Ubuntu

Ubuntu 14.04

Sistemas Operacionais
Baixar
NOTA tt
9.0
downloads
10.012
Licença
Grátis
Idioma
Inglês
Desenvolvedor
Canonical
Data de Lançamento
22/04/2014
Tamanho
970 Mb
screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu screenshot de Ubuntu

Baixe Ubuntu e confira os novos recursos do rápido sistema operacional

Edivaldo Brito
por Edivaldo Brito
em 22/04/2014 13:20

O Ubuntu 14.04, cujo codinome é Trusty Tahr, é a primeira versão do sistema da Canonical lançada em 2014.  Ele traz a mesma interface de seu antecessor, o 13.10 (Saucy Salamander), mas possui algumas mudanças internas que são bastante significativas. Aproveite para baixar Ubuntu agora mesmo e confira as novidades da versão.

Nova tela de bloqueio 

O sistema finalmente recebeu uma tela de bloqueio renovada. Diferente da anterior, esta nova tela é mais integrada e tem uma aparência idêntica a tela de login do sistema.

Menus de aplicações integrados localmente

Há algumas versões utiliza-se o mesmo modelo de menus do Mac. Os menus aparecem no painel superior, de acordo com a aplicação que estiver selecionada. Embora seja prático e economize espaço na tela, muitos usuários reclamam disso. Agora, a Canonical colocou nas mãos dos usuários a possibilidade de usar os menus na janela. Entretanto, a novidade ainda é opcional e depende de uma configuração para ser ativada.

Minimize aplicações

Outra mudança que necessita de uma ativação: o recurso que permite minimizar aplicações clicando no ícone no Lançador do ambiente Unity. Ele é a mais recente iteração do Compiz Config Settings Manager (CCSM), um programa que permite fazer ajustes na interface e efeitos do ambiente.

Clique para espalhar

Na verdade, este recurso é como uma extensão do clique para minimizar. Ele é útil quando mais de uma instância da mesma janela ou App estiverem abertas. Ao clicar no ícone correspondente no lançador, é iniciada uma animação de propagação, que exibe as janelas do mesmo aplicativo.

Janelas sem bordas e anti-aliasing nos cantos

Nesta versão, os temas padrão (Ambiente e Radiance) não exibem bordas nas janelas, tornando o visual mais limpo e bonito. A mudança aumenta a área útil do ambiente gráfico. Para completar, os cantos das janelas agora possuem anti-aliasing, tornado a exibição dessa área mais perfeita.

Redimensionar a janela em tempo real

Em edições anteriores já era possível visualizar o redimensionamento de janela em tempo real, no entanto, no 14.04, este é o comportamento padrão. Isso significa que não será preciso mexer no sistema para conseguir algo tão básico. A medida, entretanto, pode penalizar os usuários que possuem equipamentos com pouco poder de processamento, já que exige mais do computador.

Definição do som além dos 100%

O usuário pode, agora, aumentar o volume além dos 100% padrão. Isso é muito útil para situações em que o volume é muito baixo ou aplicativos de reprodução que limitam o áudio.

Selecionando janelas digitando no Dash

É isso mesmo. Agora,  é possível digitar o nome da janela e selecioná-la entre as janelas abertas. Embora pareça dispensável, essa funcionalidade pode ser muito útil quando se está com diversas janelas enchendo a área de trabalho.

Bloquear a tela usando o teclado

A verdadeira novidade é o uso da combinação de teclas Windows+L para bloquear a tela. Isso porque o recurso já existe há um bom tempo, mas só agora adota o padrão de teclas já usado no Windows.

Mais personalização no Lançador do Unity

Além de tudo que já foi falado, também é possível reduzir os ícones e o Lançador do Unity abaixo dos 32 Pixels, podendo chegar até a 16 Pixels. A consequência direta disso é mais espaço na área de trabalho, o que torna o ambiente mais personalizável e produtivo.

A volta da pesquisa antecipada ao Nautilus

Muito recentemente, um recurso que tem sido uma parte integrante da Nautilus foi abandonado sem a menor cerimônia. Antigamente, o usuário digitava um nome de arquivo no Nautilus para que o foco fosse automaticamente para o arquivo ou pasta com este nome dentro de um diretório específico. Bem, o recurso foi chamado de digitação antecipada e, felizmente, ele está de volta.

A volta da tecla Backspace no Nautilus

Em uma versão anterior, a tecla Backspace servia para “voltar” um diretório no Nautilus. Quem sentia falta agora pode comemorar, pois a tecla está de volta.

Melhor suporte para telas de alta resolução

Há um suporte melhorado para a telas de alta resolução HiDPI (Retina) nesta edição. O suporte chega um pouco atrasado, mas ainda é uma medida bem-vinda.

Nada mais de Ubuntu One

Esta versão marca o fim do suporte ao serviço Ubuntu One, que será efetivamente encerrado no primeiro dia do mês de Junho de 2014. Não é mais possível comprar o armazenamento ou música a partir da loja Ubuntu One e os aplicativos de serviços de arquivos no Ubuntu, Google, e lojas da Apple já foram removidos.

TRIM habilitado por padrão

Apesar de já existir há algumas versões, só agora o recurso TRIM vem habilitado por padrão. No entanto, ele vem apenas para discos SSDs da Intel e Samsung por enquanto. A funcionalidade permite prolongar a vida útil de discos SSDs.

Além de todas essas mudanças, existem diversas melhorias menores que são praticamente invisíveis para a maioria dos usuários. A atualização vem com um Kernel 3.13, Upstart 1.12.1 e versões mais recentes do Firefox, Thunderbird, LibreOffice, Gedit, Shotwell e muitas outras aplicações em seu repositório padrão. Se você é um usuário deste sistema, não perca tempo. Faça já o download de Ubuntu e confira as novas funções!

NOSSA OPINIÃO
NOTA tt
9.0

O ponto de maior destaque do Ubuntu 14.04  é a volta de algumas opções e ajustes que dão ao usuário a liberdade para escolher como ele quer usar o sistema. Neste ponto, a versão surpreende por devolver algumas funcionalidades que tinham sido removidas, como recursos do Nautilus e a opção que permite exibir os menus das aplicações na própria janela.

Um ponto importante é a lista de atalhos de teclado que aparece no momento da primeira inicialização. Ela é acessível e enriquece a experiência do sistema. Além disso, o ajuda a se tornar mais produtivo na utilização, pois nem sempre o uso do mouse é mais ágil. O usuário ainda pode acessar a lista, ao segurar tecla Windows por 20 segundos ou ir em Configurações do sistema, Teclado e depois clique na aba Atalhos de teclado.

Boa parte das mudanças nesta nova versão aponta uma preocupação da Canonical com a liberdade do usuário. No caso das opções que vêm desativadas, fica clara a preocupação da empresa em manter seu padrão de interface, sem deixar que o usuário fique insatisfeito.

Os novos ajustes visuais (cantos e bordas) tornam a interface do sistema mais limpa e deixam tudo muito mais bonito. Complementando o quadro, a nova tela de bloqueio oferece ao sistema um visual único e completo.

Infelizmente, para algumas pessoas, ter que procurar e ativar algumas das novas funcionalidades pode ser um pouco decepcionante para um sistema focado em ser simples e prático. No geral, vale a pena baixar Ubuntu 14.04 e experimentar suas novas funcionalidades.

Fórum

Faça uma pergunta

AS ALTERNATIVAS