Downloads Sistemas Operacionais
Ubuntu

Ubuntu 14.04

Sistemas Operacionais
Baixar
NOTA tt
8.5
downloads
3.146
Licença
Grátis
Idioma
Inglês
Desenvolvedor
Canonical
Data de Lançamento
22/04/2014
Tamanho
970 Mb
screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu

Baixe Ubuntu e confira os novos recursos do rápido sistema operacional

Edivaldo Brito
por Edivaldo Brito
em 22/04/2014 13:20

O Ubuntu 14.04, cujo codinome é Trusty Tahr, é a primeira versão do sistema da Canonical lançada em 2014.  Ele traz a mesma interface de seu antecessor, o 13.10 (Saucy Salamander), mas possui algumas mudanças internas que são bastante significativas. Aproveite para baixar Ubuntu agora mesmo e confira as novidades da versão.

Nova tela de bloqueio 

O sistema finalmente recebeu uma tela de bloqueio renovada. Diferente da anterior, esta nova tela é mais integrada e tem uma aparência idêntica a tela de login do sistema.

Menus de aplicações integrados localmente

Há algumas versões utiliza-se o mesmo modelo de menus do Mac. Os menus aparecem no painel superior, de acordo com a aplicação que estiver selecionada. Embora seja prático e economize espaço na tela, muitos usuários reclamam disso. Agora, a Canonical colocou nas mãos dos usuários a possibilidade de usar os menus na janela. Entretanto, a novidade ainda é opcional e depende de uma configuração para ser ativada.

Minimize aplicações

Outra mudança que necessita de uma ativação: o recurso que permite minimizar aplicações clicando no ícone no Lançador do ambiente Unity. Ele é a mais recente iteração do Compiz Config Settings Manager (CCSM), um programa que permite fazer ajustes na interface e efeitos do ambiente.

Clique para espalhar

Na verdade, este recurso é como uma extensão do clique para minimizar. Ele é útil quando mais de uma instância da mesma janela ou App estiverem abertas. Ao clicar no ícone correspondente no lançador, é iniciada uma animação de propagação, que exibe as janelas do mesmo aplicativo.

Janelas sem bordas e anti-aliasing nos cantos

Nesta versão, os temas padrão (Ambiente e Radiance) não exibem bordas nas janelas, tornando o visual mais limpo e bonito. A mudança aumenta a área útil do ambiente gráfico. Para completar, os cantos das janelas agora possuem anti-aliasing, tornado a exibição dessa área mais perfeita.

Redimensionar a janela em tempo real

Em edições anteriores já era possível visualizar o redimensionamento de janela em tempo real, no entanto, no 14.04, este é o comportamento padrão. Isso significa que não será preciso mexer no sistema para conseguir algo tão básico. A medida, entretanto, pode penalizar os usuários que possuem equipamentos com pouco poder de processamento, já que exige mais do computador.

Definição do som além dos 100%

O usuário pode, agora, aumentar o volume além dos 100% padrão. Isso é muito útil para situações em que o volume é muito baixo ou aplicativos de reprodução que limitam o áudio.

Selecionando janelas digitando no Dash

É isso mesmo. Agora,  é possível digitar o nome da janela e selecioná-la entre as janelas abertas. Embora pareça dispensável, essa funcionalidade pode ser muito útil quando se está com diversas janelas enchendo a área de trabalho.

Bloquear a tela usando o teclado

A verdadeira novidade é o uso da combinação de teclas Windows+L para bloquear a tela. Isso porque o recurso já existe há um bom tempo, mas só agora adota o padrão de teclas já usado no Windows.

Mais personalização no Lançador do Unity

Além de tudo que já foi falado, também é possível reduzir os ícones e o Lançador do Unity abaixo dos 32 Pixels, podendo chegar até a 16 Pixels. A consequência direta disso é mais espaço na área de trabalho, o que torna o ambiente mais personalizável e produtivo.

A volta da pesquisa antecipada ao Nautilus

Muito recentemente, um recurso que tem sido uma parte integrante da Nautilus foi abandonado sem a menor cerimônia. Antigamente, o usuário digitava um nome de arquivo no Nautilus para que o foco fosse automaticamente para o arquivo ou pasta com este nome dentro de um diretório específico. Bem, o recurso foi chamado de digitação antecipada e, felizmente, ele está de volta.

A volta da tecla Backspace no Nautilus

Em uma versão anterior, a tecla Backspace servia para “voltar” um diretório no Nautilus. Quem sentia falta agora pode comemorar, pois a tecla está de volta.

Melhor suporte para telas de alta resolução

Há um suporte melhorado para a telas de alta resolução HiDPI (Retina) nesta edição. O suporte chega um pouco atrasado, mas ainda é uma medida bem-vinda.

Nada mais de Ubuntu One

Esta versão marca o fim do suporte ao serviço Ubuntu One, que será efetivamente encerrado no primeiro dia do mês de Junho de 2014. Não é mais possível comprar o armazenamento ou música a partir da loja Ubuntu One e os aplicativos de serviços de arquivos no Ubuntu, Google, e lojas da Apple já foram removidos.

TRIM habilitado por padrão

Apesar de já existir há algumas versões, só agora o recurso TRIM vem habilitado por padrão. No entanto, ele vem apenas para discos SSDs da Intel e Samsung por enquanto. A funcionalidade permite prolongar a vida útil de discos SSDs.

Além de todas essas mudanças, existem diversas melhorias menores que são praticamente invisíveis para a maioria dos usuários. A atualização vem com um Kernel 3.13, Upstart 1.12.1 e versões mais recentes do Firefox, Thunderbird, LibreOffice, Gedit, Shotwell e muitas outras aplicações em seu repositório padrão. Se você é um usuário deste sistema, não perca tempo. Faça já o download de Ubuntu e confira as novas funções!

NOSSA OPINIÃO
NOTA tt
8.5

Com poucas novidades e por conta da programação de lançamento anual, que é de duas versões, a versão final do Ubuntu 13.10 decepciona um pouco. Parece ser um lançamento obrigatório.

Em compensação, as primeiras impressões do sistema revelam que, como acontece com todas as versões, muito trabalho foi feito para melhorar os vários módulos que compõem o sistema operacional. Bugs foram corrigidos, vulnerabilidades eliminadas e o resultado é um melhor desempenho.

Os grandes destaques da versão 13.10 são, sem dúvida alguma, os escopos inteligentes. Eles estão realmente implementados e podem ser editados pelo usuário dando a ele, além de bons resultados, controles sobre os mesmos.

Atrás dos escopos inteligentes, estão o novo kernel 3.11 e a Unity 7. O primeiro se destaca por ser uma versão estável com suporte de longa duração, o que garante à distribuição uma base forte e bem cuidada. Já a Unity 7, traz boas melhorias em sua interface. Porém, para os usuários que esperavam a versão 8, isso é apenas mais do mesmo.

Outro ponto positivo do novo sistema é a pequena melhoria de interface, que, apesar de não ser muita, é suficiente para melhorar a experiência do usuário. Além disso, mantêm o objetivo do SO, que é ser um sistema fácil de usar para qualquer pessoa.

Fórum

Faça uma pergunta

AS ALTERNATIVAS