Fabricantes

03/01/2011 09h37 - Atualizado em 14/07/2011 07h08

Paul Allen, co-fundador da Microsoft, reabre processo de patentes contra gigantes da rede

Rafael Silva
por
Do Tecnoblog

O co-fundador da Microsoft Paul Allen reabriu no último dia 30 um processo que começou em agosto de 2010. Na ação, Allen diz que Apple, Google, Facebook, YouTube, AOL, eBay e Yahoo!, dentre muitas outras, violam diversas patentes registradas por ele, por meio da sua empresa, Interval Licensing.

  •  
Paul Allen, co-fundador da MicrosoftPaul Allen, co-fundador da Microsoft (Foto: Reuters)

O processo original foi encerrado por uma juíza americana no começo de dezembro porque Allen não detalhava muito bem quais eram as patentes infringidas na ação. Seus advogados, então, revisaram a documentação e reabriram o processo, tentando levar as empresas acusadas à corte novamente.

Segundo Allen, as empresas infringem projetos de propriedade intelectual registrados por ele em 1992, dentre as quais estão "Alertar o usuário sobre conteúdo interessante", "Exibição de mensagem por meio de janela sobreposta" e até "Exibição de informação relacionada". As patentes soam extremamente vagas, mas por conta da época em que foram registradas, ninguém imaginava que seriam aplicadas na web tão fortemente quanto agora.

No processo, são descritas até exemplos de usos das patentes, como no caso da Apple, que usa uma tecnologia para mostrar músicas relacionadas baseada nas buscas do usuário ou da AOL, que exibe notícias relacionadas também de acordo com o que é procurado no site.

Se dessa vez vai funcionar, não é possível saber ainda. Mas o processo não será arquivado novamente por falta de detalhes.

Via: Reuters

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares