Produtividade

02/12/2010 18h10 - Atualizado em 22/10/2013 12h03

Flash ganha lugar especial dentro do Chrome

Rafael Silva
por
Do Tecnoblog

Poucos usuários sabem, mas ao baixar o navegador Google Chrome o Adobe Flash é baixado junto. O Google faz isso para permitir que seus serviços que usam Flash (como o YouTube) sejam acessados sem problemas assim que o navegador for instalado. Alguns entusiastas de segurança, no entanto, discordam e acham que o Flash é um plugin deveras inseguro para ser incluído em um navegador.

Google ChromeGoogle Chrome (Foto: Reprodução)

Até hoje o Google não havia pensado em uma alternativa que ao mesmo tempo agradasses as pessoas preocupadas com segurança e ao mesmo tempo não deixasse a instalação do plugin na mão do usuário. Mas os engenheiros responsáveis pelo navegador finalmente encontraram um consenso: incluir o Flash em uma sandbox parecida com a que que é usada para JavaScript e demais plugins. A sandbox limita o que certos componentes do Chrome podem acessar, como a memória e HD, enquanto mantém a funcionalidade original.

Por enquanto apenas a versão de desenvolvedores do Google Chrome para Windows conta com um Adobe Flash na sandbox. Mas assim como outras características que primeiro apareceram nela, é esperado que essa também migre para as versões beta e estável logo em seguida e também nos demais sistemas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares