Fabricantes

07/12/2010 18h58 - Atualizado em 14/07/2011 07h09

IBM avança tecnologia de chips em alguns anos-luz

Rafael Silva
por
Do Tecnoblog

Grandes fabricantes de processadores estão sempre procurando uma forma de miniaturizar ainda mais os já diminutos chips que vendem. Seja para gastarem menos energia ou para permitir gadgets ainda menores, a diminuição do tamanho é um objetivo em comum de todas elas. Pensando nesse aspecto, a IBM iniciou uma pesquisa na área em 2000 e anunciou seus resultados hoje. A empresa criou uma tecnologia que vai permitir processadores ainda menores e mais velozes do que os atuais.

Chamada de CMOS Integrated Silicon Nanophotonics, a tecnologia usa tanto os pulsos elétricos como fótons de luz para transmitir dados entre chips. Sensores CMOS são aqueles usados para capturar imagens em câmeras digitais e é nessa tecnologia que a IBM inspirou sua invenção. Por isso, os Nanophotonics poderiam ser facilmente fabricados em uma linha de produção de sensores CMOS, sem a necessidade de criação de equipamentos especiais. Isso também diminuiria os custos de produção de novos chips com a tecnologia.

Um dos avanços que os Silicon Nanophotonics irão permitir é a criação de um supercomputador com poder de processamento de 1 Exaflop, que são exatamente 10^18 cálculos por segundo. O poder de processamento de todos os supercomputadores atuais não chega nem a 1/3 desse valor.

Além de divulgar a invenção dos Nanophotonics, a IBM também lembrou que essa tecnologia está em processo de patenteação, então nada das suas concorrentes tentarem copiar, ouviram Intel e AMD?

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares