variadas, repletas de itens, e se passam em lugares exóticos, como sítios arqueológicos, ruínas e lojas de antiguidades. Além da tradicional ferramenta “Hint”, que revela um objeto da cena, o jogo oferece mais três itens de ajuda, com destaque para o “X-Ray” que mostra rapidamente os alvos da expedição. Para dar o tom longínquo, o game toca músicas de aventura, de estilo exótico, e alterna as faixas para não ficar repetitivo.

Na parte do simulador, o game traz uma grande variedade de objetos para a montagem do museu, entre relíquias, peças de mobiliário e decoração. O modo de edição é de fácil entendimento e deixa o jogador à vontade para mover, vender, estocar e arrumar tudo a sua maneira, sempre que quiser.

A parte que não empolga muito no jogo é a dependência que se tem das interações sociais para expandir as áreas do museu. Cada sala precisa de uma espécie de licença, que só é liberada com a adesão de certa quantidade amigos. Essa exigência acaba empacando mesmo quem está cheio de moedas para investir e fazer o museu crescer.

Outro ponto que pode incomodar alguns usuários são os diálogos que se apresentam durante a brincadeira. Na maioria das vezes eles são dispensáveis e a resposta dada não faz a mínima diferença.  Quem não sabe inglês, infelizmente, ainda sai perdendo. Não há tradução para o português e nem recurso de pré-visualização dos objetos que estão perdidos nos cenários.

Mesmo com tudo isso, Relic Quest é uma ótima opção para quem gosta dos gêneros abordados ou procura por uma distração em que não falte qualidade. O game dá show nas partes visual e sonora, traz uma interface amigável com orientações claras, e arremata com um modo tela cheia com recurso de zoom que melhora, e muito, a experiência de jogo.

Fórum

Você ficou com alguma dúvida sobre o software? Visite o Fórum do TechTudo e peça ajuda para a comunidade.

Faça uma pergunta

AS ALTERNATIVAS