17/12/2010 19h12 - Atualizado em 14/07/2011 07h08

Brasil sugere criação de regras para a internet

Rafael Silva
por
Do Tecnoblog

Em termos de regulamentação, a Internet já está muito bem servida. Temos entidades como a ICANN, o Fórum de Governança da Internet e a ITU para estabelecerem regras de como ela funciona e quais as melhores práticas. Mas com o surgimento do WikiLeaks, certos governos passaram a querer um certo controle sobre o que pode ser publicado na Internet e o que deve ser mantido em segredo. E um desses governos foi o brasileiro.

  •  
Comitê da ONU para regulamentar internet, depois dos vazamentos do WikiLeaks, é liderado pelo BrasilComitê da ONU é liderado pelo Brasil (Reprodução)

Em uma reunião na sede da Organização das Nações Unidas, um comitê, liderado pelo Brasil, sugeriu a criação de uma nova entidade que serviria para resolver desafios políticos como os causados pelo WikiLeaks. A sugestão dos brasileiros é criar mais uma entidade internacional apenas com membros dos governos e que seria consultada sobre quais possíveis políticas públicas adotar quando o próximo WikiLeaks surgisse, por exemplo.

A ideia foi prontamente aceita por países como a China, Índia, África do Sul e Arábia Saudita, que tem governos conhecidamente mais rigorosos em se tratando da rede mundial de computadores. Mas a criação da entidade não foi muito bem vista pelos olhos dos representantes dos EUA, Austrália, Canadá e Reino Unido, que não vêm necessidade de mais uma organização que pode se isolar da indústria e da comunidade da internet.

O debate sobre a criação de tal órgão está agendado para recomeçar no ano que vem.

Fonte: IT News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares