27/12/2010 09h29 - Atualizado em 14/07/2011 07h08

Julian Assange fecha acordo para escrever auto-biografia

Rafael Silva
por
Do Tecnoblog

Nesse ponto da história, o fundador e editor-chefe do WikiLeaks, Julian Assange, é tão conhecido quanto o site que ele começou. Com a fama, no entanto, vieram os problemas: o jornalista australiano foi preso e está sendo perseguido, processado e ao menos dois grandes países pedem a sua extradição. Agora é a vez da fama trazer os lucros, mesmo que Assange não queira.

  •  
Julian AssangeJulian Assange (Foto: Divulgação)

Duas editoras, a americana Alfred A Knopf e a britânica Canongate, assinaram um contrato com Assange para que ele escreva sua auto-biografia. No total, contabilizando os demais acordos com editoras ao redor do mundo, ele deve receber quase 3 milhões de reais no livro. O livro ainda não tem data para sair, mas ele deve começar a escrever agora mesmo, enquanto aguarda julgamento na casa de um amigo no Reino Unido.

Assange afirma que os lucros da venda do livro servirão para defendê-lo em corte contra as acusações de cunho sexual que ele sofre na Suécia e assim impedir que o WikiLeaks perca o seu mentor. "Eu não quero escrever esse livro", afirma o jornalista, "mas eu tenho que escrevê-lo [...] pois já gastei mais de 200 mil libras em custos legais".

Esse pode ser um valor consideravelmente alto, pois segundo informações da fundação alemã que recebe doações em nome do WikiLeaks, Assange recebeu 86 mil libras de salário em 2010. A fundação também afirma que outras 130 mil libras foram destinados a pagar funcionários da organização ao redor do mundo.

Fonte: DailyMail

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares