Fabricantes

01/12/2010 11h59 - Atualizado em 14/07/2011 07h11

Microsoft não desiste: KIN volta a ser vendido

Thássius Veloso
por
Do Tecnoblog

A história do Microsoft KIN é bastante curiosa. A família de aparelhos celulares foi lançada em meados de 2010 com muito alarde, como normalmente a empresa de Redmond faz. O problema é que as vendas não ocorreram do modo como Steve Ballmer queria, então menos de dois meses depois de colocar o KIN em todas as lojas da Verizon, a MS foi obrigada a assumir o fracasso e recolher os produtos. O KIN estava, para todos os efeitos, morto.

Agora a Microsoft e a Verizon estão decididas a dar mais uma chance ao KIN. As empresas vão voltar a vender o produto em suas lojas, dessa vez com novos nomes: KIN 1m e KIN 2m. Essa é única boa novidade no que diz respeito aos celulares, porque de resto, temos mais uma sucessão de burradas.

O KIN original tinha plano de dados; o novo KIN não tem. O KIN original tinha o Loop, uma Home Screen com as últimas atualizações dos contatos; o novo KIN também não tem.

É o mesmo produto, com o mesmo design curioso de antes, mas sem alguns recursos que até poderiam ser interessantes para alguns usuários. E depois a Microsoft não sabe por que vendeu somente 500 unidades - é o que diz a lenda - na primeira vinda do KIN.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares