World of Warcraft

World of Warcraft

9.0
OPINIÃO DOS USUÁRIOS

World of Warcraft: faça download e jogue o RPG mais famoso do mundo

Felipe Vinha
por Felipe Vinha em 16/12/2015 10h54

O World of Warcraft, também conhecido como WoW, é um MMORPG, para Windows e Mac, lançado pela Blizzard em 2004. O game é focado em aventura e ação e totalmente inspirado pelos antigos jogos da saga de estratégia Warcraft, que também fizeram fama nos computadores por um bom tempo. Ele é bem completo para seu gênero e oferece muito conteúdo, por isso aproveite para fazer o download de World of Warcraft agora mesmo.

Para jogar é preciso comprar ao menos o jogo base, isto é, sem as expansões. Depois, é necessário pagar uma taxa mensal que permite continuar jogando após os primeiros 30 dias. Apesar de requerer assinatura, o título é considerado o RPG online mais assinado no mundo, segundo o livro dos recordes.

Apesar da cobrança, vale o aviso: é possível jogá-lo de graça, ainda que de forma limitada. Dessa forma, seu personagem nunca avança além do nível 20, além de algumas pequenas restrições adicionais. Porém, não será preciso gastar nem um centavo para se divertir neste mundo repleto de possibilidades.

A história

O mundo de Azeroth serve como palco principal para toda a ação. É nele que o jogador utiliza seus personagens para evoluir de nível, eliminar monstros, realizar missões com amigos e ainda conseguir itens mágicos e superpoderosos, que vão te transformar em uma verdadeira lenda viva do lugar.

É neste cenário que também há a presença de muitas figuras famosas, como o orc guerreiro Garrosh, a maga Jaina Proudmore, o lendário Illidan, o dragão superpoderoso Asa da Morte, entre outros. Além de ter um mundo recheado de novidades sempre, o software também conta com um verdadeiro panteão de personagens e sempre se renova nesse sentido.

Existe, também, o importante sistema de facções, no qual cada raça fica de um lado diferente. Há a presença da Aliança e da Horda, formadas por povos distintos e com objetivos bem diferentes. No entanto, é errado pensar que a Aliança é “boazinha” e que a Horda é “malvada” apenas por seus nomes. Nenhuma das duas é boa ou má, apenas têm seus ideais únicos e vão lutar para cumpri-los, a ponto de travar guerras.

Primeiros passos

Para começar sua saga, é preciso escolher um personagem, ou melhor, criar um. Defina sua raça, que pode ser humano, elfos noturnos, pandaren, anão, orc, elfos sangrentos, worgen, gnomo, draenei, tauren, goblin, troll e mortos-vivos. Em seguida, uma aparência e classe. Confira um guia WoW sobre como jogar.

A classe é bem importante, pois fornece ao seu herói as habilidades necessárias, como magias, habilidades com armas ou com outros pontos menos visuais. Algumas das classes disponíveis são paladino, guerreiro, xamã, feiticeiro, cavaleiro da morte (somente para personagens de nível 60), caçador e mais.

O usuário precisa escolher seu mundo, ou melhor, o servidor onde vai jogar. Alguns possuem características diferentes, como PvP (permite lutas entre jogadores), PvE (não permite lutas entre jogadores), RP (exige a interpretação de papéis, como em um legítimo RPG) e RP-PvP (uma mistura entre PvP e RP).

Após escolher um nome, o gamer inicia sua aventura em Azeroth, de acordo com a raça que escolheu e em um local único. Os primeiros passos da partida são fáceis e não exigem muito da pessoa. Basta cumprir as missões iniciais e seguir seu caminho. Por estar em português, é fácil seguir estes primeiros passos, mas é preciso ter sempre atenção ao que os outros personagens controlados pelo PC falam, para seguir as dicas de como cumprir objetivos.

O programa contém, ainda, profissões, que são definidas mais adiante no jogo e não no início. Elas não influenciam nos combates, mas podem conferir alguns benefícios, como criação de novas armas, itens e até mesmo a cura de personagens. Veja como criar macros em World of Warcraft.

Missões e Raides

Um dos pontos mais divertidos está nas missões. É com elas que o herói vai subir de nível e ficar mais poderoso e, no geral, todas são bem divertidas. Algumas vão exigir apenas coletar um item, mas outras pedem para lutar contra algum monstro ou inimigo poderoso. A Blizzard se esforçou bastante ao criar um jogo com centenas e centenas de missões sem que elas soem repetitivas ou “vazias”.

Além das missões, o player conta com as Raides, que são uma espécie de “Missão expandida e muito mais épica”. Acessíveis a partir do nível 60, as Raides são invasões a masmorras que contam com a participação de diversos personagens, cada um em sua respetiva função, seja de curar o grupo ou eliminar os inimigos que virão pela frente. Aprenda a instalar addons em World of Warcraft.

As Raides fazem parte de alguns dos elementos mais divertidos, pois existem muitas possibilidades. É nelas que encontram-se os ápices da história, já que alguns dos chefões mais importantes a serem vencidos estão lá. Por isso, é bom ficar de olho em uma Raide para participar, se quiser fazer parte de alguns dos momentos mais épicos de WoW.

As expansões

Para continuar jogando e adicionar mais elementos à diversão do jogador, a Blizzard disponibilizou a seus fãs expansões, com mais conteúdo, história, personagens, habilidades e missões. É preciso comprar as expansões separadamente, por um preço que varia de acordo com o tempo de lançamento de cada uma. Além disso, elas possuem suas próprias características e história. Confira um pouco de cada uma:

A The Burning Crusade é a primeira expansão, lançada em 2007, que trouxe muitos detalhes importantes à história. A principal adição foi uma Raide com Illidan como chefão, aquele que é lembrado até hoje pelos fãs por conta do trailer épico em que diz “Você não está preparado”. Um dos inimigos mais ferozes que já passaram pelo game até hoje.

Foi em Burning Crusade que os Dreanei e os Elfos Sangrentos foram adicionados como raças jogáveis. Os primeiros, parte da Aliança, são uma espécie de alienígenas com tecnologia avançada que chegaram acidentalmente em Azeroth, enquanto os elfos são aliados da Horda e são uma espécie exilada, que tem extremo contato com magia proibida.

A expansão trata principalmente o retorno da Burning Legion, um grupo de demônios que escapou de um portal místico e ameaça a paz e a ordem em Azeroth. A Burning Legion era velha conhecida dos fãs de Warcraft, por conta de Warcraft 3.

A Wrath of the Lich King saiu em 2008 e é até hoje lembrada pelos fãs como uma das expansões mais queridas, por ser focada em Arthas, o príncipe caído que acabou se tornando o Lich Rei ainda em Warcraft 3, anos atrás. Nesta expansão, a principal missão é acompanhar a ascensão do Lich Rei e até mesmo enfrentá-lo, mas ainda não era a hora de derrotar o vilão, apenas parar o seu domínio por um tempo.

Apesar de não ter adicionado nenhuma raça, foi em Wrath of the Lich King que os fãs puderam contar com uma nova classe jogável – Cavaleiro da Morte. Trata-se de uma espécie de servo do Lich Rei, que começa no nível 60. Por conta disso, somente gamers que possuem qualquer outro personagem no mesmo nível podem recomeçar com um Cavaleiro da Morte sob seu comando.

Todo o início de jogo para o Cavaleiro da Morte é diferente, incluindo uma história própria, além da sensação de lidar com o Lich Rei em pessoa. Nesta sequência, há muitas referências à saga O Senhor dos Anéis, então os fãs devem ficar ligados a estas homenagens – assim como em tantas outras espalhadas pelo software.

O Cataclysm foi lançado um bom tempo após o lançamento da expansão anterior, mas a espera valeu a pena. Muito conteúdo relevante foi adicionado a WoW, além de duas novas raças jogáveis: os Worgen pelo lado da Aliança e os Goblins para a Horda.

Os Worgen nada mais são do que lobisomens no mundo de Azeroth. Ao escolher esta raça, o player começa como humano, no entanto, logo é contaminado pela “maldição” de se tornar um lobo. Eles são mais fortes e ágeis do que um humano comum e também mais ameaçadores.

Já os Goblins são criaturas extremamente hilárias, sempre cheios de piadas e tiradas engraçadas, principalmente na versão brasileira, em que todas estão bem adaptadas. No mundo de World of Warcraft, os Goblins são uma espécie de “classe E”, por isso moram em vilas situadas em morros e utilizam utensílios montados a partir de objetos descartados por outras raças.

Cataclysm também trouxe ao mundo de Azeroth uma nova ameaça, o dragão Asa da Morte, antes adormecido mas que agora quer destruir toda a vida do mundo. Ele desperta na sequência de abertura do game. Seu tamanho, bem como seu poder, é tão ameaçador quando parece nas imagens de divulgação.

O Mists of Pandaria saiu em 2012, com muitas surpresas. Em vez de duas raças jogáveis, apenas uma: os Pandaren. Eles são pandas orientais que lutam utilizando o poder do kung fu e outras artes marciais. Os Pandaren não possuem um alinhamento no início do jogo e somente após o nível 10 torna-se necessário optar entre Aliança ou Horda.

Mists of Pandaria não trouxe muitas adições à história, já que os eventos se concentraram somente em Pandaria, o continente dos Pandaren. Contudo, é nesta expansão que vemos a crescente ameaça de Garrosh, até então líder da Horda e também um dos Orcs mais poderosos de toda a Azeroth.

Em Mists of Pandartia também tivemos a adição de lutas entre mascotes, mais ou menos como ocorre na série de jogos Pokémon. Os anteriormente inofensivos mascotes dos players – que só serviam para enfeite – podem agora se enfrentar em pequenas arenas e evoluir com experiência própria.

Já Warlords of Draenor é a quinta e até então mais recente expansão de World of Warcraft. Ela pretende renovar completamente, já que hoje somam-se quase 10 anos de lançamento do original. Uma das principais mudanças é a adição de novos gráficos a raças mais antigas, tornando o game ainda mais bonito e atualizado para os novos tempos. Além disso, o nível máximo finalmente chega ao 100, elevando as batalhas a um patamar ainda mais épico.

A história de Warlords of Draenor se foca novamente em Garrosh, assim como foi uma parte do final de Mists of Pandaria. Porém, com uma diferença totalmente inesperada: Garrosh viaja no tempo para tentar mudar o curso de alguns elementos da história e isso pode não acabar bem.

É em Warlords of Draenor que a Blizzard também tenta deixar o game ainda mais amigável aos jogadores, pois permite adicionar um personagem gratuito de nível 90 para aqueles que adquirirem a expansão antes de seu lançamento. É, sem dúvida, um esforço da empresa para manter seu jogo relevante.

Um mundo cheio de possibilidades

WoW pode ser considerado um jogo infinito. Com cinco expansões, além de todo o conteúdo do jogo base, não vai faltar coisa para se fazer nesta aventura. Faça download do World of Warcraft agora e aproveite seus momentos no mundo de Azeroth, seja ao lado da Aliança ou da Horda!

Nossa opinião

World of Warcraft é simplesmente o MMORPG mais completo e divertido que há no mercado atualmente. O jogo consegue agradar em todas as partes, além de apresentar tanto conteúdo que fica difícil parar de jogar ou de assinar. Após algum tempo, você pode até ter enjoado um pouco da experiência, mas basta criar um novo personagem e passar por novos momentos e outras situações inéditas.

O game tem uma mecânica amigável para qualquer tipo de jogador, além de gráficos que o permitem rodar em qualquer máquina mais modesta, sem grandes dificuldades, ainda que com qualidade reduzida. Sem falar na sua variedade de jogabilidade, que te deixa experimentá-lo da forma que bem entender. Sem falar na dublagem e texto em português, o que facilita seu acesso.

World of Warcraft tem, sim, alguns pequenos problemas, como a falta de um apelo maior no sistema de jogador contra jogador e em grandes arenas e também o fato de excluir jogadores novatos de muitos elementos divertidos – como as Raides -, mas tudo isso é equilibrado e compensado em outros pontos.

Se está buscando um MMORPG que vai te deixar ocupado por alguns bons meses, e não apenas horas, World of Warcraft é o seu título ideal. Completo para o que se propõe e com muita variedade de possibilidades, trata-se de uma das grandes obras-primas dos games.

Prós
  • Muito conteúdo
  • Leve
  • Variedade
  • Jogabilidade
  • Dublagem
Contras
  • Cenário PvP é fraco

Fotos

Opinião dos usuários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

avatar
Qual a sua nota?

Escreva a sua opinião:

0
Agora não
avatar

Daniel

02 de Março de 2015
Hoje estou livre do vício, mas posso dizer sem sombra de dúvidas que foram os melhores 6-7 anos de vício que já tive. O jogo é excelente em jogabilidade, desafio, social, achievements, mesmo tendo que pagar mensalidade e comprar as expansões vale muito a pena para quem gosta do gênero. Quem quiser experimentar apenas o gênero, escolha outro jogo, pois essa "prova" pode levar vários anos para acabar ;)
avatar

Leão Azul de Antonio Baena

04 de Janeiro de 2016
O jogo é excelente!!!
avatar

Andrei Baptista dos Santos

02 de Junho de 2016
Cenário PVP fraco? Logo se vê que quem escreveu isso nunca jogou wow.
avatar

Francisco Penitente Ramos

10 de Abril de 2016
Jogo mais top do mundo. Historia fantastica, mapa gigantesco. Sempre tem o q faze. Muito recomendavel. FOR THE HORDE
avatar

Junior Cunha

02 de Agosto de 2016
Muito bom!!!Completo é o melhor RPG mas cuidado aí que o jogo e pesadinho (não na questão de tema,mas de espaço) o jogo com a nova expansão fica de 36GB vale muito a pena pagar assinatura (ressaltando que o jogo é pago a partir do nivel 20)
avatar

Junior Cunha

02 de Agosto de 2016
Muito bom!!!Completo é o melhor RPG mas cuidado aí que o jogo e pesadinho (não na questão de tema,mas de espaço) o jogo com a nova expansão fica de 36GB vale muito a pena pagar assinatura (ressaltando que o jogo é pago a partir do nivel 20)
avatar

Andrei Baptista dos Santos

02 de Junho de 2016
Cenário PVP fraco? Logo se vê que quem escreveu isso nunca jogou wow.
avatar

Francisco Penitente Ramos

10 de Abril de 2016
Jogo mais top do mundo. Historia fantastica, mapa gigantesco. Sempre tem o q faze. Muito recomendavel. FOR THE HORDE
avatar

Leão Azul de Antonio Baena

04 de Janeiro de 2016
O jogo é excelente!!!
avatar

Daniel

02 de Março de 2015
Hoje estou livre do vício, mas posso dizer sem sombra de dúvidas que foram os melhores 6-7 anos de vício que já tive. O jogo é excelente em jogabilidade, desafio, social, achievements, mesmo tendo que pagar mensalidade e comprar as expansões vale muito a pena para quem gosta do gênero. Quem quiser experimentar apenas o gênero, escolha outro jogo, pois essa "prova" pode levar vários anos para acabar ;)
Baixar para baixar
mais infos +

downloads

tamanho do download

Licença

Idioma

Desenvolvedor

Blizzard

Lançamento

13/09/2012

NOTA tt
9.0

World of Warcraft é simplesmente o MMORPG mais completo e divertido que há no mercado atualmente. O jogo consegue agradar em todas as partes, além de apresentar tanto conteúdo que fica difícil parar de jogar ou de assinar. Após algum tempo, você pode até ter enjoado um pouco da experiência, mas basta criar um novo personagem e passar por novos momentos e outras situações inéditas.

Dados do Jogo
Modos de Jogo Multiplayer
Classificação Indicativa 12
Gênero MMORPG
Produtora Blizzard
Plataforma PC
Licença Pago
Idioma Português, Inglês

Opinião dos usuários

Fórum

World of Warcraft

Você ficou com alguma dúvida sobre Jogos de RPG ? Visite o Fórum TechTudo e peça ajuda para a comunidade.

Você vai gostar

Veja tudo sobre Jogos de RPG